IA Generativa: Tudo o que você precisa saber!

A era da IA e as profissões
Nathalia Gaspar
Nathalia Gaspar

Atualizado:

Publicado:

A IA, ou Inteligência Artificial, é uma tecnologia focada no desenvolvimento de sistemas e algoritmos capazes de realizar tarefas que, normalmente, exigem inteligência humana.

 

Somos comprometidos com a sua privacidade. A HubSpot usa as informações que você nos fornece para entrar em contato sobre conteúdo, produtos e serviços relevantes. Você pode cancelar a assinatura dessas comunicações a qualquer momento. Para ter mais informações, consulte a nossa Política de Privacidade.

Guia completo da IA generativa

Uma visão geral da IA generativa e como ela funciona para produzir conteúdo

  • Inteligência Artificial
  • IA Generativa
  • Principais tendências
  • Dicas de Especialistas
Baixando agora

Está tudo pronto!

Clique neste link para acessar este recurso a qualquer momento.

Baixe agora
Saiba mais

 

Essas atividades podem envolver raciocínio, compreensão de linguagem natural, tomadas de decisão, resoluções de problemas etc. Nesse contexto, a IA Generativa dá ênfase à criação de conteúdo original de maneira autônoma.

Para esclarecer, o campo de estudo da Ciência da Computação começou por volta de 1950 e evoluiu ao longo dos anos. Hoje, podemos ver sistemas baseados na tecnologia em atividades simples do nosso dia a dia, como as recomendações nas plataformas de streaming, os algoritmos das redes sociais, assistentes de voz, reconhecimento facial e por aí vai.

Tem interesse no assunto e quer mergulhar no universo da IA, em especial do modelo generativo? Continue a leitura que explicamos tudo sobre o tema!

Ao contrário de outros tipos de IA que se baseiam em previsões e análises de dados existentes, a IA Generativa é capaz de aprender com grandes volumes de dados e produzir resultados personalizados.

Como a tecnologia funciona?

A IA Generativa utiliza uma combinação de técnicas avançadas. Veja quais são as principais!

Redes Neurais

As redes neurais artificiais são estruturas computacionais inspiradas no funcionamento do cérebro humano. Essas redes podem ser treinadas com grandes conjuntos de dados para aprender padrões e fazer previsões.

Aprendizado de máquina

A tecnologia de aprendizado de máquina (ou machine learning) é baseada no desenvolvimento de sistemas computacionais que “aprendam” com os dados disponíveis e melhoram seu desempenho a partir de um novo conjunto de informações. Assim, a máquina consegue tomar decisões de maneira autônoma.

Processamento de Linguagem Natural (PLN)

O PLN é um campo focado na capacitação de máquinas para que elas consigam entender e interagir com os seres humanos de forma natural. Nesse contexto, entram técnicas de processamento de texto, tokenização das palavras em unidades significativas, geração de sequências de palavras etc.

Modelos pré-treinados e fine-tuning

Inicialmente, os modelos de IA Generativa são treinados com grandes conjuntos de dados para capturar um amplo conhecimento prévio da linguagem e do contexto. Esses modelos previamente programados podem ser refinados e ajustados para tarefas específicas por meio de uma técnica chamada fine-tuning. Isso permite que o modelo seja adaptado a um objetivo particular.

Generative Adversarial Networks (GANs)

GANs — ou Redes Adversárias Generativas — são um tipo especial de arquitetura de rede neural. Elas envolvem a interação entre duas redes: o gerador e o discriminador. O gerador cria amostras de dados, enquanto o discriminador avalia se essas amostras são genuínas ou geradas. Esse processo de feedback adversarial permite o refinamento contínuo da geração de conteúdo.

Essas são apenas algumas das tecnologias e abordagens utilizadas na IA Generativa. À medida que a pesquisa avança, novas técnicas e algoritmos são desenvolvidos para aprimorar ainda mais a capacidade da tecnologia em criar conteúdo original.

