Eis aqui um problema mais comum do que a gente imagina: por algum motivo, que você não compreende, seu navegador web ainda está mostrando aquela versão anterior do site. O que está acontecendo, afinal de contas?

Por mais que você atualize a página, nada muda? Calma! Nesse ponto, devemos falar sobre o cache do navegador. Todos nós já ouvimos falar dele em algum momento, mas será que sabemos o que isso significa?

Baixe nosso e-book e entenda como calcular as principais métricas de marketing

Muita gente já pensou no cache do navegador como um lugar mágico que precisamos visitar e limpar com grande frequência para que o nosso e os outros sites apareçam como deveriam. Porém, vai bem além disso.

Abaixo, está uma descrição simples que detalha as peculiaridades do cache do navegador. Neste post, também trazemos vários pontos que vão esclarecer todos os equívocos e dúvidas que você possa ter. Aproveite a leitura!

O cache do navegador tem a função de ajudar o desempenho das páginas e melhorar a experiência do usuário. Como os dados que ficam armazenados não são mudados com tanta frequência, o conteúdo estático do site é carregado rapidamente — como imagens, arquivos de folha de estilo, JavaScript, HTML e outras informações.

Acontece que a memória cache tem um tamanho limite preestabelecido. Assim que atinge o total, os itens antigos são eliminados para que libere espaço e salve novos dados. Mas há a possibilidade de aumentar a capacidade de armazenamento.

Uma boa prática é fazer uma limpeza periódica a fim de evitar problemas de navegação. Pode ser mensal ou até quinzenal, dependendo do quanto você usa a internet.

(Ouça esse conteúdo e entenda o que é o cache do navegador! Clique no play e aproveite!)

Quais são os aspectos básicos do cache do navegador?

Um navegador web, como o Google Chrome, é um software que usamos para buscar e visualizar informações que estão espalhadas pela internet. Em outras palavras, um navegador procura, encontra e apresenta sites e demais informações que procuramos através de URLs.

O cache do navegador nos permite salvar dados, como imagens e HTML, que são necessários ao exibir um website. A intenção dessa gravação de dados é ajudar com a largura de banda. Na próxima vez que você voltar a exibir uma página, ela levará menos tempo para ser carregada, pois uma versão em cache da página já foi salva.

Como o cache do navegador se relaciona com cookies?

O cache do navegador salva dados como imagens e HTML, certo? Bem, cookies são pequenas peças de dados, como nomes e endereços de e-mail, que um site salva em seu computador.

Isso é útil, porque informa ao website quem você é na próxima visita. Já se perguntou como um site cumprimenta você pelo nome? Então, é para isso que servem os cookies. Um site recolhe o cookie que deixou anteriormente no computador e, dessa forma, reconhece o usuário.

Contudo, é importante saber como um cache do navegador e os cookies, juntos, podem afetar seu trabalho. Eles podem ter relação com a atualização de páginas no seu site, testes de formulários e outras páginas que não são exibidas corretamente, entre outros problemas relacionados.

Como fica a questão de privacidade em relação ao cache?

Os dados armazenados na memória cache nem sempre são positivos, afinal, eles também podem causar lentidão no servidor e baixar malwares (vírus). Então, se você navega todo santo dia na internet deve tomar cuidado com a preservação das suas informações pessoais e dos dados depositados pelos sites no computador ou smartphone.

Com a aprovação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), o controle de informações e dados dos usuários passou a ser restrito, sob pena de punições a quem transgredir a decisão. Na prática, isso quer dizer que as empresas se comprometem em proteger os dados pessoais e em aumentar a segurança — tudo isso de uma forma transparente e objetiva. O anúncio do Google de que o fim dos cookies está próximo com certeza vai afetar empresas que utilizam esse tipo de informação. 

Assim, a política de privacidade precisa ser respeitada, selecionando cookies e caches que ficarão armazenados nos dispositivos. Ao inserir seus dados em páginas e sites tudo isso fica registrado. Logo, se outra pessoa acessar sua conta, ela poderá ter acesso a todas as suas informações! 

Mas não precisa se desesperar, porque é possível resguardar seus dados de forma segura ao navegar na web, sem deixar rastros. A solução é utilizar o modo de navegação anônima. Quando navegamos anonimamente, não ficam gravados arquivos na memória cache, assim como também não são registrados os históricos de sites, as informações inseridas em formulários e possíveis autorizações. 

O que significa limpar o cache do navegador?

