No marketing digital, sobretudo no Inbound Marketing, estreitar o relacionamento com seus leads e clientes é sempre o melhor caminho. Mas sabendo que usuários recebem uma infinidade de mensagens por dia, a sua marca precisa se diferenciar e criar um laço mais forte. E o envio de newsletter pode ser um caminho precioso!

Muitas pessoas não enxergam a importância do e-mail marketing, mas esse ainda é um poderoso canal de proximidade com sua audiência. Dentro desse planejamento, criar uma newsletter com o envio de conteúdos relevantes regularmente pode ser um diferencial competitivo. Seja para a qualificação de leads, seja para fortalecer a presença digital da sua marca, o canal é muito útil.

Mas isso não significa que é fácil ter sucesso ao criar uma newsletter. É preciso cuidado, planejamento e muita dedicação. Então, vamos entender um pouco mais sobre essa estratégia de marketing? Da sua importância para o sucesso do seu negócio até os cuidados na hora da produção e os indicadores a serem observados.

Quer todas essas respostas? Continue a leitura deste artigo e confira um material exclusivo com tudo o que você precisa para criar ótimas newsletters.

A ideia é criar um canal de comunicação fixo entre uma empresa e sua base de contatos. Nada melhor que a entrega de materiais relevantes para ser lembrado e valorizado pelos consumidores, certo? Essa é a proposta de uma newsletter: agregar valor ao produto e/ou serviço de uma empresa por meio de conteúdos úteis à persona impactada pelas mensagens.

Além disso, é importante não confundi-la com um fluxo de nutrição ou outras campanhas de e-mail marketing focadas exclusivamente na venda. Um dos objetivos dessa estratégia, sem dúvidas, é ter mais conversões, mas não é a meta principal. O intuito de uma newsletter é abrir um canal para diálogo e troca entre uma empresa e seus contatos.

Sempre de forma personalizada, uma newsletter busca se diferenciar das demais peças de comunicação muito utilizadas no e-mail marketing. O foco de um envio nunca é promover um produto ou serviço específico, e sim contribuir de alguma forma para solucionar as dores e os desafios do leitor. Sendo assim, é muito comum que as mensagens sejam bastante segmentadas.
New Call-to-action

Confira, a seguir, os benefícios promovidos pelo envio regular de conteúdos relevantes por meio de newsletter.

1 - Permite a continuação da nutrição do lead

A nutrição de leads é uma importante estratégia dentro do conceito de Inbound Marketing. Afinal, é preciso educar os usuários sobre um determinado assunto. E existe forma melhor de se fazer isso do que entregando conteúdos relevantes periodicamente sobre o tema? A newsletter é uma maneira direta e muito eficiente de continuar a nutrição dos seus leads.

Tendo todas as informações em mãos, é possível criar conteúdos segmentados aos seus leads, garantindo que as mensagens sejam relevantes para cada um deles. Sendo assim, você pode dividir o envio dos e-mails de acordo com as suas personas ou conforme o estágio do funil de vendas. Dessa forma, o processo de nutrição se torna ainda mais eficiente para a sua empresa.

2 - Oferece mais oportunidades de vendas

Enquanto uma publicação no Facebook, por exemplo, não vai alcançar todo o seu potencial, uma newsletter é entregue para todos os usuários da sua lista, de acordo com a segmentação. Assim, aqueles contatos que já compraram ou demonstraram interesse nos seus produtos e/ou serviços vão ser impactados. Sem limitações no alcance, é natural que mais oportunidades de vendas apareçam.

Além do maior alcance, outro fator impacta diretamente o aumento das vendas: a confiabilidade. A newsletter se torna uma fonte de consulta ao usuário, que passa a aumentar a confiança na sua marca. Nutrido das informações corretas e valorizando os conteúdos entregues nos seus e-mails, a tendência é que mais leads se sintam estimulados a fecharem negócio.

3 - Diminui o CAC e aumenta o LTV

Já pensou se o envio segmentado de conteúdos do seu blog, por exemplo, ainda contribuísse para a redução dos custos do orçamento para o marketing? É exatamente isso que a newsletter proporciona: diminuição do Custo de Aquisição de Cliente (CAC). O lead bem nutrido vai ser abordado na hora certa pela sua equipe de vendas, aumentando a efetividade de cada negociação.

Além disso, outra forma de economizar recursos — e ter maiores retornos — por meio de uma newsletter é o aumento do Lifetime Value. Afinal, essa é uma excelente estratégia capaz de contribuir para a fidelização de clientes, fazendo com que eles passem mais tempo consumindo seus produtos e serviços. Tudo isso como reflexo da maior confiança que eles podem ter nas ofertas da sua empresa.

