A criação de conteúdo digital passa por diversas etapas, e uma delas é dominar as técnicas de copywriting. Além disso, há técnicas bem interessantes para despertar a curiosidade do leitor e fazê-lo seguir até o fim, o que pode inclusive motivar a compra. Para conseguir isso, uma das metodologias que você pode aplicar é a AIDA (Atenção, Interesse, Desejo e Ação).

Aprenda a usar conteúdo dinâmico e melhore suas interações com clientes

Essa metodologia pode ser aplicada em muitas estratégias do marketing digital. A AIDA, em resumo, potencializa o alcance da marca e pode até ser considerada uma técnica de vendas. O modelo é usado para fisgar usuários e faz com que eles sigam determinado trajeto — como o próprio funil de vendas

Sem mais delongas, venha entender o que AIDA significa e aprenda a aplicar a metodologia na sua estratégia!

O que é a metodologia AIDA?

Esse modelo foi introduzido pela primeira vez pelo americano E. St. Elmo Lewis, considerado o pioneiro da Publicidade e Propaganda. Só para você ter uma ideia, ele começou no ramo ainda no final do século XVIII.

A sigla faz referência às 4 etapas que o consumidor normalmente passa, que são:

  • Atenção;
  • Interesse;
  • Desejo;
  • Ação.

Desde o primeiro contato até a efetivação da compra, o cliente passa por essas etapas. A escrita de conteúdos também pode ser beneficiada por essa metodologia. Afinal, a construção de textos é uma maneira de potencializar estratégias que são fundamentais no funil de vendas. Você pode aplicar a técnica em blogposts, e-mails, anúncios e outros conteúdos.

Antes de qualquer atitude, você precisa conhecer profundamente a sua persona. Entender as necessidades do público, suas preferências e outros aspectos facilitam a construção de uma estratégia mais assertiva. Dito isso, confira um pouco mais sobre cada uma dessas etapas.

Atenção

Essa é a primeira etapa e diz respeito ao momento em que a persona percebe que a sua marca existe. É como criar meios de atrair a atenção do consumidor para que ele perceba o valor do que você oferece.

Basicamente, é o mesmo que ocorre no Inbound Marketing. No caso da criação de conteúdo, você precisa conhecer diferentes tipos de linguagens, manter a fluidez do texto e outras técnicas de copywriting.

Por isso, faça com que o usuário olhe para você e use algumas alternativas, como:

  • localização: mantenha-se onde a sua persona está;
  • momento: perceba o momento certo em que a persona está disponível;
  • fator de choque: impressione e cause um impacto no consumidor.

Interesse

Depois que você conseguiu chamar a atenção e o consumidor já está olhando para a sua marca, chega a hora de fazer com que ele mantenha esse interesse. Essa é uma das etapas mais delicadas, pois o usuário pode facilmente encontrar outras opções de compras, se distrair com outros conteúdos etc.

Para que isso não aconteça, você precisa saber o que é relevante para a persona e usar técnicas para criar uma conexão e gerar o sentimento de confiança. Mostre que o seu negócio pode ajudar a resolver a dor do usuário e que tem a solução do problema.

É aqui que entram os argumentos de persuasão. Assim, você consegue educar e engajar a sua persona, fazendo com que ela siga para a próxima etapa.

Desejo

O interesse é importante, mas somente o desejo leva o consumidor à compra. Você pode se interessar por um par de sapatos, mas é só quando aquele desejo fica mais forte que você realmente toma uma ação para comprá-lo, certo?

Dessa forma, crie esse desejo mostrando as qualidades e vantagens que a pessoa terá com seu produto ou serviço. Cases de sucesso, depoimentos e avaliações de clientes são formas de provar o valor da sua marca para reforçar o interesse e fazê-lo virar desejo.

Ação

Agora, você atraiu o seu contato, despertou o seu interesse e fez com que ele criasse o desejo. Então, a última etapa é levá-lo à decisão, à tomada de ação. Nem sempre a ação é a compra, pode ser a conversão em lead, inscrição em um evento ou outras alternativas.

Tudo depende da sua estratégia e dos seus objetivos. Nesse sentido, a metodologia AIDA deve ser estruturada conforme o seu planejamento e metas.

Aprenda a usar conteúdo dinâmico e melhore suas interações com clientes

Como aplicar a metodologia AIDA para atrair mais clientes?

O marketing de conteúdo é uma das estratégias mais eficientes para atrair clientes. Aplicando metodologia AIDA, as chances de sucesso são ainda maiores. Veja como fazer!

Crie títulos interessantes

O título é o primeiro impacto que o leitor terá. Por isso, é preciso criar títulos interessantes, que despertem a vontade de ler aquele conteúdo. Insira a palavra-chave e certifique-se que esteja dentro dos padrões de exibição do Google (tamanho entre 55 e 67 caracteres).

Domine as técnicas de SEO

A otimização para os mecanismos de buscas é mais uma técnica indispensável. Afinal, a etapa de atração depende muito das técnicas SEO aplicadas ao conteúdo. Dessa forma, você aumenta a visibilidade da sua marca e consegue estar presente onde seu público estiver.

Instigue o público

Instigar o público é essencial para que os usuários não fechem a aba no navegador e desistam no meio do caminho. Um bom conteúdo leva o leitor da introdução até a conclusão de forma leve, sem que o interesse seja perdido. Além disso, o call to action é muito importante para que a pessoa entenda o que ela deve fazer a seguir.

Tente conquistar o leitor

Em meio a tantos conteúdos na web, conquistar o leitor e manter o interesse vivo é desafiador. Mas ao criar valor, oferecer conteúdos exclusivos, relevantes e didáticos, você consegue deixar a sua marca bem atrativa. 

Em quais exemplos você pode se inspirar?

A Netflix usa muito bem a técnica AIDA. Esse exemplo mostra como os conteúdos dialogam bem com a persona e levam o leitor à ação em qualquer plataforma.

No setor de beleza, a L’Oréal é uma empresa que consegue utilizar a metodologia produzindo muitos conteúdos para sua persona. São muitas dicas, conselhos e outros tipos de conteúdos que despertam o interesse e o desejo de consumir seus produtos.

Você pode usar a metodologia AIDA em diversas ocasiões. Ela vai ajudar a sua empresa a melhorar sua estratégia de conteúdo. Mas tenha em mente que, para alcançar os melhores resultados, é necessário usar as técnicas certas e manter o interesse da sua persona em alta.

Além disso, complemente seus conhecimentos e confira também 8 gatilhos mentais para vendas online que podem potencializar seus resultados!

Conteúdo dinâmico: o que é e como usar

 Conteúdo dinâmico: aprenda a usar

Originalmente publicado 03/02/2022 04:30:00, atualizado Fevereiro 03 2022

Temas:

Copywriting