O que é Inteligência Artificial e quais são seus tipos?

Em primeiro lugar, todas as Inteligências Artificiais têm algo em comum: elas simulam a capacidade humana de pensar e tomar decisões. No entanto, elas funcionam de maneiras diferentes, e até com objetivos distintos. Entenda alguns exemplos de Inteligência Artificial!

IA Preditiva

A IA Preditiva se concentra em prever resultados com base em dados históricos. Nesse contexto, entram probabilidades, análises estatísticas, análises de risco, análises de oportunidades etc.

Imagine, por exemplo, o planejamento de campanhas sazonais no e-commerce. A IA Preditiva pode ser usada para gerar inteligência de dados, prever tendências e estimar a demanda do período. Assim, fica mais fácil preparar o estoque, o atendimento, o marketing, entre outros.

IA Descritiva

Já a IA Descritiva busca descrever e entender os padrões presentes nos dados. O setor financeiro usa muito essa tecnologia para análise de crédito. Ao processar os dados de todos os clientes, por exemplo, a máquina consegue estabelecer padrões para aumentar a segurança das operações.

Se os comportamentos de determinado usuário se assemelham ao de uma pessoa inadimplente, a Inteligência Artificial identifica o risco e nega o crédito.

IA Generativa

Por outro lado, a IA Generativa não só prevê resultados e identifica padrões em um banco de dados preexistente, como também cria conteúdos novos e originais.

Se você quiser compor uma música para a pessoa amada, por exemplo, pode usar ferramentas baseadas em IA Generativa para criar versos totalmente autorais. Entre as principais soluções disponíveis no mercado, estão:

  • ChatGPT: Inteligência Artificial desenvolvida pela OpenAI que simula uma conversa com o usuário e responde a questões sobre diversos tema;
  • Bing Chat: chat do mecanismo de busca da Microsoft que conta com integração ao modelo de linguagem GPT-4;
  • Google Bard: criador elaborado pela Google para concorrer com o ChatGPT. O modelo ainda não está disponível em português;
  • Jasper: gerador de conteúdo textual personalizado baseado no tom de voz da marca;
  • DALL-E: Inteligência Artificial que cria imagens, da OpenAI;
  • DeepArt: ferramenta que transforma imagens comuns em obras de arte em estilos famosos.

Como a IA generativa pode ser usada no marketing?

A Inteligência Artificial no marketing é observada em vários aspectos no nosso dia a dia, mesmo que nem sempre seja perceptível aos olhos do lead. A eficiência dos processos, certamente, impacta a experiência do consumidor e melhora os resultados do negócio.

A seguir, vamos listar algumas estratégias de marketing em que a IA Generativa pode ser aplicada.

Mapeamento de conteúdo

O conteúdo é a base do Inbound Marketing. Afinal de contas, é por meio dele que você atrai clientes em potencial, gera leads e os converte em compradores. A grande questão aqui é que o conteúdo precisa estar alinhado com as dores da persona. Tecnologias com IA podem ajudar nesse planejamento com sugestões de conteúdo relevantes.

Geração de conteúdo

A IA Generativa não apenas sugere temas, mas também é capaz de redigir textos inteiros, autorais e relevantes. Aliás, o uso da tecnologia para produção de conteúdo é uma das tendências da Web 3.0.

Basta que você dê o comando com tema, persona, tom de voz e demais informações pertinentes. Nesse contexto, é possível gerar conteúdos para:

Tem mais: a tecnologia também faz revisão de conteúdo, correções de erros gramaticais, mudanças no estilo de linguagem e até resumos de textos.

Otimização de campanhas

A IA Generativa pode analisar e otimizar campanhas de marketing em tempo real. Em outras palavras, ela pode identificar padrões, segmentar audiências com mais precisão, prever resultados e ajustar as estratégias para obter melhores resultados.

Entre as ferramentas de otimização estão os testes A/B. Em vez de criar versões manuais para a comparação, é possível usar a tecnologia para fazer variações de anúncios de maneira automática.

