Tudo o que você precisa saber sobre podcasts!

Guia grátis
Rakky Curvelo
Rakky Curvelo

Publicado:

Com tantos avanços digitais, era de se esperar que conteúdos de áudio fossem, aos poucos, perdendo espaço no mercado. Mas o que aconteceu foi exatamente o oposto. Tudo sobre podcast começou a despertar nas audiências o interesse por programas dentro desse formato. Não à toa, várias empresas e pessoas empreendedoras começaram a investir nesse canal.

pessoa gravando um podcast

Os números não mentem — um estudo recente da Nielsen, em parceria com a Edison Research, a mostra que audiência geral de podcasts cresceu 68% nos últimos 5 anos. Só no Brasil, 76% da população já ouviram esse tipo de conteúdo em algum momento em 2021 — era de apenas 40% em 2019. Dentro desse cenário, portanto, é essencial entender tudo sobre o formato.

 

Guia grátis

Aprenda as principais técnicas para criar um podcast de sucesso

Da pauta à edição, da finalização à distribuição, tudo o que você precisa saber para criar o seu podcast

 

Como funciona um podcast? Quais são as principais razões — além dos motivos apresentados acima — para investir na produção de conteúdo de áudio? Continue a leitura para entender um pouco mais sobre o crescimento desse fenômeno digital!

Existem diversos formatos para a gravação de um podcast. Um apresentador pode ter uma banca fixa de participantes e sempre trazer um convidado para falar sobre um determinado assunto, por exemplo. Outro modelo muito comum é a gravação de apenas um apresentador abordando um tema e dando a sua opinião, revelando informações e comentando sobre assuntos relacionados. Outro formato que faz sucesso é o chamado storytelling, que um narrador cria uma narrativa e conta uma história.

Existe uma infinidade de possibilidades para quem deseja criar um podcast. Esse conceito surgiu a partir da união entre “iPod” e “Broadcast”. O recurso da Apple permitia que usuários baixassem arquivos de áudio para ouvir em seus dispositivos quando e como quisessem. Mais que uma curiosidade, essa explicação sintetiza bem do que se trata: praticidade.

A ideia é poder levar no bolso, por meio de um dispositivo móvel, um conteúdo de áudio. Inclusive, 86% da audiência utiliza o smartphone para isso, conforme mostra o Guia de Podcast Advertising 2022. A principal diferença em relação ao rádio é a possibilidade de definir a hora que você quer ouvir o episódio. Sendo assim, os podcasts podem ser comparados aos serviços de streaming, oferecendo maior praticidade e uma melhor experiência para o usuário.

Quer falar sobre marketing digital? Sem problemas, você pode fazer conteúdos sobre e-mail marketing ou geração de leads. O programa pode ser gravado diretamente em uma plataforma para distribuição do programa ou com o auxílio de alguma ferramenta de captação de áudio.

É importante entender também a demanda do seu público, pois não se trata de um formato datado. Por isso, vale produzir conteúdos que podem ser interessantes mesmo após um ano da sua gravação.

Um ciclo básico de um podcast seria assim:

  • definição de um tema macro e assuntos relacionados;
  • escolha de um formato — apresentador ou convidados, estilo de um programa de rádio ou outro modelo etc.;
  • seleção da ferramenta para gravação do conteúdo;
  • produção do conteúdo de cada episódio;
  • disponibilização em uma plataforma de reprodução, como Spotify, Apple Podcasts, Deezer ou SoundCloud;
  • divulgação do material com estratégias de marketing digital.

[E-book grátis] Como criar um  podcast para o seu negócio

Para que serve o podcast?

A proposta de base de qualquer podcast é entreter o ouvinte. Ele diverte, ajuda a distrair e proporciona lazer e/ou ócio para quem precisa, independentemente do local ou do dispositivo eletrônico usado. Porém, não se engane: ele não se limita a apenas isso.

O podcast também pode ser informativo, dedicando-se a levantar temáticas que proporcionem reflexão, aprendizado e debates sobre questões complexas da sociedade. Tudo depende do tipo de conteúdo que os criadores do programa pretendem trabalhar (e como vão fazer isso).

