(Ouça esse conteúdo e tenha ideias para escrever! Clique no play e aproveite!)

Você já se sentiu sem inspiração para escrever no seu blog? Talvez, inclusive, não seja incomum aquele dia em que você fica horas na frente do computador sem ter a menor ideia de como ou por onde começar.

Aprenda a usar conteúdo dinâmico e melhore suas interações com clientesNo início, inclusive, era bem mais fácil: havia vários conteúdos para escrever, muitos assuntos diferentes para abordar, e a escassez de ideias parecia impossível de chegar. Mas, após um tempo, os assuntos já não passam nem perto da sua rua.

A verdade é que você já escreveu tudo que tinha na sua cabeça e achava interessante de passar para os leitores e, agora, já não sabe o que acrescentar. Se ainda não passou por isso, pode ter certeza de que esse dia chegará. 

É por esse motivo que você precisa de uma estratégia muito boa para quando acontecer. Isso, porque é possível vencer o bloqueio com atitudes bem simples e aplicáveis no dia a dia. A seguir, compartilhamos as melhores para ajudar você a encontrar a inspiração para escrever o que quiser. Vamos lá?

Não se desespere, leia

Não há motivos para perder a calma. As ideias estão aí, basta saber como procurá-las. Sempre existem novas tendências de conteúdo para o seu mercado, e será fácil identificá-las se você se mantiver constantemente atualizado sobre as novidades. 

Ao ler diversos conteúdos, nossa mente começa a trazer novas ideias de maneira automática, e a inspiração para escrever vai voltando. Por isso, você deve se preocupar bastante com a qualidade dos materiais que lê. Falaremos mais sobre esse assunto no próximo tópico. Continue acompanhando.

Faça uma dieta de informações

Uma dieta de informações é fundamental para não perder tempo lendo conteúdos ruins que não vão trazer ideias boas para novos textos.

Você precisa saber selecionar os materiais que mais podem trazer inspiração para escrever textos de qualidade. Na internet, já existem muitos conteúdos parecidos e com informações pouco relevantes, que parecem existir apenas para preencher um espaço e que, de fato, não ajudam os leitores a resolver problema algum.

Para ter resultados diferentes, é necessário saber se diferenciar. Não há muito segredo. Você precisa oferecer algo além daquilo que seus concorrentes disponibilizam para o público. Ter isso em mente é ainda mais importante se você está começando um blog do zero.

Para ilustrar: um novo post é publicado em blog a cada 0,5 segundos em todo o mundo. Muita coisa, não é mesmo? Então, como garimpar conteúdos de valor nesse mar de informações?

Os melhores conteúdos geram as melhores ideias

Para filtrar os conteúdos na internet e procurar as melhores inspirações para escrever seus textos, a ferramenta mais indicada é o Buzzsumo.

Embora seja uma ferramenta muito conhecida, muita gente não a aproveita da melhor maneira. Com ela, você pode pesquisar por diversos assuntos e encontrar os conteúdos que estão fazendo mais sucesso na internet. Prático, não acha?

Mas o que isso significa de fato?

Basicamente, você terá a chance de filtrar os melhores textos da internet sobre qualquer assunto. Para marketing digital, por exemplo, é possível buscar inspiração para escrever com os melhores blogs nacionais sobre o setor.

Não estamos falando para você copiar conteúdos de outros sites — até porque isso gera penalizações nas ferramentas de busca. Inclusive, saiba que a internet não perdoa. Afinal, a duplicação de conteúdo é uma infração às diretrizes do Google.

O que você precisa fazer, na verdade, é buscar nesses textos inspiração para escrever. Analise o conteúdo, veja o que poderia ter sido abordado de forma diferente e pontos que nem mesmo foram discutidos. Fazendo esse exercício de benchmarking, você verá que suas ideias ficarão cada vez mais refinadas. 

Inspire-se com os melhores do mundo

Busque referências não apenas em textos em português. É preciso que você pesquise os melhores conteúdos do mundo, independentemente da língua. Afinal, os gringos já estão alguns passos na nossa frente em vários mercados. Então, vale muito a pena ver o que está dando resultado lá e aplicar aqui, concorda? 

Caso busque inspiração para escrever sobre marketing digital, por exemplo, pode ler o blog da Hubspot em inglês. As páginas do Seth Godin e do Neil Patel também podem lhe ser muito úteis.