4 - Fortalece a autoridade da marca

Dentro de um mercado tão concorrido, também é fundamental ser reconhecido pelo seu público. E por meio de conteúdos relevantes e regulares, a autoridade da sua marca é fortalecida. Imagine o seguinte cenário: o usuário descobriu que tem um problema por meio do seu blog, se aprofundou no assunto e conheceu soluções a partir da sua newsletter.

Qual é o próximo passo? Fazer uma compra para solucionar o problema, certo? E com quem ele vai fazer? Com uma empresa de que nunca ouviu falar ou com a marca responsável por passar todo esse conhecimento em um longo período de nutrição? Apesar de variáveis — como preço — poderem interferir nessa lógica, a tendência é que o segundo cenário se concretize e a sua marca seja priorizada.

5 - Contribui para o Customer Success

Indo além da preocupação apenas com os resultados da sua companhia, criar uma newsletter de alto nível é colocar os interesses dos seus clientes em primeiro lugar. Mesmo que as vendas façam parte das metas, o foco principal é entregar conteúdos relevantes para a sua lista de contatos, certo? Portanto, o Customer Success é aprimorado.

Quer algo melhor para a sua marca do que contribuir, de alguma forma, para o seu cliente solucionar um problema ou conseguir melhores resultados? Essa é uma maneira eficiente de agregar valor ao seu negócio, criando um laço com o consumidor além da venda. Quando isso acontece, a relação avança para uma parceira natural.

Quais são os cuidados na produção de uma newsletter?

Não é porque a newsletter é importante que qualquer material vai gerar resultados. Pelo contrário. Por isso, alguns cuidados são necessários para ter a certeza de que os envios tragam retornos positivos. Reunimos aqui os tópicos essenciais para a produção e o envio de materiais. Vamos à lista?

1 - Alinhamento da linguagem

O primeiro ponto de atenção é com o alinhamento da linguagem usada na newsletter. É preciso levar em consideração o perfil dos seus contatos e o tom de voz utilizado pela sua empresa, por exemplo, nas redes sociais e em outros canais. Além dos conteúdos certos, é importante acertar na forma como a mensagem é transmitida, pois a linguagem desempenha um papel relevante.

Acertar em cheio já no assunto da sua newsletter é essencial. Afinal, o usuário é bombardeado por informações das mais diferentes fontes, e o primeiro ponto de contato é o título do seu e-mail. A diferenciação deve ser vista desde o início e a linguagem é determinante para chamar a atenção do leitor. Uma chamada criativa e dentro do tom de voz esperado pelo usuário é um exemplo do que pode funcionar.

2 - Mapeamento de conteúdo

O sucesso de uma estratégia de newsletter passa diretamente pela qualidade e a relevância dos conteúdos entregues na mensagem. O layout pode ser bonito, o título bem escrito e o horário de envio adequado. Nada vai funcionar se os conteúdos oferecidos não fizerem sentido para o que a sua persona precisa. Por isso, a etapa de planejamento precisa receber bastante atenção.

A melhor forma de acertar no que é oferecido aos contatos é realizar um mapeamento de conteúdo, ou seja, analisar quais são os materiais disponíveis no seu blog, por exemplo, capazes de solucionar a dor da persona. É a partir dessa análise aprofundada que os melhores conteúdos vão ser escolhidos e a sua newsletter vai se tornar ainda mais relevante.

3 - Foco na experiência do usuário

Outro cuidado importante ao implementar uma newsletter ao seu planejamento de marketing é considerar a experiência do usuário. Qual é o dispositivo mais utilizado pela sua lista de contatos? Smartphones? Nesse caso, nada de ignorar a usabilidade de suas mensagens. Já imaginou criar toda uma estrutura, utilizar imagens e configurar a mensagem para, no final, apenas frustrar o destinatário?

É isso o que vai acontecer caso a experiência do usuário não seja levada em consideração. Utilizar imagens e outros conteúdos pode ser interessante, mas se o arquivo for muito pesado e demorar a carregar, a experiência promissora vai se tornar negativa. Do tamanho do título de assunto à qualidade dos conteúdos, todas as etapas da experiência do usuário devem ser analisadas.

4 - Definição de estratégia com vendas

Mesmo não sendo o ponto principal, a newsletter também se mostra útil para aumentar as vendas do seu negócio, certo? Ainda que focada em longo prazo, a estratégia é muito eficiente no trabalho de conversão de leads. Mas se quiser alcançar esse objetivo, é necessário criar um alinhamento entre o planejamento das áreas de marketing e vendas.

Acostumados a trabalharem separadamente, é importante que os dois setores estejam focados em uma só estratégia final. A equipe de vendas pode fornecer insights sobre quais são as principais necessidades e dúvidas dos leads, por exemplo. A partir dessa orientação, os profissionais de marketing criam os conteúdos adequados para suprir todas essas demandas.

