Engajamento nas redes sociais: veja as melhores estratégias para 2023

Banco de Imagens Gratuito
Rakky Curvelo
Rakky Curvelo

Atualizado:

Publicado:

A chegada das redes sociais revolucionou o mundo. Elas foram aparecendo de mansinho — quem lembra do MySpace ou do Orkut? —, moldando os comportamentos e, hoje, fazem parte do nosso dia a dia de forma praticamente impossível de dissociar. 

como aumentar o engajamento em cada rede social

 

download gratuito

planeje e publique suas postagens nas redes sociais com este modelo gratuito

aumente a sua produtividade e tenha campanhas de social media mais assertivas

 

Por isso, falar sobre engajamento nas redes sociais atualmente é falar também sobre vendas, marketing e sucesso. Qualquer empresa que busca uma melhora em seus números deve, sem dúvidas, se preocupar com as redes e com a participação do público-alvo em seus conteúdos.

Mas, afinal, como produzir conteúdos que realmente engajam nas redes sociais? É isso que vamos responder nos próximos minutos! Continue com a leitura para conferir dicas que vão potencializar o engajamento do publico com o conteúdo publicado pela sua marca nas redes. Vamos lá?

Nas redes sociais, também podemos ser esses dois tipos de “aluno”. Há os usuários que apenas navegam, sem consumir o conteúdo de forma mais substancial e sem participar do que está acontecendo ali, e os que interagem de forma contínua, consumindo e comprando serviços online.

É claro que você quer que o seu público faça parte do segundo grupo, não é mesmo? Com a participação das pessoas que visitam o seu perfil, é mais provável que elas acabem fechando negócio com a sua marca ou, pelo menos, contribuindo para que os seus serviços tenham mais alcance e cheguem a mais pessoas.

A boa notícia é que há muitas formas de fazer isso. No entanto, é claro que isso é um trabalho árduo e que exige bastante estudo e comprometimento — por isso, utilizar recursos tecnológicos pode ser uma boa pedida para ajudar na organização e gestão das suas redes sociais.

Qual é a importância do engajamento nas redes sociais?

O engajamento tem um papel crucial na sobrevivência da sua marca e, claro, em seu crescimento também! Veja, a seguir, algumas vantagens de investir em estratégias que otimizem essa questão.

Mais visibilidade para o seu produto

Quanto mais as pessoas engajam com o seu conteúdo, mais visto o seu produto é! O engajamento faz com que o alcance das suas publicações aumente, aparecendo mais não só para quem participou da atividade, mas também para outros usuários.

Aumento das vendas

Mais visualizações? Mais visibilidade? Mais vendas! Quanto mais pessoas entram em contato com o seu conteúdo, mais chances há de que as mensagens sejam convertidas em negócios fechados.

Otimização da reputação da sua marca

Por fim, o aumento do engajamento do público com a sua marca também contribui para uma melhora da reputação da sua empresa no mercado. Isso porque pessoas tendem a confiar mais em produtos que têm mais visualizações ou likes, assim como avaliações disponíveis na web.

Gerencie e planeje seu conteúdo de redes sociais de  forma prática com um modelo de calendário

1 - Conheça o seu público

O primeiro passo para que o engajamento seja realmente otimizado é conhecer o seu público. Isso é fundamental para que os conteúdos publicados dialoguem diretamente com aqueles que o consomem, incentivando a comunicação entre as partes.

Há várias maneiras de fazer isso. Uma delas é com a análise das métricas que permitem que você obtenha informações preciosas sobre o comportamento do seu público.

Outra é a interação direta. Enquetes feitas nos stories, por exemplo, são uma ótima forma de descobrir o que o seu público-alvo deseja ver em suas redes sociais. Isso, por si só, já representam uma forma de engajamento orgânico bem bacana!

2 - Tenha uma linha editorial

Planejamento é tudo e ele também é muito importante quando o assunto é as redes sociais. Por isso, faça uma organização periódicas das publicações que serão feitas em um período. Pode ser mensal, quinzenal ou semanal… como preferir!

Essa dica contribui para que você mantenha a consistência nas postagens, além de permitir que você evite bloqueios criativos ou fique sem saber o que postar em um determinado momento. 

Caso prefira, deixe lacunas para preencher ao longo do mês, trazendo novidades ou publicações que tenham a ver com as tendências daquele momento. Além disso, fique à vontade para modificar o planejamento conforme necessário. No entanto, ter uma base ajuda muito!

3 - Escolha as mídias mais relevantes

Nem todo produto vai dialogar com todas as redes sociais, e está tudo bem! Um gestor inteligente não é aquele que faz uso de todas as plataformas, e sim o que sabe avaliar quais vão fazer sentido para o seu público-alvo. E não se esqueça: às vezes, menos é mais. 