Criação de conteúdo visual

Logotipos, ilustrações de produtos, imagens, vídeos promocionais, anúncios e por aí vai: a IA Generativa pode ser usada para criar conteúdos visuais exclusivos e totalmente personalizados.

[Download gratuito] - Guia completo para usar a IA generativa na criação de conteúdo

Quais são as vantagens da Inteligência Artificial Generativa?

Pensa bem: se você consegue gerar uma imagem por meio de um comando simples, é possível poupar todo aquele tempo gasto para montar uma peça publicitária, não é mesmo? Pois bem, a lógica é essa. A IA Generativa atua em uma velocidade que nenhum humano consegue acompanhar. Logo, é possível agilizar todos os processos da empresa. 

A seguir, vamos explicar melhor os benefícios de usar a tecnologia.

Criatividade e originalidade

Conforme já explicamos por aqui, a IA Generativa tem a capacidade de gerar conteúdo original e criativo. Ela pode produzir combinações, sugerindo ideias para escrever e vencer o bloqueio criativo em outras áreas, como design, arte, música e mais. Isso permite que as empresas se destaquem e ofereçam experiências únicas aos seus clientes.

Personalização

Com base em dados e preferências dos usuários, a Inteligência Artificial Generativa consegue gerar conteúdo adaptado às necessidades de cada cliente. Esse cuidado é fundamental para criar interações personalizadas e significativas, de modo a aumentar a satisfação do cliente e melhorar os resultados de marketing.

Eficiência operacional e escalabilidade

A IA Generativa pode automatizar e acelerar diversos processos da empresa. Isso é especialmente útil em áreas como produção de conteúdo, design, publicidade e marketing, em que a demanda por criação de alto volume é constante.

Toda essa agilidade permite escalar as operações sem precisar contratar mais gente. Dessa forma, é possível direcionar o capital humano para tarefas que gerem maior valor agregado.

User Experience (UX)

Criar conteúdos personalizados é essencial para garantir boas experiências aos usuários. E é justamente isso que a Inteligência Artificial faz.

Ao fornecer interações mais personalizadas, relevantes e envolventes, sua empresa consegue criar experiências mais interativas e atraentes. Assim, é possível aumentar o envolvimento dos usuários e fortalecer o relacionamento do consumidor com a marca.

Quais são os riscos da IA Generativa?

Não há dúvidas de que a Inteligência Artificial Generativa tem grande potencial para otimizar negócios. Por outro lado, o uso da tecnologia também traz alguns riscos.

Só para você ter uma ideia, um dos nomes mais importantes do mercado de IA, Geoffrey Hinton, largou o seu emprego no Google com um certo arrependimento de sua participação na popularização da tecnologia. Aliás, as preocupações do especialista não são infundadas. A seguir, vamos explicar melhor sobre os riscos da IA Generativa.

Deepfake

A desinformação está entre os principais receios de Geoffrey. De acordo com o ex-diretor de tecnologia da Google, essa geração de conteúdos desenfreada pode resultar em muitas imagens e textos falsos. E como a Inteligência Artificial é bem convincente, pode ficar cada vez mais difícil identificar na web o que é verdade e o que é mentira.

Por exemplo: é possível usar a tecnologia para trocar os rostos das pessoas, sincronizar a fala, simular vozes e por aí vai. Uma pessoa mal-intencionada pode manipular um vídeo e colocar palavras que não foram ditas na boca de uma pessoa influente.

Além da desinformação em larga escala, existem riscos com conteúdos para fins de phishing, fraudes, assédio e até atividades criminosas.

Reprodução de vieses preconceituosos

A IA Generativa aprende a partir de dados existentes. Se esses dados estiverem repletos de preconceitos ou discriminação, o sistema reproduz esse padrão inadequado no conteúdo gerado. Isso pode resultar na criação de conteúdo discriminatório ou prejudicial, de maneira a reforçar estereótipos e excluir minorias.

