Rebranding: como funciona e quando fazer

Como criar uma marca de succeso
Nathalia Gaspar
Nathalia Gaspar

Publicado:

Uma marca é muito mais do que a sua logo ou nome. É um conjunto de elementos que levam as pessoas a identificar o seu produto. Assim, tudo aquilo que envolve sua identidade visual representa a sua marca, diferenciando-a das demais.

designer investiga técnicas de rebranding

 

Guia Grátis

Use as dicas desse guia para criar uma marca de sucesso

O que é uma marca bem sucedida, exemplos de marcas de sucesso no Brasil, como se posicionar interna e externamente e muito mais.

A ideia é acertar em todos os elementos, de forma que as características da marca possam se manter ao longo do tempo. Só que os conceitos mudam, a moda passa e tudo precisa ser ressignificado. Então, é aí que entra o rebranding, que deve ser feito de forma estratégica, na hora certa, para adaptar sua marca e garantir o sucesso com seu público-alvo no longo prazo.

Neste artigo, vamos abordar o conceito de rebranding: o que é, para que serve e como pode ser implementado. Também mostraremos alguns cases de sucesso com esse processo para você se inspirar. Continue a leitura!

Assim, o rebranding é um conjunto de ações pensadas e estudadas para mudar o posicionamento de uma marca no mercado, de forma que os consumidores passem a ter uma visão diferente dela.

Uma empresa recorre ao rebranding, na maioria das vezes, quando não está alcançando a audiência desejada, seja porque deseja mudar seu público-alvo ou porque a imagem do produto ficou negativa para os consumidores.

O rebranding também serve para fazer alcançar um posicionamento mais preciso da marca, condizente com o seu atual momento. Isso acontece, por exemplo, quando um negócio passou por problemas ou uma má comunicação com os clientes e, por isso, busca corrigir essas arestas e demonstrar a sua evolução.

Como fazer rebranding?

O rebranding não pode ser feito sem um uma análise precisa dos dados e do contexto da empresa. Ou seja, é necessário criar um relatório detalhado da situação atual para avaliar os problemas que estão se manifestando.

Ainda, é importante estudar os concorrentes para entender que tipo de imagem atrai o consumidor desejado e encontrar as soluções adequadas para entrar nessa competição em pé de igualdade.

Com esse estudo completo, a imagem do negócio pode ser recriada para conquistar um novo posicionamento no mercado, de acordo com o propósito da marca.

A seguir, você confere alguns dos principais pontos que precisam ser analisados com atenção para que seu processo de rebranding seja bem-sucedido!

1 - Identidade visual

A identidade visual envolve a logo, a embalagem, a linguagem utilizada com o consumidor, o slogan, as cores escolhidas, a configuração das redes sociais, a fonte escolhida, o site, enfim: tudo que identifica e diferencia o produto e a marca!

É fundamental que todos esses elementos estejam no mesmo padrão e sigam um único conceito para que a empresa ou produto seja facilmente identificado por aquela imagem criada.

Em um processo de rebranding, você precisa tomar cuidado com todos os aspectos relevantes para que o objetivo seja alcançado. Além disso, as mudanças não podem ser tão drásticas a ponto de descaracterizar a marca.

Você também pode recorrer à psicologia das cores, que mostra o efeito que cada cor pode causar em contato com as pessoas, para ajudar na composição do jogo de cores da sua marca nos diversos canais.

2 - Posicionamento da marca nas redes sociais

Sua marca precisa estar bem posicionada nas redes sociais que mais combinam com os seus produtos. Dessa forma, estabeleça um plano estruturado para o uso das redes sociais, de acordo com seus objetivos de marketing.

Vale a pena escolher as redes sociais mais relevantes para o seu público-alvo, pesquisar os horários que têm mais acessos e entender qual tipo de linguagem atrai seus consumidores.

3 - Envolvimento com seu público

Envolver o seu público é um pilar de qualquer estratégia que visa fortalecer o Inbound Marketing. Assim, vale a pena fazer uma boa comunicação sobre o processo de rebranding, de forma a gerar curiosidade e chamar a atenção do seu público. Busque ações que permitam criar uma expectativa nos seus consumidores sobre a mudança que está por vir — e acompanhe as suas reações à medida que a marca é recriada.

