Marketing Trends: tendências para 2024 que você precisa conhecer!

Template Grátis
Rakky Curvelo
Rakky Curvelo

Publicado:

Já percebeu que, todo fim de ano, um processo se repete "religiosamente"? O planejamento para o ano seguinte se torna não só necessário, mas urgente. Aí, surge uma dúvida comum: como ser realmente eficiente nesse ponto? A cada momento, a gente se surpreende com novos direcionamentos do mercado, né?! Por isso, ficar de olho nas Marketing Trends faz toda a diferença.

ideias para a sua estratégia e tendências de marketing para 2024

E não para por aí: o segredo também é entendê-las sob a ótica do seu negócio. Nem toda tendência de marketing precisa necessariamente ser implementada na sua empresa, concorda?! Conhecer a fundo os seus clientes — incluindo os seus hábitos e as suas preferências — vai ajudá-lo a moldar as propensões do mercado a favor do seu público. E aí, melhores resultados virão!

 

Template Grátis

Plano de marketing: crie o seu com o nosso modelo gratuito

Trace a estratégia de marketing da sua empresa em um plano simples e coeso

 

Para ajudá-lo nessa empreitada, neste post, nós reunimos os novos rumos do marketing para o próximo ano. Nas linhas abaixo, prepare-se para entender o que, de fato, vai fazer sentido para o seu empreendimento. Vamos lá?!

Quais são as principais tendências de marketing?

Já faz algum tempo que nós estamos vivendo uma verdadeira revolução no mercado de consumo e, como reflexo, no comportamento dos consumidores. As empresas e os profissionais estão buscando meios de adaptação à nova realidade, e o marketing exerce um papel fundamental nesse processo, viu?!

As expectativas, as objeções e as exigências do público estão diferentes. Diante disso, as ações e as campanhas desenvolvidas pelas organizações precisam estar alinhadas ao novo contexto para que as marcas permaneçam atrativas para os consumidores.

No entanto, ao mesmo tempo, é, sim, necessário seguir as tendências da própria sociedade e ter atenção às inovações que estão surgindo. Com o avanço cada vez mais intenso da tecnologia, hoje em dia, é possível vê-la presente em todos os setores.

Inclusive, a área de marketing tem nos recursos e nas ferramentas tecnológicas grandes aliados para a sua eficiência. Portanto, quando se trata de Marketing Trends para o próximo ano, a automação e a Inteligência Artificial (IA) são grandes apostas do marketing digital.

A propósito, também não podemos esquecer que, atualmente, os dados são verdadeiros tesouros. Ou seja, são componentes altamente valiosos e indispensáveis para que as equipes de marketing e de vendas consigam atuar de modo cada vez mais preciso e eficiente.

Trace a estratégia de marketing da sua empresa em um plano simples e coeso

Ou seja, as gerações que vieram — e virão — após os millenials já têm essa característica em evidência. São pessoas que se preocupam com a inclusão das minorias e com a garantia dos direitos a esses grupos.

Elas também estão altamente engajadas com temáticas relacionadas à preservação do meio ambiente e à sustentabilidade (ou ESG, acrônimo que remete às iniciativas implementadas nas áreas de "Environmental, Social and Governance"). Inclusive, elas valorizam muito mais a qualidade de vida, a saúde e o bem-estar.

Você já notou, por exemplo, como as novas gerações abraçam inúmeras filosofias — como o veganismo — e querem interagir com as marcas e consumir produtos que também levantam essas bandeiras? Pois é!

Daí vem a preferência por organizações que adotam práticas de produção que não envolvem testes em animais, que prezam pelo reuso de materiais reciclados, que utilizam fontes renováveis de energia etc. E o mesmo vale para as corporações que valorizam a diversidade e a inclusão, claro!

De modo geral, tudo isso aponta para qual lado o marketing digital precisa caminhar. A realidade atual revela a maneira como as campanhas devem ser elaboradas, a identidade que as marcas precisam construir, a postura que devem adotar e a forma como os seus processos têm de ser conduzidos. Basta um olhar atento!

De que forma o consumo digital e o delivery também influenciaram o cenário?

O período pandêmico foi um grande divisor de águas. Antes da pandemia, as pessoas estavam gradativamente aderindo às compras on-line, mas, quando a crise sanitária surgiu, o processo se intensificou de uma forma muito expressiva.