É por esse motivo que, ao fazer uma pesquisa rápida na internet e nas plataformas de streaming, você percebe haver podcasts de diferentes segmentos. Por exemplo, aqueles dedicados à música, ao cinema e à cultura pop, ao debate geopolítico, ao cenário econômico, à religião, às causas sociais, à gastronomia etc. Os idealizadores de podcasts têm um campo diverso para explorar.

Por que está tão em alta?

Existem alguns fatores que contribuem com a popularização dos podcasts, a começar pelo consumo crescente de streamings de áudio, como Spotify, Deezer, Amazon Music, Tidal, Apple Podcasts e por aí vai. Esses aplicativos somam milhões de downloads em sistemas iOS e Android. Só a Deezer, por exemplo, tem mais de 100 milhões de downloads apenas na Google Play.

Mas não para aí, já que a maioria das plataformas pode ser acessada sem custo. Elas ainda investem continuamente na expansão do catálogo de programas para alcançar mais nichos de mercado. Lembrando que, inicialmente, muitos usuários baixam esses aplicativos com o propósito de ouvir músicas, mas acabam descobrindo mais conteúdos multicanais disponíveis.

As pessoas passam não apenas a explorá-los, mas a acompanhá-los regularmente e, inclusive, a divulgá-los organicamente em suas redes sociais. Inclusive, cada vez mais influenciadores digitais, marcas e outras celebridades da internet têm não apenas participado de programas do tipo, como montado suas versões de podcast — mesclando o tradicional áudio com o vídeo, para versões que podem tanto ser ouvidas quanto assistidas.

Esse fenômeno ajuda a popularizar o formato do podcast em nas redes sociais, como o Instagram, o Tik Tok e o YouTube. Alguns exemplos bem representativos são o Podcast Inteligência LTDA, o Podpah, o POD Delas e o Quem Pode, POD, que têm seus canais no YouTube.

Qual é o cenário dos podcasts no Brasil e no mundo?

Os podcasts se tornaram um elemento presente na rotina de muitas pessoas. Saiu de casa para ir ao supermercado? Por que não ouvir um debate sobre política ou ficar bem informado sobre economia? Quer ir além e aumentar a utilidade do podcast? Sem problemas, escolha um programa sobre marketing digital e fique atualizado sobre as principais tendências da área.

Mas quais são os números que reforçam o impacto dos podcasts no Brasil e no mundo? Começando pelo exterior, um levantamento da Infinite Dial 20 mostra que 68 milhões de norte-americanos ouvem esse tipo de conteúdo semanalmente. Além disso, 75% da população nos Estados Unidos já está familiarizada com o termo 'podcasting', enquanto 55% já ouviu algum episódio ou programa.

No Brasil, o nível de fidelização dos podcasts é cada vez maior. Para início de conversa, o mercado cresceu mais de duas vezes no intervalo de um ano. Outro dado curioso é a motivação da audiência: 64% dos ouvintes utiliza esse meio como fonte de informação relevante e entretenimento.

Além de uma forma de criar um vínculo com o seu público, os podcasts podem ser úteis para a publicidade. Isso mesmo, a audiência é tão fidelizada no Brasil que isso se reflete em anúncios e propagandas.

Segundo a PodPoesquisa 2019, a maioria da audiência brasileira está disposta a pagar e/ou comprar um produto ou serviço anunciado no programa que ouve. O mais relevante é que 50% do público pagaria por conteúdos exclusivos dos podcasts que acompanha.

Por que produzir conteúdo nesse formato?

Se você continua na dúvida do impacto positivo que um podcast pode proporcionar ao seu planejamento estratégico de marketing digital, confira alguns motivos para mudar essa opinião!

Leads qualificados

Mesmo que não pareça, o podcast é uma excelente alternativa para o trabalho de geração de leads qualificados. Em uma estratégia de marketing de conteúdo, o formato de áudio pode ser ideal para construir uma audiência segmentada e, consequentemente, entender mais sobre o comportamento do seu público, permitindo um contato próximo com esses usuários.

Baixo custo

Outra vantagem de produzir podcasts é o custo envolvido na criação. Com a transformação digital, o acesso às ferramentas e soluções para criar um programa de áudio ficou mais fácil e barato. Assim, mesmo que não haja uma equipe especializada no assunto ou um orçamento significativo disponível, é possível desenvolver materiais relevantes e de qualidade para a audiência.