Direitos autorais

Já falamos diversas vezes por aqui que a tecnologia é capaz de criar conteúdos autorais. Por outro lado, esses textos são produzidos a partir de uma base de dados e com autores conhecidos.

Imagine, por exemplo, a geração de uma imagem com estilo de um artista específico. Apesar de a produção não ser uma obra de arte autoral, ela incorpora traços da identidade do artista, entende? Aliás, nos Estados Unidos, algumas personalidades já se rebelaram contra as plataformas e ingressaram com uma ação pública na justiça para evitar a apropriação.

Afinal de contas, as ferramentas de IA Generativa criam novas obras sem obter consentimento, dar crédito ou oferecer compensação ao autor. É por isso que existe uma grande discussão a respeito dos direitos autorais das novas obras.

Fechamento de postos de trabalho

Geoffrey Hinton trouxe mais uma preocupação com implicações de longo prazo: a tecnologia pode fazer algumas pessoas perderem o emprego. O especialista alerta sobre uma possível extinção da humanidade, uma vez que as ferramentas de Inteligência Artificial estão cada vez mais autônomas.

Essa é uma questão polêmica porque desde a primeira revolução industrial se discute sobre a substituição de trabalhadores por máquinas. Mas o fato é que essa é uma evolução natural e, à medida que as tecnologias são aperfeiçoadas, algumas profissões se tornam obsoletas. Em contrapartida, novas carreiras surgem e os profissionais afetados precisam se reinventar. Isso vale para todas as áreas, inclusive para quem trabalha com marketing.

Como a HubSpot pode ajudar? Conheça o Assistente de Campanhas! 

O Assistente de Campanhas é uma ferramenta gratuita com inteligência artificial que gera conteúdos envolventes para landing pages, e-mails de marketing e anúncios, expandindo as suas campanhas de marketing de forma mais eficiente. Basta fornecer uma breve descrição do objetivo de sua campanha, o público-alvo e o tom, que o Assistente de Campanhas criará conteúdos incríveis em um piscar de olhos. 

Com apenas um clique, a perfeita integração com a HubSpot cria uma landing page ou um e-mail de marketing em sua conta, com o conteúdo gerado pela IA, agilizando o processo ainda mais. 

conheça o Assistente de Campanhas da HubSpot e comece a criar suas campanhas de marketing em minutos

A IA Generativa é uma tecnologia focada na criação autônoma de conteúdo original. O seu uso oferece diversos benefícios, como criatividade, personalização, eficiência operacional e melhor experiência do usuário. No entanto, também apresenta riscos, como a disseminação de deepfakes, reprodução de vieses preconceituosos e questões relacionadas aos direitos autorais.

Conheça o Criador de Videoclips da HubSpot

Experimente o Criador de Videoclips, a mais recente ferramenta com IA da HubSpot que cria vídeos envolventes a partir de texto! Basta escrever o que você deseja ver no seu vídeo e obter imediatamente um vídeo curto e editável que pode ser convertido, completo com texto, imagens e animações.

Experimente agora gratuitamente! https://br.hubspot.com/clip-creator

Gostou da ideia e quer saber como usar a Inteligência Artificial a favor da sua marca? Baixe nosso e-book exclusivo sobre o uso da IA Generativa para escalar operações de conteúdo!

Nova chamada à ação

Artigos relacionados

Somos comprometidos com a sua privacidade. A HubSpot usa as informações que você nos fornece para entrar em contato sobre conteúdo, produtos e serviços relevantes. Você pode cancelar a assinatura dessas comunicações a qualquer momento. Para ter mais informações, consulte a nossa Política de Privacidade.

Pop up para A ERA DA IA E AS PROFISSÕES GUIA COMPLETO: A ERA DA IA E AS PROFISSÕES EM ALTA EM TECNOLOGIA

Guia completo: a era da IA e as profissões em alta

Marketing software that helps you drive revenue, save time and resources, and measure and optimize your investments — all on one easy-to-use platform

START FREE OR GET A DEMO