As empresas tiveram que inovar e se reinventar para o atendimento a uma nova realidade. Aliás, o marketing digital se tornou uma prioridade, já que as pessoas passaram a utilizar a Internet até mesmo para as atividades e as compras mais básicas.

Como resultado, foi preciso também elaborar novas campanhas e ações para atrair esses clientes que estavam criando afinidade com o universo digital. Era chegada a hora de investir em um atendimento diferenciado, de se preocupar com a captação de dados e de informações e de manter a comunicação com o público no meio virtual.

As relações foram transformadas de forma radical, e isso modificou o comportamento e as expectativas do consumidor. O delivery se destacou e "ditou" uma nova tendência para o marketing e para o setor de vendas: o direcionamento dos esforços para evidenciar essa modalidade de serviço.

Mais uma vez, estamos diante das tendências para o marketing em 2024. O marketing de podcast, a personalização e uso intensificado de IA, a comunicação inclusiva e a criação de comunidades são algumas das tendências que estarão em alta no próximo ano.

Qual é a importância de ficar por dentro das tendências de marketing?

Contar com as novas tendências de marketing é fundamental para o sucesso de empresas dos mais variados portes e ramos. Afinal, trata-se da prática que representa a capacidade que uma companhia tem de elaborar e de adotar estratégias únicas e eficazes para se destacar da concorrência, atraindo clientes e impulsionando o desenvolvimento dos negócios.

Dessa forma, podemos dizer que estar por dentro das Marketing Trends é mais do que um diferencial: é uma necessidade. Com o aumento da competitividade, a evolução tecnológica e as mudanças nos hábitos dos consumidores — que estão cada vez mais exigentes —, as empresas precisam se reinventar. Do contrário, ficarão para trás.

Implementando novas estratégias e aproveitando tudo que a transformação digital tem para oferecer, torna-se mais fácil gerar uma nova conexão com os clientes. Na prática, é viável se adaptar ao mercado e atender às demandas dos consumidores com proatividade.

A propósito, quer dominar mais a fundo como a relação com o seu público-alvo pode fazer toda a diferença nos seus resultados? Então, assine a nossa newsletter e receba mais conteúdos como este na sua caixa de entrada!

1. Atração de novos clientes

Voltar o olhar para as Marketing Trends faz toda a diferença quando se trata da ampliação do alcance do público. A implementação de estratégias inovadoras tende a chamar a atenção de novos consumidores em potencial, elevando também a base de clientes.

2. Aumento da eficiência

Por meio da adoção de novas tecnologias e de novos processos, é possível tomar decisões mais precisas e que vão influenciar diretamente a eficácia e a economia das campanhas de marketing.

3. Elevação do destaque da marca

Há que se levar em conta que as tendências de marketing possibilitam que uma empresa consiga se destacar em um mercado saturado. Afinal, a criação de uma imagem única e atrativa se torna um grande diferencial perante o público e, claro, diante da concorrência.

4. Retenção dos clientes

A atenção voltada às tendências de marketing para 2024 também tende a colaborar (e muito!) para o aumento da fidelização dos clientes. A razão? Simples!

Há que se levar em conta que estar antenado às novidades viabiliza a criação de experiências inesquecíveis e que garantem o retorno dos consumidores. Aliás, vivências realmente memoráveis chamam a atenção até do público-alvo que já compõe a sua base, viu?!

5. Adequação às inovações

Estar atento a tudo que tem a ver com as tendências de marketing também ajuda a empresa a acompanhar as novidades, claro. Basicamente, a companhia consegue se alinhar às tendências do mercado e do seu nicho e, com isso, pode atender às demandas dos consumidores.

1. Conteúdos em vídeo

Estudos mostraram que os brasileiros têm preferência pelo consumo de conteúdos no formato de vídeo. Você sabia que, só no primeiro semestre de 2023, por exemplo, o conteúdo em vídeo atingiu 99,2% dos lares brasileiros? Pois é!

Não é à toa que profissionais de marketing de todo o mundo estão investindo expressivamente na modalidade. Inclusive, no que diz respeito ao marketing digital, as Marketing Trends revelam que, agora, os vídeos curtos estão em alta.

Em 2022, os mais solicitados pelos internautas foram aqueles com duração entre três e seis minutos, independentemente da sua natureza. De toda forma, é indiscutível que os vídeos precisam fazer parte das suas ações de marketing em 2024, concorda?!