5 - Atenção ao Comportamento do usuário

Diante de tantos dados disponíveis, a sua equipe também precisa ter bastante atenção com o comportamento do usuário. Conhecer o seu público vai fornecer insights valiosos para garantir que a mensagem seja eficiente e gere o impacto esperado. O analytics permite a descoberta dos tipos e formatos de conteúdos que a persona prefere receber e o melhor dia e horário para o envio da newsletter.

Imagine que uma das suas personas é um executivo de uma empresa. Em sua rotina, ele só tem tempo para abrir os seus e-mails ao final do dia. Qual é o sentido, então, de enviar uma mensagem logo cedo, justo no momento em que ele faz reuniões e tem outras tarefas? As chances dele conferir a mensagem são mais baixas. Por isso, exige cuidado em detalhes, até mesmo no horário de envio.

6 - Lei Geral da Proteção de Dados (LGPD)

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entrou em vigor em 2020, e as empresas precisam se adaptar das mais diferentes maneiras. Uma delas é na transparência em relação à coleta de dados feita pela sua empresa. O importante é garantir que o usuário saiba exatamente o que a sua equipe de marketing vai fazer com as informações geradas por ele, por exemplo.

A LGPD serve para proteger essas informações e evitar que cheguem nas mãos de pessoas com intenções não tão boas. A mudança mais básica é permitir ao usuário a escolha de liberar ou não a coleta de certas informações. Além disso, toda a sua base deve consentir a continuidade da comunicação, o que pode ser resolvido por um envio de um e-mail solicitando essa autorização.

Como evitar cair no SPAM?

Um dos grandes desafios na construção de qualquer estratégia eficiente de e-mail marketing é garantir que a sua mensagem não se tornem um SPAM, ou seja, fique marcada como um lixo eletrônico pelo provedor de e-mail do destinatário. Essa é uma forma de prejudicar a sua imagem e o envio da newsletter, porque ele não vai chegar para todos os usuários da sua base de contatos.

A boa notícia é que existem soluções específicas para evitar que a sua newsletter se transforme em um SPAM. Com algumas práticas adicionadas, esse problema pode ser evitado. Confira algumas dicas.

1 - Evite comprar contatos

Poucas coisas são tão chatas quanto receber uma mensagem de uma empresa que você nunca ouviu falar e não tem nenhum tipo de relação ou interesse. Isso acontece quando as companhias compram listas de contatos. E quando isso acontece, as suas mensagens vão ser enviadas para usuários aleatórios, com muitos deles não se interessando pelos conteúdos. Assim, métricas como a taxa de entrega podem ser prejudicadas.

Por isso, tente montar a sua lista de contatos a partir da autorização dos usuários, sempre pedindo pelo seu consentimento. Além de não se tornar um SPAM, é a melhor forma de conseguir resultados efetivos.

2 - Limpe sua lista de contatos com regularidade

Outra prática importante é a limpeza da sua lista de contatos. Ao analisar os dados e as métricas, verifique os usuários que nunca abrem suas mensagens. Ou estão desinteressados ou são contas não utilizadas. Por que, então, seguir enviando mensagens para esses endereços? A entregabilidade se torna maior ao servidor de envio do e-mail, evitando que o conteúdo seja visto como SPAM.

3 - Não use títulos enganosos

A internet está repleta de conteúdos que tentam enganar os usuários. Muitos deles são utilizados no cenário do e-mail marketing. Os famosos títulos caça-cliques prejudicam a reputação da marca com os seus contatos, os quais vão passar a ver as suas mensagens com desconfiança. Afinal, não é interessante abrir uma mensagem com um título encantador e não encontrar o que procura.

De que forma consolidar leads qualificados por meio de uma newsletter?

Um dos objetivos ao criar uma newsletter é a consolidação de uma base de leads qualificados, concorda? Então, o que pode ser feito para assegurar que isso aconteça? Confira algumas das nossas dicas a seguir.

1 - Use o marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é uma das estratégias mais eficientes para qualificar os seus leads. A partir de conteúdos relevantes, um número maior de consumidores passa a entender e identificar problemas que a sua empresa consegue solucionar. Dessa forma, a equipe de marketing vai entregar leads maduros e próximos de realizarem uma compra, facilitando o trabalho do time de vendas.

2 - Dê a opção para deixar de se inscrever

Por maior que seja o seu esforço em entregar conteúdos relevantes, muitos usuários podem preferir não receber os seus e-mails. E é importante disponibilizar essa opção — de forma simples — aos seus contatos. Além de ser bom para o usuário, é uma excelente maneira de garantir que leads pouco qualificados não façam parte da sua base e possíveis clientes.

O que uma newsletter “matadora” deve ter?