Mobilidade

A sua equipe passou a trabalhar no modelo home office ou os entrevistados não querem se deslocar? Sem problemas, o podcast é um formato de conteúdo que oferece muita mobilidade e flexibilidade para os responsáveis pela sua produção. Você e a sua equipe podem gravar os episódios de qualquer lugar, remotamente, utilizando as ferramentas que acharem ideais.

Publicidade

Além do trabalho de brand awareness e produção de conteúdo, os podcasts podem resultar em novas fontes de recursos para a sua empresa. A partir do momento que você construir uma audiência fixa, torna-se mais fácil vender espaços no seu programa para anunciantes em potencial. Afinal, uma audiência segmentada é tudo o que uma marca deseja ao fazer um anúncio, certo?

Quais os tipos de podcasts?

Os podcasts podem ter duas categorias, em áudio e em vídeo. A primeira é aquela produzida para exibição exclusiva no formato tradicional desse tipo de conteúdo, que faz referência aos antigos programas de entretenimento e informação das rádios.

A segunda categoria é aquela planejada para ser consumida prioritariamente em vídeo. Nesses tipos de podcast, é possível assistir à condução, gravação e até mesmo edição do programa. A proposta é trazer o espectador o mais perto possível para a atmosfera do podcast.

Em quais locais produzir podcasts?

Você pode produzir podcasts em estúdios audiovisuais. Esse é o espaço mais adequado não só por questões de acústica, mas também pelos recursos e ferramentas de edição disponíveis no local. É possível fechar parcerias, alugar uma sala ou então contratar os serviços para a elaboração do programa.

Caso essa alternativa não seja viável, é possível adaptar ambientes para a produção do podcast. O importante é contar com equipamento profissional para a melhor captação de áudio e isolamento de ruídos. Além disso, programas de edição são indispensáveis para a estruturação dos episódios, inserção de efeitos especiais e criação de vinheta de abertura.

Como se preparar para gravar?

Para se preparar para gravar um podcast, duas etapas são essenciais. A primeira é estudar o assunto a ser abordado no episódio. Para isso, faça um cronograma de tópicos que devem ser pesquisados, incluindo as mais recentes atualizações sobre eles.

O segundo passo é checar com os convidados temas sensíveis para eles, que devem ser deixados de fora do bate-papo. Isso é fundamental para evitar situações embaraçosas que possam repercutir negativamente.

As plataformas que podem receber os podcasts são muito populares hoje em dia pelo público consumidor de streaming. Confira as principais opções para publicar podcasts!

1. SoundCloud

Uma das plataformas mais comuns para a disponibilização de arquivos de áudio é o SoundCloud. Muito popular entre artistas que estão iniciando a sua carreira, o site também é explorado por quem produz podcast. Além de poder armazenar gratuitamente horas de gravação, a ferramenta fornece uma série de insights valiosos sobre o desempenho de cada programa.

2. Wix

Wix uma ferramenta conhecida por quem quer criar páginas na web com layouts e design de qualidade sem precisar de muito conhecimento ou, até mesmo, investimento financeiro. O que pouca gente sabe é que a empresa oferece uma plataforma para hospedagem de podcasts. Além de possibilitar a criação de um layout personalizado, a integração com outras plataformas é uma vantagem.

3. Spotify

A plataforma mais conhecida e responsável pela disseminação dos podcasts é o Spotify. Com quase 300 milhões de ouvintes em todo o mundo, o aplicativo é muito popular e ainda oferece recursos fundamentais para quem deseja produzir os seus conteúdos.

Adotando uma mentalidade data-driven, o Spotify tem uma página dedicada para apresentar dados sobre os seus programas e os seus ouvintes. O Spotify Ad Studio é uma excelente maneira de otimizar o desempenho do programa e, claro, a estratégia de marketing digital da qual ele faz parte.

4. Google Podcasts

Já pensou ter o seu podcast em destaque no principal buscador da internet? O Google Podcasts é uma alternativa muito útil (e visada) para divulgar conteúdo, pois reúne os principais programas de todo o mundo em um único lugar, sempre com o suporte que já é tradicional da empresa norte-americana.

5. Amazon Music

A plataforma de streaming de música e podcasts da Amazon oferece um vasto catálogo de milhões de músicas para streaming e download. Ela também disponibiliza playlists personalizadas, estações de rádio e integração com dispositivos Alexa, tornando-a uma escolha popular para amantes da música e de podcasts.