Esse grande crescimento já era de se esperar, uma vez que a Internet é um ambiente altamente dinâmico, e os vídeos oferecem essa praticidade e o entretenimento que as pessoas estão buscando. Ou seja, em comparação aos textos, por exemplo, são conteúdos mais facilmente consumidos.

2. Microinfluenciadores

Inicialmente, já é preciso destacar que a tendência da formação de parcerias com os populares influenciadores não desapareceu. No entanto, passou, sim, por algumas mudanças, levando em conta os conceitos de marketing que vão vigorar em 2024.

Agora, a grande sacada envolve a aposta nos microinfluenciadores, sabia?! Ou seja, a parceria com grandes influenciadores digitais já foi a tática principal para muitas marcas — e até continua sendo para uma parcela expressiva delas; não há como negar.

Contudo, em vez de tentar influenciar um número alto de pessoas, as Marketing Trends para os próximos anos nos mostram que a pedida ideal é aproveitar a identificação que o seu público-alvo tende a ter com pessoas "mais comuns", digamos assim. Em outros termos, a sua audiência quer se conectar com pessoas que parecem "gente como a gente" de verdade.

Estamos falando daquelas que passam uma mensagem mais sincera e verdadeira, que vivenciam a realidade do dia a dia e que não parecem ser "figuras intocáveis", com uma vida que transmite a ideia de ser inalcançável para nós. O segredo não é agradar ao grande público, mas, sim, à sua persona, viu?!

O propósito da sua marca deve ser fazê-la se identificar com esses microinfluenciadores. Afinal, você quer realmente transmitir valor e proximidade para o grupo de pessoas que a sua empresa almeja atingir, certo?!

Saiba mais sobre tipos de influenciadores no vídeo abaixo:

3. Marketing de podcast

O Brasil é o país que mais consome podcasts no mundo, de acordo com uma pesquisa do DataReportal 2023. 42% dos usuários de internet no país, com idades entre 16 e 64 anos escutam podcasts todas as semanas. A tendência pega carona no consumo de vídeos que também são sucesso no mercado nacional e apontam continuidade no mercado global. Aliás, de acordo com a nossa pesquisa Social Media Trends, videocasts fazem parte da estratégia de crescimento de 7% dos respondentes.

Apesar do crescimento exponencial do formato nos últimos anos (são 3 milhões de podcasts existentes em todo o mundo, sendo 196 mil apenas no Brasil) podcasts estão longe de se tornar um formato saturado. Espera-se em quem 2024, 1/4 da população mundial escute e consuma podcasts, de acordo com pesquisa do Listen Notes. O investimento no formato, portanto, é uma ótima pedida para aumentar a relevência da sua marca.

4. TikTok

TikTok surgiu e, em pouco tempo, já se revelou uma grande "explosão", mostrando que veio para mudar a forma como os conteúdos em vídeo são criados. Até porque, como vimos, existe, sim, uma forte tendência ao consumo de vídeos mais curtos por parte dos usuários — e é por isso que a rede social "decolou" de verdade!

Em 2022, por exemplo, o TikTok manteve o título já conquistado em 2021 — quando houve cerca de 656 milhões de downloads — e continua sendo o aplicativo mais baixado no mundo inteiro, com 672 milhões de downloads nas lojas da Apple e do Google. Um dado bastante significativo, não?!

Em 2023, aplicativo chegou ao total de 3,5, bilhões de downloads desde que foi lançado em 2016, sendo que 90% dos usuários acessam diariamente. De acordo com um ranking realizado por meio de dados da DataReportal, o Brasil tem 82,2 milhões de usuários com 18 anos ou mais.

Entre as principais tendências está a criação de conteúdos engraçados, contratação de influenciadores para aumentar a visibilidade, anúncios pagos, lives, participação nas trends, entre outros.

Inclusive, o TikTok já ficou à frente de outras redes sociais altamente relevantes, como o Instagram (que ocupa o 2º lugar) e o WhatsApp (que permanece em 3º). Diante disso, em termos de Marketing Trends, os números apontam para um sucesso ainda mais expressivo, e o app permanece uma forte tendência para o marketing digital em 2024.

5. Personalização e uso de Inteligência Artificial (IA)

De modo geral, os dados e as informações estão se mostrando cada vez mais valiosos, não só para a geração de leads, mas também para a entrega de uma experiência diferenciada para o consumidor — um atendimento que alcança (e, possivelmente, supera) as suas expectativas. Com o uso da Inteligência Artificial (IA), por exemplo, passou a ser possível personalizar tais experiências.