Por isso, uma boa gestão (eficiente e consistente) de poucas redes é muito melhor do que ter conta em várias delas e não dar a atenção necessária às publicações. Escolha redes que realmente sejam usadas pelo seu público-alvo e mande ver!

Algumas dicas para fazer essa escolha é a análise da idade da sua persona e do nicho com o qual você trabalha, mas é importante também focar em dar aquela olhadinha na concorrência para ver quais redes fazem mais sucesso.

4 - Crie conteúdos de qualidade

Como as pessoas vão se engajar em algo que não faz sentido e não agrega valor a elas? Por isso, é muito importante que você capriche na produção de conteúdos que sejam relevantes, informativos e interessantes.

Isso começa com uma imagem atraente e que traduz a identidade da sua marca, mas isso não é tudo. Algo simples pode ser muito eficiente quando acompanhado de um bom texto, de legendas que ativem gatilhos mentais e de outras estratégias interessantes.

Assim, gaste um tempo na produção de conteúdo. Esse é um dos pilares para o desenvolvimento de um engajamento consistente e realmente eficiente por parte do seu público-alvo, além da construção de uma reputação sólida como referência em seu setor.

5 - Seja consistente

E por falar em consistência, não podemos deixá-la de lado em todo esse contexto. Afinal, as pessoas buscam marcas que forneçam confiança e permitam que elas desenvolvam uma assimilação. Em outras palavras, o que o público quer é ser seu amigo e conhecer melhor a marca! 

Para isso, nada melhor do que investir em publicações periódicas. Passar longos períodos “sumido” não vai fazer com que você seja lembrado pelo seu cliente em potencial. E pior: pode até mesmo adicionar o seu nome na lista de “deletados” quando aquela “limpa” nas redes sociais acontecer.

Não se esqueça que algumas redes (como o Instagram) selecionam perfis com os quais temos menos engajamento e os deixam destacados em nossas páginas de seguidores. E é claro que você não quer que a sua marca esteja lá, certo?

6 - Estude a concorrência

O ideal é que você olhe, sim, o que os seus concorrentes estão “aprontando” na internet. Essa é uma medida indispensável para você conhecer melhor o seu público-alvo, especialmente ao analisar questões como número de curtidas e o teor dos comentários. 

Buscar por reclamações também é uma ótima pedida para que você entenda o que os consumidores do seu nicho gostam ou não gostam de ver e, assim, possa adaptar a sua estratégia de acordo com as demandas do setor.

7 - Procure cases de sucesso

Outra forma de se inspirar e buscar o sucesso quando o assunto é o engajamento nas redes sociais é estudar cases de sucesso em seu nicho de atuação. É algo mais ou menos parecido com o tópico anterior, mas com uma diferença: aqui, os resultados são comprovados.

Os cases de sucesso trazem informações que deram certo para outros empreendedores, e ajudam você a entender um pouco mais sobre o comportamento do seu cliente em potencial. Essa é uma oportunidade bacana para construir ideias que podem ser aplicadas em seu próprio negócio.

Lembrando que nada disso consiste em copiar exatamente a fórmula de outras pessoas, mas sim em encontrar inspirações que façam sentido e possam ser adaptadas ao seu público. Não há nada de inadequado nisso. Na verdade, é bem estratégico!

8 - Entenda os melhores horários para publicar em cada rede

Você sabia que nem toda rede social é igual? Para que você tenha sucesso em cada uma delas, é importante entender como o algoritmo funciona e, também, o comportamento dos usuários em cada uma delas.

Um dos fatores que muda de acordo com a rede é o melhor horário para fazer publicações. O dia também conta! Por que? É só refletir sobre a funcionalidade de cada plataforma.

Por exemplo: o Instagram costuma bombar nos finais de semana, pois as pessoas estão fotografando os “rolês” e publicando nessa rede. No entanto, o TikTok acaba ficando um pouco de lado no mesmo horário — afinal, não faz sentido ficar rolando um feed enquanto estamos com a galera.

Confira, a seguir, alguns dos horários e dias em que as postagens recebem mais engajamento em cada uma das redes. Mas cuidado: fique sempre de olho em suas próprias métricas e relatórios, já que o seu público pode fugir às regras gerais.

Facebook

Os horários de maior engajamento para o Facebook são:

  • segunda-feira à sexta-feira, das 13h às 15h;
  • terça-feira à domingo, às 9h, 11h e 15h;
  • quinta-feira às 20h.