Para fazer isso, mais uma vez, conte com o Buzzsumo, que permite que você procure os conteúdos que mais fazem sucesso na internet inteira.

Procure inspirações além da leitura

Não é porque você vai produzir um texto que precisa buscar ideias apenas lendo outros textos. Para ter inspiração para escrever, vale pesquisar conteúdos relevantes em formatos diversos, assim você enriquece seu repertório. Algumas opções são:

  • ver vídeos no YouTube;
  • procurar por imagens interessantes no Pinterest;
  • analisar infográficos;
  • ler white papers;
  • procurar boas apresentações no SlideShare;
  • ler e-books;
  • ouvir podcasts;
  • assistir a séries e filmes;
  • vasculhar as redes sociais.

Ao pesquisar sobre as tendências do seu mercado em todos esses formatos de conteúdo, sua cabeça se abrirá para várias novas possibilidades.

Tenha um caderno de anotações

Não adianta nada ter várias ideias, se você não as anotar, certo? Esse é o melhor jeito de se esquecer das coisas, inclusive. Pense em quantas ideias você já teve e que ficaram perdidas no limbo da sua memória. Quantas oportunidades você perdeu porque não fez uma simples anotação?

Ao ler vários conteúdos, ver vídeos, infográficos etc., você verá possibilidades para diversos novos textos. No fim das contas, é bem provável que encontre inspiração para escrever mais conteúdos do que imagina ao fazer uma pesquisa seguindo esses passos.

Para não perder a inspiração para escrever, portanto, você pode utilizar alguns acessórios.

Se for uma pessoa mais tradicional, o caderninho de anotações pode ser a sua salvação mesmo. Do contrário, saiba que existem vários aplicativos que podem ajudar com a anotação de ideias — inclusive, separando-as por categorias e outras funcionalidades. 

Os dois principais são o Evernote e o Google Keep. Ambas as ferramentas são intuitivas, fáceis de usar e podem ser acessadas de qualquer lugar do mundo. Você também pode criar um bloco de notas do seu computador, que serve bem, mas é conectado na nuvem, o que cria uma limitação de acesso. 

O importante, no caso, é anotar todas as suas ideias. Quanto maior for o brainstorm, melhor. É bem possível que, nessa “bagunça”, sua inspiração para escrever volte, e você será capaz de produzir conteúdos cada vez mais geniais.

Faça uma lista de problemas

Além de anotar as ideias, ao realizar a pesquisa, você deve procurar pelos problemas que estão sendo percebidos no mercado. Tenha isto em mente: as pessoas querem resolver problemas. Por essa razão, artigos que vão direto ao ponto e funcionam como verdadeiros guias para resolver algo são mais populares.

Uma boa dica é procurar por esse tipo de informação nos comentários dos textos, vídeos etc., em que, quase sempre, você consegue encontrar insights extremamente valiosos de problemas que ainda não foram solucionados.

Se você for o primeiro a resolver uma dor desse público, sairá na frente de toda a sua concorrência. Dessa forma, aumenta sua autoridade. Isso quer dizer que os leitores começarão a enxergar você como alguém de confiança, que os ajuda a solucionar questões reais.

Então, é até provável que eles se tornem seguidores fiéis do seu blog e compartilhem seus textos com conhecidos. É o que você quer, não é mesmo?

Conte uma história verdadeira

Quando você conta uma história, seja sobre você mesmo ou sobre um cliente, por exemplo, o público se identifica com ela. 

Falar sobre você mesmo é a forma mais rápida de sair da inércia. Afinal, é muito mais fácil começar a escrever quando você retrata um caso que aconteceu para valer — especialmente quando é algo de que você se orgulha, como um case de sucesso. Ainda, ao fazer isso, seu texto fica muito mais humano.

Para tanto, você pode relatar os erros e os acertos, mostrando a diferença dos resultados antes e depois. Dessa forma, as pessoas entenderão que elas também podem chegar lá, o que tende a gerar muito engajamento.

Veja algumas ideias de assuntos na sequência.