Na prática, as empresas já conseguem identificar as preferências de cada um dos seus usuários. A medida, por sua vez, garante um engajamento ainda maior nos sites institucionais e/ou nos aplicativos. E o mesmo vale para as redes sociais, viu?!

De acordo com pesquisa feita pela IBM, até 2024, 32% das marcas vão usar a IA para compreender as percepções e sentimentos dos seus clientes, o que vai levar a um crescimento de 50% no volume de vendas. Isso significa que a inteligência artificial estará presente em todos os pontos de contato na jornada do cliente.

A automação e a omnicanalidade podem contribuir (e muito!) para oferecer uma interação verdadeiramente "customizada" à sua audiência. Afinal, ambas permitem que haja uma comunicação mais clara e o reconhecimento de cada uma das pessoas.

Uma possibilidade para o marketing é oferecer uma experiência digital com uma assistente de voz, tendo em vista que em pesquisa feita pela consultoria de análise de dados Ilumeo, 48% dos entrevistados faz uso dessas ferramentas ao menos uma vez por semana.

Contudo, eis o que é importante de verdade: não esquecer que os indivíduos que integram o seu público-alvo desejam ser tratados como pessoas. Eles querem ser reconhecidos e, claro, ter as suas necessidades atendidas de uma forma individualizada.

Quando falamos de inovação, também é importante ressaltar o avanço da IA Generativa (GenAI), como o ChatGPT. Pesquisa recente da McLinsey, aponta que 40% dos entrevistados aumentarão os investimentos em IA devido aos avanços da GenAI. Além disso, 60% das empresas que adotara a IA já estão utilizando GenAI.

As funções que mais usam essas novas ferramentas são aquelas que utilizam a Inteligência Artificial de modo geral, como vendas, marketing, desenvolvimento de produtos e serviços e operações de serviços (atendimento ao cliente, por exemplo).

A IA também pode ser implementada no dia a dia da empresa por meio de chatbots, Business Intelligence, Realidade Aumentada, Internet das Coisas, Criação de Dados, Segurança de dados, entre outros.

Portanto, utilizar ferramentas de Inteligência Artificial para ajudá-lo a entregar uma experiência mais positiva e alinhada às demandas de cada consumidor da sua marca tende a ser o grande trunfo da sua empresa, viu?! E não estamos nos limitando a Marketing Trends para 2024, mas, sim, para o futuro — como um todo.

6. Diversidade

A diversidade é um tema que permanece em alta no mercado de trabalho. Progressivamente, as empresas têm percebido a importância de criar times compostos por profissionais com diferentes perfis para atingir resultados ainda melhores na comercialização dos seus produtos e/ou serviços.

Inclusive, inúmeras métricas têm sido adotadas pelas organizações para monitorar o seu próprio quadro de colaboradores e verificar se a admissão de talentos vem prezando ou não pela diversidade. No entanto, não é exclusivamente na oferta de vagas de trabalho que essa tendência tem predominado, viu?!

O departamento de marketing também precisa considerar a pluralidade em 2024, até porque essa é uma bandeira que tem sido cada vez mais levantada na sociedade atual. O objetivo? Simples! Os negócios querem garantir que as pessoas vão se identificar com uma determinada marca e/ou com uma solução específica. Então, é preciso que haja uma abordagem que viabilize o alcance de indivíduos com variados perfis, concorda?!

Aliás, outro detalhe muito relevante diz respeito à acessibilidade digital. A iniciativa ainda não é praticada pela maioria das corporações, mas precisa ser colocada em pauta, já que, no Brasil, existem cerca de 18,9 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência.

Há, por exemplo, aproximadamente 6,5 milhões de indivíduos com algum tipo de deficiência visual severa. E aí? Você já refletiu o quanto tal cenário interfere na interação da sua audiência com os conteúdos digitais? Pois é!

Ainda é imperativo, é claro, considerar outras condições — como as deficiências auditivas, a dislexia e a epilepsia. Acredite: tudo isso gera implicações significativas no modo como será construído o conteúdo a ser oferecido para a sua audiência, visando a atender a uma diversidade de usuários bem mais ampla.