6. Apple Podcasts

A plataforma de podcasts da Apple é uma das maiores e mais conhecidas do mundo, oferecendo uma vasta biblioteca de programas de áudio de diversos gêneros, incluindo notícias, entretenimento, educação e muito mais. Os usuários podem assinar seus podcasts favoritos, baixar episódios e ouvi-los em dispositivos iOS e Mac.

7. Globoplay

Esse é o serviço de streaming de vídeo brasileiro que oferece uma ampla gama de conteúdo produzido pela Rede Globo, incluindo novelas, séries, programas de entretenimento, notícias e esportes. É uma escolha popular no Brasil para assistir a conteúdos televisivos sob demanda, incluindo programas exclusivos, podcasts e transmissões ao vivo.

Quais práticas devem ser adotadas ao criar um conteúdo relevante e de sucesso para a sua persona? Preparamos uma lista com as dicas mais importantes, de modo que o seu podcast seja, de fato, útil para a estratégia de marketing da sua empresa.

1. Defina o tema do podcast

O primeiro passo para montar um podcast de sucesso é definir o tema. Como mostramos, o número de interessados é grande, mas o de produtores também. Dessa forma, é necessário analisar bastante o perfil da audiência que você quer impactar e entender quais assuntos podem ser relevantes. Caso já tenha um blog, ele pode ser utilizado como parâmetro para fazer essa avaliação de forma precisa.

2. Monte o planejamento de conteúdo

Após a definição do tema macro do seu podcast, é hora de escolher quais vão ser os conteúdos abordados ao longo de cada semana, mês ou quinzena. Assim como você cria um planejamento para definir as postagens nas suas redes sociais, o mesmo deve ser feito com a produção do podcast. Quais tópicos são mais relevantes e devem ser abordados em quais períodos? Tudo isso precisa ser definido durante o planejamento.

3. Escolha um formato de apresentação

Com essa parte estrutural mais próxima de uma definição, é hora de escolher o formato de apresentação. Quantos participantes vão ser fixos e quais serão os papéis de cada um deles? Um programa de entrevista pode ser excelente, mas criar um formato que seja apenas de comentários de um especialista também é interessante para a audiência.

4. Convide entrevistados

Caso queira seguir o caminho das entrevistas — o que é recomendado para tornar os conteúdos mais atrativos e menos repetitivos —, é hora de começar a convidar os possíveis especialistas. Vai falar sobre SEO? Procure por quem domine o assunto, mas que também demonstre desenvoltura para participar do episódio. A forma como o convidado se comporta ao longo da entrevista é essencial para o sucesso do programa!

5. Produza um roteiro

Por mais que você e a sua equipe decidam seguir com um modelo fluido e livre na gravação do podcast, é importante ter um roteiro. A ideia é não deixar que os assuntos centrais do programa sejam deixados de lado. Muitas vezes, a conversa pode levar para um caminho e, apesar de interessante, é importante que o apresentador conduza o episódio de volta ao seu foco principal.

6. Edite a gravação do conteúdo

Ouvir tudo o que foi falado, fazer os cortes necessários e deixar o conteúdo enxuto é fundamental para melhorar a experiência do ouvinte. Ao mesmo tempo, é o momento de suavizar ruídos, adicionar vinhetas e realizar outros cortes que ajudem a melhorar a qualidade do material apresentado.

7. Publique e faça a divulgação

Assim que o conteúdo for publicado, é fundamental iniciar o processo de divulgação. A partir de inúmeras estratégias de marketing digital — até mesmo mídia paga em algumas situações —, é importante divulgar o que foi produzido. Afinal, nem toda a sua audiência acompanha o seu trabalho o tempo inteiro para saber quando tem um novo episódio do seu programa.

8. Mensure os dados

Assim como em qualquer estratégia de marketing, as métricas e os indicadores devem ser utilizados visando mensurar e acompanhar o desempenho dos episódios. Isso ajuda a entender o que funciona, o que precisa melhorar e, assim, criar podcasts cada vez melhores.

Quais são os podcasts de referência?

Nada melhor que se inspirar em quem faz um trabalho bem-feito. Por isso, listamos alguns exemplos de podcasts que são referência no mercado brasileiro, em diferentes nichos de público. Eles podem servir de inspiração para você iniciar sua produção de conteúdo dentro desse formato. Tome nota de cada uma das dicas e não deixe de conferir os programas!