Também é possível envolver seu público no processo de mudança de forma mais direta, por meio de questionários ou enquetes nas redes sociais. Lance mão da criatividade para gerar interesse e evitar o risco de as mudanças não serem notadas.

[Baixe agora] Como criar uma marca de sucesso

1 - Logo ultrapassada

Como a logo representa a identidade visual da sua marca, se ela estiver ultrapassada, deixará de chamar a atenção dos consumidores. Como consequência, o público poderá ser atraído por uma proposta mais moderna, de outra empresa.

Por isso, uma alternativa para recriar a imagem da marca e a alinhá-la com as expectativas atuais é fazer um rebranding da logo. Com essa mudança, os consumidores percebem que sua empresa está preocupada em acompanhar a evolução do mercado, o que gera mais confiança.

2 - Marca desatualizada

O rebranding também permite a atualização das marcas. Além das alterações de caráter mercadológico, temos mudanças na sociedade que afetam significativamente a atuação das empresas e pedem uma revisão do posicionamento.

Alguns exemplos de aspectos que costumam evoluir com frequência são:

3 - Lançamento de um novo produto

Um rebranding pode ser necessário também no contexto do lançamento de um novo produto — ou linha completa — que acaba impactando a imagem da marca no geral. Encontramos um exemplo interessante na Toyota, que adotou a cor azul na logo para os seus carros híbridos, de modo a destacar a mudança de tecnologia.

4 - Entrada em um novo segmento

Alguns negócios precisam considerar um rebranding ao incluir um novo segmento de atuação. Podemos pensar, por exemplo, no caso de uma empresa que trabalhava só com alimentos e está planejando uma entrada no mercado de bebidas. Com essa perspectiva, a marca precisa ser ajustada para ter uma imagem coerente nos dois segmentos.

5 - Expansão internacional

Acontece de uma marca ter uma atuação inicial em um só país, mas ampliar sua atividade para outras regiões do mundo. Sabemos que existem inúmeras diferenças culturais entre os países, e a marca precisa considerá-las. Um rebranding pode ser uma boa solução nesses casos.

6 - Competitividade

Novas marcas surgem, enquanto outras se fortalecem para se manter competitivas. Para acompanhar essa evolução, muitas vezes é necessário revisar o posicionamento da marca e implementar algumas mudanças. Dependendo do contexto, um rebranding pode ser a chave para reforçar a competitividade do seu negócio.

7 - Processo de up-marketing

O conceito de up-marketing consiste no reposicionamento em razão de uma mudança de público-alvo, para um perfil de consumidor mais exigente. É o que ocorre quando uma marca passa a trabalhar com produtos de luxo ou de categoria superior à habitual.

Como a marca precisa transmitir esse maior valor agregado e o posicionamento premium dos produtos, o processo de rebranding costuma ser de grande ajuda.

8 - Imagem negativa

Vamos supor que uma marca tenha ficado manchada pelo mau atendimento ao cliente, baixa qualidade dos produtos, problemas com a entrega, entre outros fatores prejudiciais à imagem do negócio.

Como as experiências negativas ficam marcadas na mente dos consumidores, é preciso sinalizar ao mercado que a marca superou os obstáculos e aprimorou seus processos.

O rebranding permite implementar as mudanças necessárias, uma vez que contempla uma revisão profunda de todos os aspectos da marca e dos processos que estão por trás.

9 - Erros na criação de um ou mais elementos da imagem da marca

Como vimos, a criação de uma marca é multifatorial, envolvendo logo, slogan, paleta de cores, embalagens, além dos processos da empresa e qualidade dos produtos.

Nessa construção, falhas podem ocorrer, levando à deterioração da imagem da marca. Para corrigir essas imperfeições, a empresa pode lançar mão de um rebranding.

Cases de sucesso no rebranding de marcas

Vamos conhecer agora alguns cases de sucesso de rebranding com exemplos de marcas brasileiras!