Instagram

Os melhores horários para publicar no Instagram em 2023 são:

  • segunda-feira às 11h;
  • terça-feira entre 10h e 14h;
  • quarta-feira entre 10h e 14h;
  • quinta-feira entre 10h e 12h;
  • sexta-feira entre 10h e 12h.

TikTok

O TikTok é uma das redes do momento! Confira alguns momentos em que postar nela pode ser vantajoso:

  • segunda-feira às 6h, 10h e 22h;
  • terça-feira às 2h, 4h e 9h;
  • quarta-feira às 7h, 8h e 23h;
  • quinta-feira às 9h, 12h e 19h;
  • sexta-feira às 5h, 13h e 15h;
  • sábado às 11h, 19h e 20h;
  • domingo às 7h, 8h e 16h.

LinkedIn

Por fim, temos o LinkedIn! Confira alguns dos momentos mais interessantes para realizar as suas postagens por lá:

  • de segunda-feira à sexta-feira, no horário comercial;
  • todos os dias, das 7h às 9h e das 16h às 18h;
  • quarta-feira e quinta-feira durante o dia todo.

Dica: evite os fins de semana. Nesta rede social, o engajamento é muito pequeno durante os momentos de descanso.

9 - Conheça a linguagem das redes

O engajamento também depende diretamente da linguagem utilizada em cada uma das redes. Afinal, os públicos são bem diferentes. Não é muito fácil imaginar, por exemplo, uma linguagem acadêmica no meio de dancinhas do TikTok, certo?

Então, aprenda a diferenciar os conceitos de voz da marca — que deve ser a mesma em todos os conteúdos e redes sociais, traduzindo o perfil e a identidade do seu negócio — com a linguagem — uso de emojis, tom utilizado, formalidade/informalidade, imagens/vídeos, natureza do conteúdo, etc.

Por exemplo: imagine que a sua empresa é uma escola. É possível utilizar o Facebook para dialogar com os pais, o TikTok para os alunos e o Instagram para ambos. No entanto, a voz da marca será a mesma em todas as plataformas, com alterações no tom utilizado em cada uma delas.

10 - Capriche na interação

Publicar não é o suficiente. Além disso, é fundamental que a sua marca dialogue com o consumidor. Então, nada de fazer publicações e desaparecer das redes, tudo bem?

Muito pelo contrário: marque presença! Responda comentários, indague os consumidores, busque entender as suas preferências e promova o engajamento por meio de CTAs interessantes e imagens instigantes. 

Esse tipo de comportamento vai fazer toda a diferença. Afinal, o cliente percebe que você está realmente por ali, não sendo uma interação “unilateral”. Isso gera aproximação e identificação, fazendo com que aquele seja um espaço seguro para conversar e tirar as dúvidas quando necessário. Confiança também é uma ótima estratégia de conversão!

11 - Use diferentes tipos de publicação

As pessoas gostam do que é diferente. Então, na hora de produzir conteúdo, evite ficar sempre na mesmice. Isso pode ser um grande “tiro no pé” e fazer com que as pessoas percam o interesse em interagir com a sua marca.

Não há problema, por exemplo, em fazer postagens “semelhantes” em momentos específicos da semana. Um dia dedicado a dicas, dúvidas, ou coisas semelhantes pode funcionar muito bem. Mas, mesmo assim, é bacana buscar novas formas de interagir.

Uma opção é intercalar tipos diferentes de conteúdo. Há imagens, vídeos (que o público adora!), carrosséis (que também engajam muito bem), stories, enquetes… é possível variar entre eles e, assim, contribuir para que o seu público se sinta sempre estimulado a continuar por ali.

12 - Considere o tráfego pago como opção

Por fim, temos uma dica que não pode deixar de ser considerada: o tráfego pago. Essa é uma forma interessante de alçar o seu conteúdo ao estrelato nas redes sociais. Cada uma delas tem suas regras, mas é possível pagar para destacar seus produtos em redes como o Facebook, Instagram e TikTok.

O tráfego pago faz com que o que você publica chegue a mais pessoas, otimizando não só as chances de conversão, como também a visibilidade do seu perfil. Assim, é possível nutrir aquele lead por mais tempo, mesmo que ele não realize uma compra imediata em sua página.

Capturar leads por meio do tráfego pago é um investimento que deve ser associado às outras técnicas mencionadas ao longo da nossa conversa. Afinal, rede social é um assunto sério e que demanda um trabalho constante. Não se esqueça disso!

Como mensurar os resultados das redes sociais?

Para fechar, veja algumas dicas de como mensurar os seus resultados nas redes sociais. Vamos lá?

Engajamento

Começaremos logo pela métrica mais óbvia: o engajamento! Essa é uma das formas mais simples de ver como as suas publicações estão performando na web, e o melhor: nem precisa ser expert para fazer esse monitoramento.