Resumocast

Com milhões de downloads de seus episódios, o Resumocast, idealizado por Gustavo Carriconde, é ideal para quem busca ficar por dentro dos principais livros sobre empreendedorismo — já que, como o nome indica, ele oferece resumos completos sobre as principais obras. Por meio de episódios disponíveis desde 2016, é possível aprender bastante sobre o mercado de negócios.

Escriba Café

Quer tirar dúvidas e se aprofundar em curiosidades sobre história, filosofia e humanidade? O Escriba Café, apresentado por Christian Gurtner, é o podcast que você está buscando, indo de episódios sobre Inteligência Artificial até Bonnie & Clyde e uma aula sobre a Peste Negra. Ou seja, os mais variados assuntos históricos são abordados ao longo dos programas.

Mas isso não é tudo. O programa se destaca por abordar as temáticas fora do formato tradicional de entrevistas. O apresentador recorre a recursos de storytelling, tornando a experiência do ouvinte muito mais imersiva.

Like a Boss

A dupla de apresentadores do Like a Boss, Rodigro Dantas e Paulo Silveira, recebe convidados especiais semanalmente para conversas sobre empreendedorismo e liderança no mercado de trabalho. Quer entender um pouco mais sobre o surgimento da 99, por exemplo? Tem uma entrevista com o fundador da startup.

Quer se aprofundar mais nos processos de contratação das plataformas online de recrutamento e seleção, como a Gupy? Tem uma entrevista com os cofundadores da organização. Todo mundo que está se destacando no cenário brasileiro do empreendedorismo ganham destaque nos episódios desse podcast em formato de série. A cada temporada, são 6 novos líderes entrevistados.

Mamilos

Famoso por debater temas polêmicos semanalmente, o podcast Mamilos aborda assuntos relevantes sobre economia, política, comportamento, educação, saúde e ciência. A ideia é criar “diálogos de peito aberto” para ouvir sempre duas (ou mais) visões de um assunto específico. Os convidados são especialistas em suas respectivas áreas, e o programa é comandado por duas apresentadoras: Juliana Wallauer e Cris Bartis.

Café da manhã

O podcast também pode ter a função parecida com a de um programa de rádio. A ideia do Café da Manhã é justamente oferecer um compilado de todas as notícias e novidades do dia. Os episódios são disponibilizados logo cedo, pela manhã — ideal para quem gosta de ouvir o que está acontecendo no Brasil e no mundo antes mesmo de começar o trabalho.

Podcast ao vivo ou gravado?

Uma das principais dúvidas sobre como fazer um podcast é se ele deve ser gravado e, posteriormente, divulgado nas plataformas, ou se deve ser realizado ao vivo. É bom avaliar os prós e contras de cada opção. Mostramos quais os principais pontos aos quais devemos atentar!

Podcast ao vivo

O formato ao vivo é excelente quando você busca interação em tempo real com o público, que envia mensagens com dúvidas, sugestões e comentários sobre o tema do episódio. Com isso, é possível medir a satisfação e o interesse da audiência no conteúdo, podendo adaptar e ajustar a condução do programa enquanto ele acontece.

Por outro lado, esse modelo é mais suscetível a erros. Afinal, problemas técnicos podem acontecer e prejudicar de imediato a apresentação do episódio. Por ser em tempo real, nem sempre será possível evitar que isso prejudique a experiência do espectador e acabe até mesmo passando uma imagem de amadorismo da produção do podcast.

Podcast gravado

O podcast gravado permite que você lide com todo e qualquer problema técnico com antecedência. Se for preciso, dá até para regravar o programa por completo, porque a data de exibição não é a mesma de produção e/ou pós-produção.

Essa característica também beneficia quem tem o interesse de produzir vários episódios para editá-los e deixá-los prontos para ir ao ar. Dessa forma, é possível produzir uma temporada completa em poucos dias, otimizando o trabalho da equipe e até mesmo reduzindo custos.

O ponto negativo é o fato de você não conseguir avaliar o alcance e o engajamento do público de forma simultânea à apresentação dos programas, como acontece no formato ao vivo — sobretudo se fizer uma temporada toda de uma só vez. Isso pode reduzir a capacidade de adaptação, versatilidade e espontaneidade perante a audiência.