  • O que você faz de diferente das outras empresas na sua indústria?
  • Como você começou no seu mercado? O que mais lhe interessou?
  • O que você mais aprendeu durante sua jornada?
  • Qual conselho você pode dar para quem está iniciando?
  • Quais as principais dificuldades do mercado em que você atua?
  • Quais as principais vantagens do mercado em que você atua?
  • Como é o seu dia de trabalho? Quais ferramentas você utiliza?

Apenas comece a escrever sobre algum desses assuntos, e você já terá um texto quase pronto — além de várias ideias para novos conteúdos.

Crie algo novo

Com todas essas ideias anotadas, você já pode ir para o próximo passo. Os leitores estão cada vez mais cansados de textos superficiais, que, de fato, não os ajudam a resolver problemas ou superar desafios. Assim como você, elas precisam fazer uma dieta de informações para não perder tempo com conteúdos “mais do mesmo”.

Como simplesmente seguir as tendências do mercado não trará resultados diferentes dos outros, recomendamos que procure sempre testar novos tipos de conteúdo. 

Faça vídeos, crie infográficos, mude a forma de redação dos seus textos, melhore as imagens que utiliza. Testar é fundamental para se diferenciar dos concorrentes — e essa também é a única maneira de saber o que funciona para o seu público-alvo.

Por isso, o importante é sempre medir os resultados. Mesmo que sejam pequenos testes, se você não mensurá-los, terá apenas gastado seu tempo.

Outro ponto importante para ter melhores resultados em seu blog é manter a frequência de postagens dentro da metodologia Inbound Marketing. Como a consistência é um dos principais fatores para o sucesso da sua estratégia, recomendamos que aposte em um calendário editorial.

Além de contribuir para a manutenção da frequência de publicação, essa ferramenta facilita a organização e planejamento das ações e ajuda a ter mais controle sobre a estratégia de conteúdo, entre outras vantagens.

Confira, a seguir, os principais benefícios de se ter um blog atualizado com frequência:

  • cria relacionamento;
  • aumenta a visibilidade e seu ranking nas ferramentas de busca;
  • aumenta sua autoridade no mercado;
  • contribui para os resultados das redes sociais.

Ouça músicas que ajudem na concentração

Músicas podem ser de grande auxílio na busca pela inspiração para escrever e, ainda, se concentrar. Basta encontrar a playlist ideal para isso. 

Inclusive, existem canções capazes de potencializar a cognição e estimular a memorização e a produtividade, dois fatores essenciais para produzir conteúdos de qualidade. 

Além disso, pode ser interessante ouvir músicas em um idioma a que você não está acostumado, pois isso fará com que o seu cérebro não foque na letra. 

O grande segredo, porém, está em ouvir músicas clássicas, instrumentais ou, até, de sons da natureza. No começo, pode ser difícil se acostumar com esse tipo de sonoridade, mas vale a pena dar uma chance a ela para vencer o bloqueio criativo. 

Listamos, a seguir, algumas playlists disponíveis no Spotify para trazer inspiração para escrever:

Quer outra dica legal? Teste todo tipo de música possível. O que funciona para uns pode não dar certo para você; por isso, é importante experimentar sempre. Por exemplo, há quem diga que músicas mais pesadas, como heavy metal, não contribuem para a concentração, por serem incômodas aos ouvidos.

Mas e se funcionar para você? Talvez esse seja o estilo musical certo para estimular a sua inspiração para escrever. Na dúvida, busque canções que tenham a ver com o conteúdo do seu texto ou com a vibe que você está sentindo naquele dia. Não há motivos para se limitar. 

Pratique a escrita

“A prática leva à perfeição”. Quantas vezes você já ouviu isso? Embora seja um clichê dos grandes, é a mais pura verdade, sobretudo quando falamos da prática da escrita. Calma, não estamos querendo dizer que você deva treinar para produzir o próximo best seller brasileiro, mas será preciso se comprometer com esse exercício se você deseja encontrar inspiração para escrever. 

Assim, recomendamos que escreva um pouco todos os dias — sempre no mesmo horário, se possível. 

Para isso, reserve um lugar onde você se sinta bem o bastante para desenvolver suas ideias. Não há uma regra para encontrá-lo, mas sugerimos que seja tranquilo, bem iluminado e organizado. A mesa e a cadeira utilizada farão diferença, ainda mais ao final do dia.

