Você já deve saber a importância de conferir os resultados das suas campanhas, certo? Entretanto, será que está acompanhando o que é mais relevante? As métricas de marketing digital podem dizer muito sobre as ações da sua estratégia — se um indicador vai mal, sempre é hora de fazer ajustes.

Guia Gratuito

Marketing Digital: conheça e veja como usar as principais métricas no seu dia a dia

Conte-nos um pouco sobre você para acessar o conteúdo

Conferir os resultados mostrará em quais pontos da sua estratégia devem ser feitas correções, além de revelar oportunidades. De maneira geral, são dados que apresentam um imenso potencial para o seu negócio, mas é necessário tomar cuidado com as chamadas “métricas de vaidade”, que não são tão relevantes.

Para não se enganar com o que você deve acompanhar ou não, entenda o que são as métricas de marketing digital e saiba quais são as mais importantes!

Suponha que você trabalhe no marketing de um grande e-commerce. Vai ser preciso avaliar o ticket médio, o Lifetime Value (LTV), o Custo por Clique (CPC), o Custo por Aquisição (CPA) e as taxas de conversão para entender como está o desempenho das ações. Acompanhar mais de uma taxa permite que você tenha mais precisão sobre o todo.

Nesse sentido, existem diversos tipos de métricas de marketing digital. As principais são:

  • métricas de marketing;
  • métricas do blog;
  • métricas do site;
  • métricas de e-mail marketing;
  • métricas de vendas;
  • métricas de redes sociais.

Qual é a importância de acompanhar as métricas?

O acompanhamento dos indicadores marketing digital é essencial para saber se o seu planejamento está funcionando. Ao analisá-los, você pode aperfeiçoar a comunicação com o seu público. Isso porque consegue perceber qual é a linguagem mais adequada, as Call to Action (CTA) que aumentam as conversões e outras informações. A mensuração da performance é realizada de forma detalhada e entrega insights valiosos.

Esses resultados mostram quais são os investimentos certeiros, como em mídia paga. Já em relação às redes sociais, você vai entender quais formatos de conteúdo dão engajamento e o horário em que suas publicações têm maior interação.

Ao utilizar os dados coletados por meio de ferramentas específicas, há uma melhora na tomada de decisões. De forma prática e direta, o monitoramento auxilia a não se basear apenas em achismos, uma vez que você tem a possibilidade de conferir todos os resultados em tempo real. Em resumo, as métricas de marketing digital são dados reais, que não podem ser ignorados.

Baixe nosso e-book aprenda mais sobre as principais métricas de Marketing  Digital

A grande quantidade de métricas a acompanhar pode ocasionar uma certa confusão. Mas não se preocupe, a seguir apresentamos as mais importantes para sua estratégia de marketing digital. Acompanhe!

1. Custo de Aquisição do Cliente (CAC)

Se você quer manter a saúde financeira da sua empresa, é essencial conhecer o custo para adquirir cada cliente. Para isso, você pode calcular o Custo de Aquisição do Cliente, em que devem ser incluídos todos os custos para atrair o consumidor. Os principais são:

  • os investimentos em mídia;
  • os salários dos times de venda e marketing;
  • as despesas com campanhas.

Para fazer esse cálculo, some as despesas e os investimentos em marketing e vendas. Depois, pegue o resultado e divida pelo número de novos clientes em determinado período:

CAC = custo total de aquisição de clientes ÷ total de clientes novos

Pronto! Você tem o valor que cada novo cliente custa para a sua empresa. Com isso, pode atualizar a sua estratégia para fazer com que a média de despesas seja menor.

2. Ticket médio

O ticket médio é utilizado para identificar o valor gasto, em média, por cada cliente no seu negócio ao realizar uma compra. Para calculá-lo, você pode utilizar a seguinte fórmula:

Ticket médio = receita do mês ÷ número de clientes que fizeram compras naquele período

A partir desse cálculo, você consegue saber mais sobre o seu faturamento e entender o comportamento dos seus clientes. Se o resultado obtido for baixo, é possível implementar estratégias como o cross-selling e o upselling.

3. Taxa de conversão

A taxa de conversão é uma das métricas mais importantes para mensurar os resultados da sua estratégia de Inbound Marketing.

Para conhecê-la, você precisa primeiro definir qual é o objetivo dessa conversão: geração de leads, fechamento de uma venda, download de um e-book, entre outras.

Definido o tipo de conversão, o cálculo do indicador é simples. Você pode aplicar a seguinte fórmula:

Taxa de conversão = (quantidade de conversões ÷ audiência) * 100.

Caso o número esteja baixo, isso demonstra que é necessário rever algumas ações ou a sua estratégia inteira. 

4. Taxa de rejeição

Essa métrica pode ser um pouco dolorosa, já que diz respeito à quantidade de usuários que visitou o seu site e saiu sem tomar nenhuma ação. Como o objetivo é manter o visitante por mais tempo dentro do seu site, a ideia é que a rejeição seja o mais baixa possível.

Para saber esse resultado, utilize a seguinte fórmula:

Taxa de rejeição = porcentagem de sessões únicas ÷ todas as sessões feitas no seu site.

Se a taxa está alta em algumas páginas, foque sua atenção em descobrir o que está aumentando a rejeição. Para reverter o quadro, uma boa ideia é começar fazendo alguns testes.

5. Valor do tempo de vida do cliente (LTV)

O Lifetime Value mostra a receita média gerada pelos clientes durante o tempo de relacionamento com a sua marca, indicando o seu potencial de lucro. Para que um negócio se mantenha saudável, o LTV deve sempre ser maior que o CAC. Além disso, por ser um importante indicador da rentabilidade do seu negócio, você deve acompanhar o LTV de perto.