Aqui, é claro que você pode utilizar ferramentas específicas para realizar a análise por você, mas é possível fazer tudo de forma manual. Basta analisar pontos como visualizações, curtidas, comentários, compartilhamentos e “salvos” em cada publicação que você fez.

A partir desses dados, você consegue identificar quais postagens tiveram uma melhor performance e, com isso, criar estratégias para que o seu perfil se torne cada vez mais engajado pelo público-alvo.

Alcance

O alcance é outro ponto de suma importância quando o assunto é redes sociais. Isso porque, no comecinho (quando tudo ainda era mato, sabe?), toda e qualquer postagem nas redes atingiam ao público (seguidores) como um todo.

Atualmente, há algoritmos que fazem com que a gente não receba todo o conteúdo que seguimos. É por isso que páginas ou pessoas “somem” das redes e só voltam a aparecer quando buscamos aquele alguém de forma ativa, jogando o nome na busca e clicando em seu perfil.

Para evitar que isso aconteça com a sua marca, você deve não só criar conteúdos interessantes, mas também estimular o usuário a interagir com a sua marca. Medir o alcance, portanto, é importante para verificar como andam as suas publicações no quesito engajamento e corrigir o que precisa ser melhorado.

Tráfego

O tráfego consiste na associação entre cliques de publicações nas redes sociais e acessos ao site da empresa. O mesmo é válido para o contato por outros canais, como links diretos para o WhatsApp, por exemplo.

Medir o tráfego é muito importante para avaliar as conversões das suas publicações. Será que elas estão sendo bem sucedidas quando o assunto é levar mais gente para os seus serviços e, claro, fazer com que elas fechem negócio com a sua empresa?

Além disso, tais métricas são úteis para ajudar você na avaliação das postagens mais eficientes. Quanto mais cliques, mais gente gostou! Assim, você consegue perceber do que o seu público-alvo mais gosta e fazer uma estratégia mais direcionada para as preferências dos seus consumidores.

Crescimento

Essa é uma das métricas mais observadas quando o assunto é as redes sociais. Afinal, quem nunca ficou de olho no número de seguidores, inscritos ou assinantes do canal ou página na web?

No entanto, além de comemorar as vitórias, é muito importante também avaliá-las sob uma perspectiva mais analítica. Por isso, anote os seus seguidores em datas específicas e avalie o crescimento em períodos pré-determinados.

Com os resultados em mãos, é hora de fazer uma reflexão sobre os porquês de cada um deles. Se o crescimento não foi bom o suficiente, por quais motivos isso aconteceu? Se cresceu muito, quais foram as razões? Avalie as publicações do período e tire as suas conclusões.

Cliques

Por fim, temos os cliques. Ou melhor: a taxa de cliques! Esse é um indicador muito importante do engajamento dos usuários em suas redes sociais, permitindo que você analise quantas pessoas clicaram em suas publicações e o que surgiu a partir disso.

Por exemplo: imagine que você fez um anúncio pago, a fim de vender um produto, e muitas pessoas clicaram. Legal! No entanto, destas, apenas 10% fecharam negócio com a sua marca. Ih… sinal vermelho! Isso significa que há algo de errado em sua estratégia, algo que precisa ser mudado. 

No entanto, se a maioria das pessoas acabou fechando negócio, ótimo: você está no caminho certo. Ou seja, é bem importante analisar os cliques e equipará-los com as conversões para verificar como anda o engajamento e a estratégia de vendas do seu produto ou serviço.

Como podemos ver, conquistar o engajamento nas redes sociais é algo que exige comprometimento e muito estudo, além de adaptação e atenção às particularidades da sua marca. No entanto, com o tempo, você pega o jeito e vai começar a observar os resultados!

Para continuar aprendendo sobre o assunto, aproveite para conferir algumas estratégias de Marketing importantíssimas em um infográfico que preparamos exclusivamente para você. Esperamos que goste!

Nova chamada à ação

Tópicos: Redes Sociais

Artigos relacionados

Somos comprometidos com a sua privacidade. A HubSpot usa as informações que você nos fornece para entrar em contato sobre conteúdo, produtos e serviços relevantes. Você pode cancelar a assinatura dessas comunicações a qualquer momento. Para ter mais informações, consulte a nossa Política de Privacidade.

Pop up para BANCO DE IMAGENS GRATUITO PRECISA DE IMAGENS GRATUITAS EM SEM ROYALTIES PARA O SEU SITE?

Mais de 200 imagens gratuitas para você usar no seu negócio

Marketing software that helps you drive revenue, save time and resources, and measure and optimize your investments — all on one easy-to-use platform

START FREE OR GET A DEMO