Empresas que adoram a inclusão e diversidade no marketing pode usufruir de alguns benefícios, por exemplo:

  • aumento da conscientização da marca, já que conquista maior visibilidade e reconhecimento, além da atração de uma base de clientes mais ampla;
  • crescimento sustentável, pois cria um ambiente mais acolhedor e que pode levar a uma maior crescimento a longo prazo;
  • estímulo à inovação, já que empresas inclusivas tendem a ser mais inovadores e criativas, considerando que trazem perspectivas únicas e experiências variadas.

7. Conteúdo humanizado

Também é esperado que a produção de conteúdos humanizados no âmbito digital — quando se fala em Marketing Trends — continue crescente no ano de 2024. Afinal, as organizações permanecem buscando se aproximar de um diálogo mais espontâneo, gerando uma identificação forte com o seu público-alvo. De acordo com pesquisas recentes,

O intuito é elaborar um conteúdo autoral, autêntico e criativo, com maiores chances de destaque, objetivando a disseminação da mensagem que a marca quer transmitir. Em outras palavras, trata-se de uma abordagem que procura alcançar uma conexão mais pessoal com os clientes do seu negócio, mostrando a personalidade da corporação.

Inclusive, quando os conteúdos humanizados são adequadamente elaborados, tendem a representar ferramentas muito potentes para se conectar com os seus consumidores e para construir relacionamentos genuínos, sabia? Basta refletir que, a partir do consumo desse tipo de material, o público consegue ter a sensação de que está interagindo com indivíduos reais.

Ou seja, a medida estabelece uma sensação de confiança. Aliás, para que essa humanização seja verdadeiramente aplicada, é superinteressante recorrer a uma espécie de "passo a passo", o que abrange:

  • contar histórias, já que a iniciativa representa uma excelente pedida para se conectar de verdade com as pessoas e, inclusive, para estabelecer uma ligação emocional;
  • utilizar uma linguagem mais humana, natural e de fácil compreensão;
  • apresentar a personalidade da marca ao seu público-alvo, tendo em mente que ela deve ser única e gerar reflexos perceptíveis na comunicação com a sua audiência.

Além disso, não se esqueça de que, à medida que os consumidores vão se tornando mais exigentes, a busca de companhias que sejam mais humanas tende a aumentar. É esperado que as pessoas valorizem cada vez mais o "simples" — em todos os contextos.

8. Criação de comunidades

Aproveitando o gancho do tópico anterior, por meio das comunidades, como sabemos, um grupo de pessoas consegue se reunir on-line para compartilhar interesses em comum. E aí? Que tal aproveitar essa ferramenta para se conectar com os seus clientes de uma maneira mais envolvente e autêntica? Já pensou nisso?!

Em uma pesquisa feita pela HubSpot, os profissionais de marketing entendem que ter uma comunidade online ativa é uma das chaves para o sucesso de 2023, já que 1 em cada 5 usuários de mídia social se juntou ou participou de uma comunidade online nos últimos meses

Ao criar uma comunidade, você pode, por exemplo:

  • gerar leads e vendas, já que o recurso pode ser utilizado para a promoção dos produtos e/ou dos serviços da sua marca, bem como para a interação com os membros que têm algum tipo de interesse nas suas soluções;
  • estabelecer um senso de pertencimento, pois as comunidades devem ser aproveitadas para gerar conexão entre os clientes e, claro, entre os consumidores e a própria companhia de um modo muito mais marcante;
  • aprimorar a experiência dos clientes, haja vista que a ferramenta também pode ser usada para melhorar a vivência do seu público com a marca — inclusive com a coleta de feedbacks e com a resolução de reclamações e de eventuais problemas relatados.

A propósito, em meio às plataformas que podem ser usadas para a criação de comunidades, estão o WhatsApp e o Telegram, já bastante populares. O X (antigo twitter) com 237,8 milhões de usuários ativos diários, é uma plataforma com muito potencial para as companhias aumentarem o reconhecimentos e construírem a personalidade de sua marca.

No entanto, é claro, você também pode optar por soluções especializadas — tudo depende da percepção que você quer transmitir à sua audiência: acessibilidade e proximidade ou profissionalismo?

9. Comunicação inclusiva

A comunicação inclusiva é uma novidade do marketing digital que está ganhando popularidade — pode-se assim dizer. O fato é que o mundo é amplamente diverso, e as pessoas, é claro, estão sempre em busca de marcas que refletem as suas experiências.