Para calculá-lo, utilize a seguinte fórmula:

LTV = ticket médio mensal * tempo médio de retenção de cada um dos seus consumidores (em número de meses).

Com essa métrica, você consegue definir o orçamento máximo de marketing, planejar ações futuras, encontrar falhas que mostram os motivos de os leads desistirem das compras e muitas outras informações valiosas.

6. Custo por Lead (CPL)

Quanto custa a conversão de cada lead? Nem todas as pessoas que entram no funil de vendas serão convertidas, mas a nutrição é essencial nesse processo — e ela tem um custo! Por isso, o CPL é uma métrica muito relevante.

Para calcular o Custo por Lead (CPL), utilize a seguinte fórmula:

CPL = investimento total na campanha ÷ quantidade de leads gerados.

Analisar esse resultado evidencia os pontos positivos e negativos de cada campanha realizada no seu negócio. Com isso, você entender onde podem ser feitas melhorias.

7. Visualizações de página

Essa métrica de marketing digital aponta a quantidade de vezes que um visitante acessou determinada página no seu site. Cada acesso, atualização ou carregamento de página no navegador conta como uma visualização. Ou seja, se o usuário visualiza uma página e depois aperta para recarregá-la, isso será registrado como duas visualizações.

Essa é uma boa métrica, que indica se os esforços de SEO estão funcionando, assim como as estratégias para fortalecer o reconhecimento de marca. Para saber o número de visualizações de uma página, uma alternativa é utilizar algumas ferramentas como o Google Analytics.

O resultado encontrado pode sugerir que determinada ação publicitária foi bem-sucedida ou que seu site está com um tráfego alto. Só que, como dissemos, o recarregamento de páginas também conta como visualização. Isso significa que a métrica também pode indicar situações como:

  • problemas de carregamento;
  • usuários indecisos;
  • estrutura do site inadequada. 

8. Taxa de saída

O trabalho de link building é indispensável nas estratégias de SEO, mas também é muito importante para manter o visitante por mais tempo dentro do seu site. Nesse sentido, a métrica de taxa de saída aponta as últimas páginas visitadas antes de o usuário fechar a aba do site.

Para calculá-la, você pode utilizar a seguinte fórmula:

Taxa de saída = total de saídas da página ÷ total de page views

Embora qualquer página possa ser de saída, é essencial analisar quais têm a maior taxa. Algumas são criadas justamente para serem as páginas de saída, como as de download ou de agradecimento. No entanto, se são outras partes do site que estão com esse índice alto, talvez esteja na hora de rever a estrutura, a CTA e outros detalhes.

9. Duração média da sessão

Você sabe quanto tempo os visitantes ficam navegando no site? A média de tempo das sessões indica se as suas páginas são atrativas a ponto de manter o usuário por mais tempo na navegação.

Você pode calcular a duração média da sessão por meio da seguinte fórmula:

Duração média da sessão = número de sessões ÷ tempo total das visitas em determinado período.

Assim, você consegue obter indicações como o tipo de conteúdo que gera maior envolvimento, os horários de maior atenção, entre outros elementos.

10. Custo por Clique (CPC)

Se você investe em uma estratégia de tráfego pago, saiba que fazer o acompanhamento do Custo por Clique faz toda a diferença para o seu negócio. Por meio da sua análise, é possível mensurar qual é o gasto da empresa para que o usuário visite determinada página.

Para calcular o Custo por Clique das suas campanhas, você pode utilizar a seguinte fórmula:

CPC = custo total da campanha ÷ total de cliques realizados.

Quanto menor o valor, melhor para você, pois significa que não precista ter um custo elevado para atrair visitantes com os seus anúncios.

11. Taxa de abertura de e-mail

A taxa de abertura é fundamental para qualquer estratégia de e-mail marketing. Com ela, você mensura o retorno do seu investimento nesse tipo de comunicação.

Para calcular o indicador, é só aplicar a fórmula abaixo:

Taxa de abertura de e-mail = percentual de contatos que abriram o e-mail ÷ total de pessoas que o receberam.

Para obter um resultado elevado, você deve criar bons assuntos de e-mail e analisar quais conteúdos são mais atrativos para o seu público. Além disso, é importante investir em uma boa ferramenta de e-mail marketing, que mostre dados relevantes para suas análises de marketing.

12. Taxa de retorno

Essa é uma das métricas de marketing digital que indica o percentual de usuários que retornaram à sua página após o primeiro contato com o seu conteúdo. É um indicativo de que o seu site, por algum motivo, despertou o interesse das pessoas.

Quanto maior o seu valor, melhor para o seu negócio. Você pode consultar o indicador facilmente no Google Analytics ou em algumas ferramentas de marketing digital. Ao acompanhar a taxa de retorno com atenção, você vai obter insights para tornar suas estratégias mais assertivas.

Fazer o acompanhamento dos indicadores de marketing digital é um trabalho fundamental para entender quais são as ações que devem ser colocadas em prática na sua empresa. Você também consegue entender o que não está dando certo e mudar as características necessárias, além de antecipar tendências para se preparar melhor para o futuro de marketing digital.

Com isso, você consegue adotar as melhores estratégias de marketing digital e otimizar as suas campanhas. Conte também com ferramentas de automação de marketing para tornar todo esse trabalho mais fácil para sua equipe.

Gostou deste post? Agora que você sabe quais são as principais métricas de marketing digital que deve analisar, aproveite para assinar a nossa newsletter e fique por dentro das principais tendências na área! Até a próxima!

Entenda quais são as principais métricas de Marketing Digital

 Entenda quais são as principais métricas de Marketing Digital

Originalmente publicado 11/01/2023 06:45:00, atualizado Janeiro 21 2023

Temas:

Marketing Digital