Gostou do conteúdo até aqui? Não deixe de conferir mais informações sobre esse e outros assuntos no br.hubspot.com/blog.

Quais são os melhores podcasts da HubSpot?

Todas as informações que você leu até aqui são resultado da experiência que a HubSpot adquiriu investindo nesse formato de conteúdo. A variedade de assuntos e tópicos abordados é enorme em nossos podcasts, por isso, listamos alguns dos programas produzidos pela nossa equipe que merecem um pouco mais da sua atenção.

The Growth Show

Mesmo que o acesso aos recursos e às ferramentas para criar um negócio do zero estejam mais acessíveis, não é uma tarefa tão simples começar a empreender. No podcast The Growth Show, os episódios sempre apresentam uma história inspiradora de profissionais que conseguiram se destacar e desenvolveram uma empresa, uma ideia ou movimento.

Skill Up

A busca por atualizações e o aperfeiçoamento profissional são fundamentais para se destacar. Pensando nisso, o podcast Skill Up tem como foco abordar assuntos relevantes para quem quer continuar desenvolvendo as suas habilidades profissionais. Seja no marketing, seja nas vendas, o programa aborda esse universo de forma bastante ampla.

Weird Work

O mercado de trabalho passa por mudanças aceleradas. O programa Weird Work é voltado para celebrar e apresentar um pouco mais sobre quem rompeu barreiras e paradigmas a fim de seguir uma paixão em busca do sucesso.

Culture Happens

Como a sua equipe está se adaptando ao home office? Quais técnicas podem ser utilizadas para aumentar a produtividade dos profissionais que estão adotando o trabalho remoto? Essas e outras perguntas são respondidas no programa Culture Happens, no qual discussões e debates sobre o futuro do ambiente de trabalho e a importância da cultura organizacional estão sempre em pauta.

Agency Unfiltered

O mercado de agência de publicidade, marketing e comunicação também está em constante atualização. Dentro desse cenário, não é tão simples saber o que funciona e o que precisa ser aprimorado para ter sucesso com a audiência. Com o intuito de ajudar os profissionais interessados no assunto, o programa Agency Unfiltered aborda temas relevantes para esse público.

1-3-20 with Daniel Pink

Quer conferir algumas dicas rápidas e relevantes sobre livros que você deve ler? O podcast 1-3-20 com Daniel Pink foi feito pensando nisso. Um autor de um livro é convidado e Daniel Pink faz apenas três perguntas — qual é a ideia principal, por que o ouvinte deve se preocupar e o que ele deve fazer — para serem respondidas em apenas 20 minutos.

Ouça e Cresça

A adaptação precisa ser cada vez mais rápida por parte das empresas que almejam um lugar de destaque no mercado. Seja para se adaptar ao trabalho remoto, seja para entender a importância das redes sociais, as mudanças não esperam. Visando manter os profissionais sempre bem informados, de modo a continuarem superando desafios de forma sustentável, o podcast Ouça e Cresça é uma sugestão interessante.

A criação de um podcast se torna um diferencial para que a estratégia de Inbound Marketing da sua empresa possa funcionar ainda melhor. A partir da oferta de conteúdo relevante e em um formato que conquiste a maior parte da sua audiência, a sua marca será vista como uma referência em seu segmento.

Para potencializar esse trabalho, integrar a estratégia a campanhas de e-mail marketing e criação de landing pages pode ser muito eficiente. A HubSpot oferece uma plataforma completa e inteligente de CRM para atrair, envolver e encantar clientes, aumentando leads e conversões — tudo o que sua empresa precisa para continuar crescendo de forma progressiva e saudável.

Aproveite e baixe já o nosso e-book sobre como criar um podcast para o seu negócio. Assim, você vai surpreender os seus clientes e alcançar uma maior faixa de público!

New call-to-action

Artigos relacionados

Somos comprometidos com a sua privacidade. A HubSpot usa as informações que você nos fornece para entrar em contato sobre conteúdo, produtos e serviços relevantes. Você pode cancelar a assinatura dessas comunicações a qualquer momento. Para ter mais informações, consulte a nossa Política de Privacidade.

Veja como criar um podcast para o seu negócio

Marketing software that helps you drive revenue, save time and resources, and measure and optimize your investments — all on one easy-to-use platform

START FREE OR GET A DEMO