Pesquisa do Big Data Corp, em conjunto com o Movimento Web para todos, apontou que somente 0,46% dos sites foram considerados acessíveis em 2022. Além disso, menos de 10% dos anúncios retratam pessoas com 65 anos ou mais, sendo que estes representam em torno de 15% a 28% da população em países desenvolvidos. Outro ponto interessante é que 71% dos indivíduos esperam que as marcar promovam a inclusão e diversidade no seu marketing online.

Então, naturalmente, as empresas que prezam pela inclusão e pela diversidade têm ocupado um lugar de destaque no mercado. Essas corporações conseguem se conectar com um número de clientes mais expressivo e, inclusive, construir relacionamentos mais sólidos.

Além disso, elas têm maiores chances de alcançar sucesso com as iniciativas de marketing implementadas. Afinal, geralmente, as campanhas não só tratam de temas inclusivos e universais, mas abrem espaço para uma conexão emocional com o público.

A comunicação, por sua vez, mostra que os empreendimentos se preocupam de verdade com as pessoas. Como resultado, a tendência é de que a reputação das marcas se torne mais positiva no mercado, viabilizando o atingimento de melhores resultados. Ou seja, estamos falando de uma tendência de marketing "ganha-ganha".

10. IA no processamento de dados

Outra ferramenta que deve ganhar destaque entre as Marketing Trends de 2024 é a Inteligência Artificial (IA) no processamento de dados, já que a tecnologia tem uma aplicabilidade diversa. A extensa inovação tecnológica no setor de dados estimulou 60% dos investimentos governamentais em IA e análise de dados que vão impactar de forma direta nas decisões e resultados operacionais em tempo real.

  • Com o seu avanço, as organizações vêm usando a IA:
  • para aprimorar a personalização;
  • para automatizar os seus processos;
  • para ofertar suporte aos consumidores;
  • para analisar dados em grande escala etc.

A grande verdade é que a Inteligência Artificial viabiliza a criação de experiências bastante significativas para a audiência. Consequentemente, o cenário impulsiona o envolvimento dos consumidores e promove a fidelização e o engajamento.

Inclusive, o departamento de marketing é um dos segmentos que mais utilizarão a IA para otimizar as atividades cotidianas a partir dos algoritmos inteligentes. A ideia é aplicá-la na execução de campanhas, na identificação de tendências e na geração de insights que vão contribuir para tomadas de decisões mais estratégicas, por exemplo.

Portanto, tenha em mente que a Inteligência Artificial vai continuar moldando o futuro das ações de marketing. Além disso, é indiscutível que a tecnologia colaborará para a capacitação das marcas em prol do alcance dos seus objetivos e das suas metas — principalmente pelos impactos gerados por meio desses processos.

1. Analise os seus concorrentes e o seu nicho de mercado

Antes de recorrer a uma inovação, é indispensável entender bem o seu nicho e observar os seus concorrentes no ramo de atuação da sua empresa. Inclusive, é necessário fazer uma análise de mercado precisa para encontrar eventuais gargalos, tendências emergentes e possíveis lacunas que não foram aproveitadas.

Estudar o que a sua concorrência está fazendo e detectar as áreas em que é viável se diferenciar com abordagens inovadoras é determinante. Afinal, a ideia é sair do "lugar-comum" e atingir patamares mais altos, né?!

2. Defina objetivos e metas claras

Estipular objetivos e metas específicas para inovar nas estratégias de marketing é também essencial para o alcance dos resultados almejados. O ideal é definir o que se pretende alcançar com as ações de marketing, como:

  • expandir a base de clientes;
  • aumentar a conscientização da marca;
  • conquistar uma melhor retenção de consumidores etc.

Não se esqueça de que ter metas realmente claras vai ajudá-lo na orientação quanto ao processo de inovação, combinado?!

3. Crie um ambiente propenso à inovação

A criação de uma cultura organizacional que tenha como foco a promoção da inovação é essencial para o êxito da abordagem. É necessário encorajar a equipe para que os integrantes colaborem com sugestões e ideias criativas e, claro, disponibilizar recursos e tempo para a experimentação.

Aliás, aceitar riscos analisados e estar preparado para imprevistos é imperativo para que a empresa possa aprender com os erros durante a sua trajetória.