Além de produzir no computador, vale a pena investir em um caderno de escrita. Sim, a letra cursiva ou de forma e os velhos e tradicionais papel e caneta. Algumas das vantagens que escrever à mão proporciona são:

  • estímulo à criatividade;
  • diminuição do estresse e da ansiedade;
  • melhora na concentração;
  • aumento da compreensão e da aprendizagem.

Escreva à mão todos os dias, mesmo que seja só um pouquinho. Se não puder, continue no seu computador. Para isso, conte uma história, produza um artigo para o blog ou dê início ao seu sonho de escrever um livro. Por que não? Uma das coisas mais legais da escrita é justamente o fato de não haver limites para a criatividade!

Ah, existem alguns exercícios interessantes para estimular esse hábito. Veja:

  • reescreva uma história de que você gosta; 
  • escreva uma carta para si mesmo;
  • faça uma descrição de qualquer cômodo de sua casa em 300 palavras;
  • escreva sobre suas próprias experiências, como um evento marcante ou feliz;
  • reescreva trechos de livros;
  • escreva suas memórias, sobretudo as da infância;
  • observe pessoas e faça descrições breves sobre elas.

Construa um banco de ideias

O banco de ideias é bem diferente do caderno de anotações. Não se trata apenas de escrever algo para não esquecer: o objetivo é captar, gerar e armazenar não só ideias, mas estratégias que serão úteis para ampliar as possibilidades de conteúdo do seu blog. Assim, você terá a inspiração certa para escrever os melhores artigos.

Mais uma vez, você tem a liberdade de escolher o melhor local para anotar essas ideias e estratégias. Word, bloco de notas, aplicativos etc. Aqueles blocos de notas autoadesivas (os famosos post-its) são opções interessantes também. Se você achar que vale, pode reservar uma parede de seu escritório para o banco de ideias.

Dessa forma, visualizará suas possibilidades com facilidade todos os dias. Impossível não encontrar inspiração para escrever dessa forma, não acha?

Aqui vão algumas dicas simples para criar o banco de ideias perfeito:

  • defina os temas de seu blog com clareza;
  • preste atenção às principais dúvidas dos leitores;
  • mantenha-se atualizado sempre;
  • invista em cursos da sua área;
  • escreva ideias para cada assunto e separe os temas em categorias;
  • fique de olho no Google Trends;
  • interaja com seus leitores para entender o que desejam consumir.

O Evernote e o Google Keep, mencionados acima, também são ótimos recursos para construção de um banco de ideias eficiente. Aproveite para testar o Trello, sobretudo se você precisar envolver mais pessoas na criação desse banco. O Notion também é uma boa opção. 

Consuma conteúdo relacionado

Por fim, mas não menos importante: consuma conteúdo relacionado ao tema de seu blog. Não nos entenda mal, é preciso ler bastante para melhorar a escrita, e é altamente recomendado que você diversifique os tipos de conteúdos consumidos.

No entanto, também é preciso que você foque aqueles materiais que têm a ver com o seu negócio. A ideia é fazer um benchmarking competitivo e funcional. Assim, é preciso ficar de olho na concorrência e em tudo que está sendo produzido sobre o seu setor. Isso será fundamental para ajudar você a buscar inspiração para escrever. 

Analise, então, os tipos de conteúdo produzidos, a frequência de postagens, o tom e o tipo de informação utilizada nas páginas de seus concorrentes. Mais uma vez, é preciso pensar sobre o que você poderia fazer de diferente e o que acha que deveria ser acrescentado.

Ainda com medo do bloqueio criativo? Ficar sem inspiração para escrever pode ser paralisante em um primeiro momento, mas saiba que isso não é o fim do mundo. Seguindo as dicas deste texto, você não perderá tempo e será capaz de ir direito ao ponto. Como dissemos, as ideias estão sempre por aí, basta saber como encontrá-las. Agora, você já sabe.

Gostou do conteúdo? Então, aproveite a visita ao blog da HubSpot e assine nossa newsletter. Você receberá mais dicas imperdíveis como estas em primeira mão!

Conteúdo dinâmico: o que é e como usar
 Conteúdo dinâmico: aprenda a usar

Originalmente publicado 14/03/2017 09:00:00, atualizado Março 24 2022

Temas:

Marketing de Conteúdo