O uso do conceito de Inteligência Artificial (IA) em filmes de ficção cria a ideia de que as máquinas e os robôs podem ganhar vida, com capacidade de raciocinar e tomar suas próprias decisões.

Bom, a realidade é bastante diferente ainda, mas novos conceitos a aproximam cada vez mais desse cenário. Um exemplo é o processo de machine learning.

Mas você sabe o que é esse conceito, a sua relação com a Inteligência Artificial e até mesmo quais são as suas possíveis aplicações em áreas como marketing e vendas?

O que acha de tirar todas as suas dúvidas sobre o tema? Continue a leitura deste artigo e descubra!

Qual é a importância do machine learning?

O machine learning é fundamental para tornar a Inteligência Artificial mais humanizada. Ou seja, se trata de um avanço que possibilita que uma máquina aprenda com o passar do tempo e possa evoluir. Esse conceito pode ser aplicado nas mais diferentes áreas de uma empresa: no maquinário de uma fábrica ou para o uso estratégico do CRM pela sua equipe de marketing digital.

Crie anúncios de sucesso no Google com este kit definitivo.

Qual é a relação entre machine learning e Inteligência Artificial?

Dentro do universo da Inteligência Artificial, em que robôs, máquinas e sistemas conseguem simular o funcionamento da mente humana, o machine learning é um avanço.

Você pode entender o conceito como um processo de humanização do pensamento artificial. Na prática, isso potencializa a capacidade de raciocínio e tomada de decisão da máquina, não sendo necessário, por exemplo, a definição de instruções que o sistema deve seguir.

Quais são as diferenças entre machine learning e deep learning?

Uma das formas de machine learning é o deep learning que, como o nome indica, é um aprendizado profundo de sistemas e máquinas. Mas o que diferencia os dois conceitos? O deep learning é um processo mais avançado, que estrutura uma série de camadas de algoritmos para criar uma rede neural artificial.

Assim, um robô consegue extrair um grande número de informações e interpretações mesmo recebendo dados brutos. Além disso, ele tem a capacidade de tomar suas próprias decisões a partir dessas informações.

Kit Grátis

Crie PPC do Google Ads bem-sucedidos

Conte-nos um pouco de ti para acessar o kit

Quais são as aplicações do machine learning em marketing e vendas?

Então, como o machine learning pode ser aplicado nas áreas de marketing e vendas? A seguir, você confere algumas alternativas que podem ser utilizadas para enriquecer ainda mais as suas estratégias!

Relatórios com insights

O uso de ferramentas de CRM é muito comum para que estratégias de marketing, vendas e atendimento estejam alinhadas, certo? Já imaginou se tudo o que estivesse dentro da plataforma pudesse ser transformado em insights valiosos e completos sobre o seu cliente? O machine learning é capaz de analisar todas as informações e transformá-las em relatórios detalhados sobre toda a sua base de contatos.

Para a sua equipe de vendas, isso significa mais precisão na hora de fazer uma abordagem em busca da conversão. Enquanto o time de marketing ganha em direcionamento para entender as melhores maneiras de se comunicar e impactar os consumidores em suas campanhas. Tudo isso de forma prática, otimizando a produtividade das suas equipes.

Chatbots mais preparados

O atendimento ao cliente é uma questão que pode ser muito aprimorada com a implementação do conceito de machine learning. Afinal, de acordo com estudo do Instituto Qualibest, 51% dos consumidores querem ser atendidos por uma pessoa ao utilizarem um chat. Porém, o atendimento feito por chatbot pode ganhar em qualidade a partir do processo de aprendizagem da máquina.

Com o passar do tempo, o bot consegue identificar certos padrões de comportamento nas mensagens trocadas, inclusive aperfeiçoando a sua escrita para um tom de voz mais próximo do que aquele consumidor espera encontrar. Além disso, é possível que o sistema identifique situações de atendimentos anteriores para oferecer uma experiência cada vez mais personalizada.

Sistemas de recomendação

Caso tenha uma conta na Netflix, você provavelmente já passou pela seguinte situação: abriu o seu e-mail e uma mensagem do serviço de streaming indicava alguns títulos que poderiam ser do seu interesse. Ou seja, uma recomendação, totalmente personalizada, para você encontrar um filme ou série. Esse trabalho é feito graças ao machine learning.

O sistema identifica padrões de comportamento — no caso da Netflix, os gêneros, assuntos, formatos ou atores preferidos do usuário — e faz indicações que se encaixam nos padrões analisados. Isso causa um impacto no usuário, que passa a enxergar ainda mais valor dentro desse serviço. E nada impede que a sua empresa faça as mesmas análises sobre os seus clientes e ofereça recomendações personalizadas dentro do seu portfólio, certo?

Menos churn

O machine learning também pode ser muito útil na criação de estratégias para reduzir o churn — a taxa de cancelamento — do seu negócio. Um sistema consegue estruturar gráficos que indicam a previsão e os riscos de perda de clientes ao longo de um ano. A partir da análise dos números anteriores, com avaliações sobre a satisfação do usuário atual, é possível realizar projeções e apontar soluções.

Em vez de perder horas analisando dados complexos, o machine learning filtra todas essas questões e identifica quais são as tendências para os próximos períodos. A sua equipe, então, passa a ter o trabalho de encontrar as estratégias e ações que mais podem ser eficientes para evitar que os clientes deixem o seu negócio.

Conteúdos engajadores

A qualidade dos seus redatores é um diferencial competitivo, não é mesmo? Mas já parou para pensar se o trabalho deles pudesse ser otimizado? O machine learning pode ajudar nesse processo. A partir da mesma análise de comportamento feita anteriormente, a máquina consegue identificar assuntos, temas ou formatos de conteúdo com maiores chances de impactar cada usuário.

Assim, de maneira personalizada, a sua equipe consegue direcionar, por exemplo, a criação de newsletters. Trata-se do processo de otimização da segmentação, entregando conteúdos relevantes para a pessoa certa e no momento mais propício para a sua leitura. A sua estratégia de marketing de conteúdo ou até mesmo de e-mail marketing pode ser ainda mais precisa.

O machine learning é uma evolução importante para a tecnologia, ainda mais em um momento em que é preciso humanizar a relação entre as marcas e os consumidores. Com a necessidade de personalização, esse recurso pode ser útil para que a sua equipe também conheça mais sobre a audiência e possa construir estratégias mais eficientes para proporcionar o sucesso do cliente.

Mas o machine learning é apenas uma das muitas estratégias e conceitos que você precisa conhecer mais profundamente. Por isso, assine a nossa newsletter pra receber conteúdos como este na sua caixa de e-mail!

New call-to-action

 O kit definitivo de PPC do Google Ads

Originalmente publicado 02/06/2021 08:00:00, atualizado Maio 04 2022

Temas:

Automação de marketing