Até aqui, você aprendeu o que é importante para criar uma newsletter eficiente. Mas o que acha de levá-la a um outro patamar? Seguindo estes três pilares, as chances de produzir um conteúdo “matador” aumentam consideravelmente. Confira as nossas dicas!

1- Personalização

Para criar uma newsletter diferente das demais e captar a atenção do público, a personalização é peça-chave dessa engrenagem. Esse conceito se inicia no nome do usuário no assunto do e-mail até os tipos de conteúdo entregues. Afinal, você deve ter clientes e prospects em diferentes momentos da jornada de compra, não? Portanto, essa é a melhor maneira de fazer com que o destinatário se sinta valorizado pela sua empresa e confie ainda mais na sua autoridade.

2 - Transmídia

Também é importante não limitar os formatos de conteúdo da sua newsletter. Não significa que e-mails só com textos sejam ruins, mas o uso de imagens, GIFs e vídeos podem tornar o conteúdo ainda mais atrativo ao destinatário. Esse é um diferencial importante para que os usuários se impactem com as suas mensagens.

3 - Conteúdos alinhados à persona

Ainda mais importante é garantir que os conteúdos estejam alinhados com os desejos, os objetivos e o comportamento da persona. Mesmo um layout bonito não é capaz de garantir a atenção de quem não tem nenhum interesse sobre um determinado conteúdo. Portanto, garanta a entrega de informações, de fato, relevantes para a sua persona e aumente as chances de sucesso.

Veja como criar uma estratégia de e-mail marketing de sucesso no nosso e-book!

Quais indicadores não podem faltar?

E não pense que o trabalho acabou após criar uma newsletter de alto nível. O monitoramento das suas ações ainda é essencial para seguir aprimorando os conteúdos e entregando materiais relevantes à sua base de contatos. Descubra, a seguir, quais indicadores não podem faltar no trabalho de acompanhamento.

Taxa de acessos

Uma das métricas de maior importância para ficar de olho é a taxa de acessos, também chamada de taxa de abertura. Como o nome indica, significa a quantidade de e-mails que foram abertos em relação aos que foram enviados, um indicador da reputação da sua marca e até da criatividade dos seus títulos.

Taxa de cliques (total e por conteúdo)

Entender a proporção entre o que foi enviado e o que conseguiu prender a atenção do leitor é fundamental. Se foram enviados 200 e-mails e houve 40 cliques recebidos, isso representa uma taxa de cliques de 20%. Mais do que conseguir que o e-mail seja aberto, é importante buscar a interação do usuário.

Tempo de permanência nas páginas

Quanto maior o tempo de permanência dos usuários na sua página, mais atenção a sua mensagem está conseguindo prender. Esse é um indicador relevante para uma newsletter, já que mostra o nível de interesse da sua lista de contatos nos conteúdos enviados.

Conversões

Já a taxa de conversão demonstra a eficiência da sua estratégia de newsletter. Pode ser o contato após a nutrição completa ou o preenchimento de um formulário solicitando um orçamento. Quanto maior essa taxa, melhor o desempenho do seu planejamento.

Por que automatizar o envio da newsletter?

Uma estratégia de newsletter pode dar muito trabalho, concorda? A transformação digital, porém, permite que algumas dessas tarefas se tornem simples a partir da automação. O mercado oferece ferramentas que deixam a sua equipe mais concentrada em ações estratégias. Em vez de perder horas escrevendo e separando e-mail por e-mail, tudo é feito de forma otimizada.

A automação garante maior eficiência e produtividade de todos os profissionais da sua equipe. O tempo perdido separando os contatos que vão receber a sua mensagem se transforma em análises detalhadas sobre o sucesso ou fracasso da sua newsletter. E tudo isso pode ser feito de forma ágil e sem perder na customização das mensagens, garantindo altas chances de sucesso.

A boa notícia é que a automação do envio e gerenciamento da sua newsletter pode ser feita de forma simples e eficiente com a HubSpot. Entre as muitas ferramentas de e-mail marketing, você e a sua equipe não precisam mais esperar pelos designers e profissionais de TI para criar campanhas precisas. Podem criar inúmeras regras para a segmentação. De forma personalizada e a partir da análise de dados em tempo real, vai ser muito fácil criar uma newsletter "matadora".

Ficou interessado em tirar as suas ideias do papel e implementar uma estratégia de newsletter para criar uma relação ainda melhor com a sua audiência? Entre em contato conosco, conheça as nossas ferramentas e saiba como podemos ajudar a sua empresa.

crie uma estratégia de e-mail marketing de sucesso
 melhore sua estratégia de e-mail marketing com esse guia

Originalmente publicado 18/01/2022 07:01:00, atualizado Janeiro 20 2023

Temas:

Email Marketing