As vendas online ficaram ainda mais comuns após a pandemia causada pela COVID-19. Antes, comprar por meios digitais já era a preferência de 74% dos brasileiros — uma realidade que foi se acentuando, tanto que, no início da pandemia, 13% dos brasileiros fizeram sua primeira compra online. Ou seja, cada vez mais pessoas estão se acostumando com o conforto e a tranquilidade do digital.

Saiba quais são os indicadores de performance de vendas que você precisa  acompanhar!

Na prática, isso nos faz refletir sobre diferentes tipos de estratégia para aumentar vendas, fazendo com que o negócio se sobressaia perante sua concorrência e ganhe mais espaço nos canais da internet.

Afinal, uma vez que mais e mais empresas têm vindo para o digital, cabe à sua marca criar uma estratégia para aumentar vendas que seja forte e faça sentido para o negócio. Nós ajudamos nessa reflexão apresentando 10 estratégias!

1. Atualize suas buyer personas e a comunicação

Criar uma buyer persona a partir de dados e entrevistas é eficientíssimo para o seu marketing. Fato. Mas uma persona não é escrita em pedra, e existem atualizações necessárias conforme o passar do tempo. Assim, rever esses dados após momentos de crise traz um novo panorama sobre quem realmente compra de você. 

Com essa atualização em mãos, os conteúdos ficam mais acertados e você consegue criar storytellings ou promoções que vão — mesmo! — mexer com seu público, gerando mais oportunidades de venda.

Nova call to action

2. Faça uso de gatilhos mentais 

Tomar uma decisão de compra pode ficar mais rápido quando você faz uso de gatilhos mentais. A emoção é captada pelo sistema límbico do nosso cérebro e levada para o nível da razão, na parte reptiliana.

Na prática, funciona assim: você cria um anúncio com o gatilho de prova social, por exemplo, “2 mil tomadores de decisão já optaram por esse software”. Seu cérebro fica impactado com a informação e, assim que ela é processada, você passa a considerar que, se o produto é relevante para tantos empresários, certamente será para sua empresa também.

Os gatilhos mentais podem ser usados no site, nos blog posts, nas redes sociais, nas campanhas de e-mail etc. O ideal é entender as possibilidades que mais convertem conforme você for analisando as métricas. Além da prova social já citada, você pode usar os seguintes gatilhos:

  • escassez — “aproveite! Últimas unidades disponíveis”;
  • urgência, principalmente com itens de duração limitada;
  • prova social, ao citar outras marcas que usam o produto, preferencialmente com depoimentos;
  • reciprocidade, com trials gratuitos ou o fato de devolver o dinheiro, caso haja insatisfação;
  • novidade, como muitas empresas de eletrônicos fazem ao lançar novos celulares e notebooks.

3. Aposte nas ferramentas de automação

A automação de marketing traz, além da agilidade nos seus processos, mais inteligência e agilidade nas conversões. O sistema de CRM da HubSpot, por exemplo, tem um dashboard que traz uma visibilidade completa do pipeline de vendas — assim fica mais simples de ver as interações e conversar com os leads em tempo real, antes que esses contatos “esfriem”.

Esse CRM, que é 100% gratuito, também pode ser integrado ao software de vendas, que traz funcionalidades importantes, como a possibilidade de fazer chamadas dentro do CRM, criar templates de e-mail e fazer o preenchimento dos registros dos contatos automaticamente.

Nova chamada à ação

4. Trabalhe técnicas de upselling e cross-selling

O interessante do CRM é que você tem registrada toda a evolução do relacionamento com os clientes. Isso permite que vendedores e o time de Customer Success entendam os avanços e necessidades do cliente para fazer cross-selling e upselling — uma ótima estratégia para aumentar vendas.

Esse conhecimento dos clientes pode ser analisado junto ao histórico de vendas cruzadas e porcentagens de sucesso, já que tanto o cross quanto o upselling ficam mais certeiros com dados relevantes.

5. Revise o processo de vendas

Aqui, a estratégia para aumentar vendas pode estar tanto na qualificação de leads quanto no tempo para entrar em contato com esses prospects, passando por uma revisão dos SLAs (Service Level Agreements).

Reuniões entre os times de marketing e vendas, junto com uma análise dos últimos resultados, podem trazer ótimos insights nesse sentido; mesmo porque 43% dos profissionais da área dizem que a falta de dados precisos e compartilhados é o maior desafio no alinhamento dos departamentos de vendas e marketing.

6. Torne o seu check-out mais simples

Você sabia que 23% dos clientes que abandonam seus carrinhos o fazem porque o check-out exige muita informação? É por esse motivo que vale a pena facilitar a experiência dos usuários com um check-out mais simples para os visitantes.

Outra opção é integrar o site a redes sociais durante o check-out, já que as chances de esquecer uma senha são grandes.

7. Reveja sua página de vendas

Uma análise crítica do seu site é sempre necessária de tempos em tempos. A página de vendas, por exemplo, precisa de botões de CTA evidentes e destacados. Além disso, depoimentos de quem já usou os produtos podem trazer a prova social, que é um gatilho muito relevante.

Também é essencial contar com selos de segurança na página, para que os clientes tenham a certeza de que estão fechando negócio com um site confiável. Assim, as pessoas ficam mais tranquilas ao comprar pelo cartão de crédito ou fazer transferências.

8. Inclua ou aprimore seus chatbots

É muito natural ter dúvidas sobre o produto ou a solução antes de concluir a compra. Nesse caso, contar com chatbots permite que você ofereça atendimento nas 24 horas do dia, nos 7 dias da semana, facilitando muito a conversão.

A inteligência artificial e o machine learning têm aprimorado cada vez mais os chats, que permitem aos clientes ter uma ótima experiência; e a sua empresa ainda pode economizar mais de 30% nos serviços de suporte.

9. Busque a fidelização dos clientes

Reter o público é um grande desafio, mas que vale a pena enfrentar, já que o retorno é muito interessante: 86% dos clientes com ótimas experiências devem comprar da mesma empresa outra vez. Isso sem falar que as marcas que oferecem uma experiência diferenciada podem cobrar até 16% a mais em suas ofertas.

Por isso, a fidelização deve ser pensada em várias frentes, como no ótimo atendimento, na experiência com o site e redes sociais e no pós-atendimento. Também é fundamental a nutrição com conteúdos e ofertas que façam sentido para esse cliente.

10. Resgate a base de clientes

Toda empresa tem uma base de clientes que vai ficando parada, há muito tempo sem fazer negócio. Se eles já compraram uma ou mais vezes, pode estar na sua mão reativar o relacionamento e melhorar a conversão.

Mais uma vez, o CRM traz os melhores insights sobre os materiais e promoções que podem ser enviados a esse público. Além disso, permite aperfeiçoar a estratégia para aumentar vendas.

Sua marca tem muito a ganhar quando faz um check-up de tempos em tempos e entende os pontos fortes e fracos. Opte pelo olhar analítico, com base em dados que trarão mais certezas, e pela integração entre os times de marketing e vendas para que as novas propostas estejam alinhadas. Assim, sua estratégia para aumentar vendas tem muito mais chance de sucesso.

Não perca mais tempo e entre em contato conosco para adquirir o CRM da HubSpot, o software de vendas ou outros! Assim, sua estratégia fica ainda mais acertada!

Nova chamada à ação
 GET HERE

Originalmente publicado 28/mar/2022 6:00:00, atualizado Março 28 2022

Temas:

E-Commerce