Como dissemos, cache do navegador são arquivos guardados para melhorar a navegação. Só que eles também podem ser prejudiciais e provocar certos problemas. Podem acontecer diversos erros, como quando o usuário não consegue fazer login em um CMS, como o WordPress, por exemplo.

Às vezes pode ocorrer de você não conseguir entrar no site e a tela inicial de login recarregar devido a uma falha nos arquivos que estão armazenados em cache. Isso costuma acontecer por alterações que foram feitas nos sites que você usa e o navegador não baixa os novos dados da maneira correta.

A limpeza do cache no navegador, então, é uma medida que deve ser realizada regularmente. Ao fazer isso, evitamos que os sites acessados se comportem de forma estranha. Após fazer a limpeza, o navegador baixa novamente as versões atualizadas dos dados assim que você acessar os sites. Ele vai configurar as últimas versões de todos os arquivos estáticos e permitir a navegação sem dificuldades.

Como limpar o cache do navegador?

Você já deve ter notado que em certo momento preencheu uma landing page e, ao acessar a página novamente, algum tempo depois, seus dados ainda estavam lá para completar automaticamente os formulários, certo?

A limpeza dos dados que ficam armazenados em cache é importante ao selecionar o que você quer excluir, ou também o que deseja que permaneça — como dados de preenchimento automático, cookies, histórico de navegação, login e senha em sites, entre outros.

Como limpar o cache no desktop?

Existem diversos tipos de navegador que podem ser usados nos computadores. Entre eles, os mais conhecidos e utilizados são o Google Chrome, o Mozilla Firefox, o Internet Explorer e o Opera. Por mais que existam algumas diferenças no layout, não há grandes dificuldades em limpar o cache em todos eles. Confira os principais passos para fazer isso:

  • abra o navegador e procure pelos três pontinhos que abrem um menu (geralmente, ficam no canto superior direito da tela);
  • depois, veja pelo histórico de navegação ou por menus como “ferramentas”, “privacidade e segurança”, “opções” ou “definições”;
  • localize a opção “limpar histórico de navegação”. Também é possível acessar configurações avançadas que permitem que você faça a limpeza somente de alguns sites, deixando os dados de páginas que acessa com maior frequência de modo a facilitar a navegação;
  • selecione o que deseja excluir, como cookies, histórico de navegação e cache;
  • clique no botão indicado para fazer a limpeza de dados.

Você também pode acessar a aba de limpeza com mais facilidade por meio de alguns atalhos no teclado. Para usuários de Windows, por exemplo, basta apertar Ctrl + Shift + Delete; enquanto para usuários de Mac OS, o atalho de teclas é Command + Shift + Delete.

Como fazer a limpeza de cache do navegador no celular?

Assim como nos navegadores de desktop, a limpeza de cache nos dispositivos móveis também é muito importante. Veja como você pode limpar o cache no seu smartphone:

  • assim como nos navegadores do computador, procure pelos três pontinhos para abrir o menu;
  • busque a sessão de “histórico”, “ajustes” ou “configurações”;
  • encontre a opção “limpar histórico” ou “limpar dados de navegação”;
  • selecione o que você quer apagar, como senhas, histórico, cookies, permissões de mídia, dados para preencher formulários e outras informações;
  • clique na opção de limpar dados.

Também é possível escolher somente um período de tempo que você queira apagar, como os dados das últimas 24 horas, da última semana, de um mês ou ano. Ainda dá para fazer aquela limpeza completa e apagar todo o histórico. Assim, você consegue preservar aquelas informações úteis no dia a dia e que ajudam a tornar a sua navegação mais fluida — ou então apagar o que for desnecessário.

Limpar o cache do navegador é superimportante porque, afinal, o mundo do Inbound Marketing é muito tentador. Começamos com uma busca e, quando vemos, já estamos acessando um milhão de sites diferentes ao mesmo tempo, já notou? Por isso, ficar de olho no seu cache do navegador é fundamental para manter a proteção dos seus dados, sem perder as funcionalidades de navegar na web com mais facilidade.

Então, vai fazer a limpeza do cache do navegador agora? Ficou com alguma dúvida ou quer ajuda em alguma etapa do processo? Entre em contato conosco!

Métricas de marketing: saiba quais as mais importantes e como aplicar
 Baixe nosso e-book e entenda como calcular as principais métricas de marketing

Originalmente publicado 08/04/2022 07:00:00, atualizado Abril 08 2022

Temas:

Website