Caso Skol

Por muitos anos, a Skol abordava suas campanhas publicitárias buscando relacionar a bebida a momentos de diversão. Para isso, colocava mulheres com roupas leves servindo a cerveja para atrair seu público-alvo — que era, em sua maioria, composto por homens.

No entanto, com o crescimento de movimentos feministas e a conscientização de que a mulher não deve ser vista ou colocada como um objeto sexual, a empresa sentiu a necessidade de mudar esse posicionamento. Além disso, precisava se comunicar melhor com o público feminino.

Em 2017, a Skol lançou uma campanha de rebranding, utilizando muitas estratégias para mostrar essas mudanças aos consumidores. A primeira delas foi escolher o Dia Internacional da Mulher para lançar a campanha. Essa decisão foi muito interessante, uma vez que, além de chamar atenção do público feminino, homenageou as mulheres em um dia de marco histórico para os movimentos feministas.

Outra estratégia foi lançar em suas redes sociais a seguinte mensagem: “Já faz alguns anos que algumas imagens do passado não nos representam mais”, deixando claro que a empresa desejava encerrar campanhas com cunho machista.

Para consolidar ainda mais a ideia, a Skol chamou seis ilustradoras para atualizar imagens de campanhas passadas, de forma a adaptá-las à nova mensagem transmitida pela marca. Essas produções mostraram a força da mulher e seu empoderamento.

Por último, mas não menos importante, foi lançado um novo slogan: “Redondo é sair do seu passado”. Essa reformulação veio acompanhada de novas embalagens e produtos, além de uma logo mais atual.

Havaianas

Inicialmente, a marca tinha como público-alvo pessoas de baixo poder aquisitivo e comercializava poucos modelos de sandália, com apenas a tira colorida. No entanto, com o crescimento da pirataria, a clientela de baixo poder aquisitivo deixou de adquirir o produto, comprando outros mais baratos.

É por isso que a empresa sentiu a necessidade de mudar seu público-alvo e tornar o produto algo mais nobre. Então, em 1994 foi lançada a linha top das Havaianas, com mais de 40 modelos com cores diferentes — e a opção de ter toda a sandália na mesma cor. O preço dos itens também aumentou, e a marca passou a exibir comerciais no horário nobre na televisão, contando inclusive com a participação de artistas famosos.

A campanha mudou a percepção da marca para a classe alta, ao passou que reconquistou o público perdido das classes baixas. O slogan atual da marca é: todo mundo usa.

Natura

Em uma reavaliação interna por meio de pesquisas com consumidores e revendedores, a Natura percebeu que precisava resgatar sua sofisticação, inovação e sustentabilidade.

Para mostrar essas mudanças, algumas alterações foram feitas na logo, com cores e um design que traziam a ideia de leveza e constante movimento da empresa. A partir disso, a identidade visual foi alterada em cartazes, catálogo e embalagens; e isso de forma gradativa, para facilitar a aceitação pelos clientes.

Neste artigo, abordamos o que é rebranding, como fazer, e quando ele pode ser aplicado. Além disso, mostramos algumas marcas que fizeram rebranding, alcançando o sucesso almejado. Essa estratégia, se bem pensada e utilizada no momento e formas corretas, permite conquistar resultados significativos. Ao longo do processo, também vale a pena lançar mão de ações para envolver o público nesse processo.

As informações sobre rebranding foram úteis para você? Para melhorar ainda mais o seu trabalho de marketing, aproveite para ler outros conteúdos em nosso blog e baixar nosso guia completo sobre como criar uma marca de sucesso!

como criar uma marca de sucesso
Tópicos: Branding

Artigos relacionados

Pop up para COMO CRIAR UMA MARCA DE SUCCESO USE AS DICAS DESSE GUIA PARA CRIAR UMA MARCA DE SUCESSO

Veja como criar uma marca de sucesso com este guia gratuito

    Pop up para COMO CRIAR UMA MARCA DE SUCCESO USE AS DICAS DESSE GUIA PARA CRIAR UMA MARCA DE SUCESSO

    Marketing software that helps you drive revenue, save time and resources, and measure and optimize your investments — all on one easy-to-use platform

    START FREE OR GET A DEMO