4. Dê espaço para novas abordagens

Aproveitando o gancho, é válido destacar que, na maioria dos casos, a inovação engloba a experimentação. A sua empresa não pode ter receio de testar novas abordagens e estratégias — mesmo que fazê-lo a leve para fora da sua zona de conforto.

Para impulsionar essa ideia, é preciso adotar novas plataformas de mídia social, elaborar conteúdos criativos e recorrer à aplicação de tecnologias emergentes. Portanto, seja receptivo ao novo, combinado?!

5. Contribua com o time

Outro ponto-chave envolve incentivar a colaboração entre os mais variados setores da empresa. A inovação surge com a combinação de diversas perspectivas.

Então, aproveite o momento para reunir equipes de marketing, de desenvolvimento de produtos, de Tecnologia da Informação (TI) e as demais áreas. Invista em brainstorming e na criação de táticas inovadoras!

6. Adote estratégias de Growth Marketing

Aí está um passo necessário para o impulsionamento do planejamento desenvolvido, viu?! O Growth Marketing é uma estratégia de vendas, de captação e de retenção de clientes, que visa a aumentar o crescimento notável (e rápido) das empresas.

No entanto, para atingir o resultado esperado, algumas medidas devem ser aplicadas, o que inclui:

  • explorar os canais de marketing não tradicionais e de baixo custo, como o marketing viral e o marketing de influência;
  • utilizar testes para otimizar com frequência as campanhas voltadas à aquisição de clientes;
  • investir na análise de dados avançada para encontrar lacunas no funil de conversão e implementar melhorias;
  • utilizar a automação de marketing para elaborar campanhas personalizadas e automatizadas, que verdadeiramente contribuam para o aumento do envolvimento do cliente e para a sua retenção.

Também é imperativo ressaltar que esse tipo de estratégia não só impulsiona a inovação, viu?! A medida igualmente colabora para o dimensionamento do negócio de forma sustentável.

7. Mensure o Retorno Sobre o Investimento (ROI)

Também é indispensável mensurar o Retorno Sobre o Investimento (ROI) das estratégias aplicadas, combinado?! Portanto, sempre acompanhe as métricas relevantes, como as taxas de cliques, as taxas de conversões, o impacto nas vendas, o nível de engajamento nas redes sociais etc.

A propósito, você pode usar a análise de dados para avaliar o desempenho das estratégias inovadoras. A partir disso, torna-se possível realizar ajustes quando for preciso.

8. Considere os feedbacks

Mais uma excelente pedida é considerar os feedbacks recebidos pelos clientes e pelo mercado em geral. Escute o que o público tem a dizer a respeito das estratégias inovadoras e, claro, esteja disposto a realizar as correções com base nessas opiniões e nas sugestões coletadas. A adaptação contínua é essencial para o sucesso a longo prazo quando se fala em Marketing Trends.

9. Mantenha-se atualizado

A busca da inovação é um processo crucial e contínuo, até porque objetiva assegurar a fidelização dos clientes. Então, procure sempre estar por dentro das tendências emergentes do seu segmento e das tecnologias que não podem ficar de fora das suas campanhas de marketing.

Além disso, mantenha-se flexível e esteja pronto para corrigir as táticas executadas à medida que o marketing vai passando por diferentes evoluções, viu?! O propósito é prepará-lo para integrar a inovação ao plano de marketing e para elaborar medidas efetivas e que impulsionem o desenvolvimento e a relevância da sua marca.

Agora que você está por dentro das Marketing Trends para 2024, é hora de perceber que este é o momento de identificar quais delas realmente fazem sentido para a sua empresa. Assim, você pode finalmente "colocar a mão na massa" e fazer o seu negócio crescer, direcionando bem os seus esforços!

Inclusive, essa tarefa vai ficar mais simples se você aprofundar os seus conhecimentos acerca do tema, né? Então, que tal baixar o nosso modelo de plano de marketing?! Aproveite a oportunidade!

Nova chamada à ação

Artigos relacionados

Somos comprometidos com a sua privacidade. A HubSpot usa as informações que você nos fornece para entrar em contato sobre conteúdo, produtos e serviços relevantes. Você pode cancelar a assinatura dessas comunicações a qualquer momento. Para ter mais informações, consulte a nossa Política de Privacidade.

Veja como criar uma página de vendas que trará mais conversões para o seu negócio

Marketing software that helps you drive revenue, save time and resources, and measure and optimize your investments — all on one easy-to-use platform

START FREE OR GET A DEMO