O que é SERP e qual é a sua importância para o SEO?

Guia do SEO
Maria Coppola
Maria Coppola

Publicado:

Quem trabalha com gestão de equipes e busca se manter sempre antenado às melhores práticas de prospecção e de fidelização de clientes não pode deixar de entender a fundo o que é SERP. De maneira bastante resumida, é nela — acrônimo para Search Engine Results Page — que estão listados os principais conteúdos que levam consumidores de todos os tipos até as empresas de forma orgânica.

O que é SERP?

Em outras palavras, muitas vezes, o público é instigado a buscar mais informações acerca de um negócio por “livre e espontânea vontade”. A questão-chave é: será que esse processo é tão livre e espontâneo assim?

 

Guia Grátis

Guia completo de SEO: aprenda a montar a melhor estratégia para atrair tráfego orgânico

Tudo que você precisa saber sobre SEO para melhorar o seu tráfego orgânico

 

Na verdade, não. Saber trabalhar com a SERP e, inclusive, entender como ela funciona vai ajudá-lo a garantir que os conteúdos da sua marca estejam logo nas primeiras posições dos resultados de busca, aumentando as chances de que os leads cheguem até você.

E então? Quer saber como é possível aproveitar os inúmeros benefícios desse destaque e conferir a relação entre SERP do Google e SEO? Continue a leitura!

Faça o download do nosso guia para aprender tudo sobre SEO

Qual é a sua importância?

A importância da SERP não pode ser subestimada, já que falamos da "porta de entrada" para a maioria dos usuários da Internet que estão em busca de quaisquer informações. Na prática, quando você pesquisa algo no Google, por exemplo, o resultado apresentado na SERP é o primeiro ponto de contato entre você e o conteúdo buscado.

Ou seja, é nessa página que os usuários decidem em qual link clicar, qual site visitar e, consequentemente, qual conteúdo consumir. Se você mantém um site institucional — ou está envolvido de alguma forma com o marketing digital —, compreender como a SERP funciona e, inclusive, como otimizá-la é indispensável para alcançar o seu público-alvo e direcionar o tráfego para o seu URL.

Qual é a relação entre SERP e SEO?

A relação entre SERP e SEO (Search Engine Optimization) é intrínseca. Afinal, o SEO é o conjunto de estratégias e de práticas que os criadores de conteúdos e os proprietários de sites — corporativos ou não — utilizam para melhorar a sua visibilidade nos mecanismos de busca. Pode-se dizer que o objetivo final do SEO é aparecer nas primeiras posições da SERP, uma vez que os primeiros resultados têm uma probabilidade muito maior de receber cliques dos usuários, concorda?!

Em outras palavras, podemos entender a SERP como o "palco" onde as estratégias de SEO são testadas e aplicadas. Ao otimizar a sua página para as palavras-chave certas e aprimorar a qualidade dos conteúdos publicados, você trabalhará diretamente para melhorar o seu desempenho na SERP. Portanto, a relação entre SERP e SEO é de simbiose: o SEO busca melhorar a classificação na SERP, e a SERP é "onde" o sucesso do SEO é medido.

Como é a estrutura da SERP?

A estrutura de uma SERP pode variar, a depender do mecanismo de busca e do tipo de consulta realizado. Alguns exemplos de SERP features que podem ser encontrados incluem: imagens, notícias, caixas de perguntas, vídeos, painel de conhecimento etc.

Então, que tal entender um pouco mais a fundo esses e outros elementos comuns? Vamos lá!

Resultados orgânicos

Os resultados orgânicos são os links não pagos que correspondem às páginas mais relevantes para a consulta. Normalmente, a classificação é feita com base em algoritmos dos mecanismos de busca.

Inclusive, é aqui que entra o SEO: usando boas práticas, você aumentará as chances de o seu conteúdo ser adequadamente posicionado. Uma boa pedida é recorrer a uma check-list para verificar se todos os pontos necessários para um bom posicionamento foram respeitados — e esta da HubSpot pode ser extremamente útil!

Anúncios pagos

Muitas vezes, no topo da SERP e no final da página, você encontrará anúncios pagos que são marcados como tal. Estamos falando dos resultados de campanhas de publicidade, como o Google Ads ou o Facebook Ads. Na prática, funciona assim: a cada clique, quem anuncia paga um valor ao Google, até que o investimento se esgote e seja renovado ou direcionado a uma nova campanha.

Caixas de resposta rápida

Você provavelmente já viu uma lista de perguntas frequentes na SERP dentro de caixas, não?! Essas "caixas" exibem informações diretas na SERP e, muitas vezes, retiradas de sites de alta autoridade e que usam boas práticas de SEO. Percebe como fica cada vez mais clara a relação entre SERP e SEO?!

Imagens e vídeos

Dependendo da consulta, a SERP pode incluir carrosséis de imagens e vídeos relacionados. Para isso, esses conteúdos também precisam ser otimizados adequadamente. Basicamente, quanto mais relevantes forem um vídeo e uma imagem em relação à intenção de busca do usuário, maiores serão as chances de eles aparecerem na SERP como resposta à consulta.

Painel de conhecimento

Às vezes, informações de alta relevância são exibidas em um painel de conhecimento no lado direito da SERP. Nesse espaço, é possível que haja fatos sobre personalidades públicas, datas históricas, informações sobre determinados locais e muito mais.

Resultados de notícias

As consultas que estão relacionadas a eventos atuais ou a notícias também podem exibir uma seção de "resultados de notícias" na SERP. Nesse caso, geralmente, surge uma espécie de "bloco" que traz as matérias jornalísticas mais relevantes em relação à temática pesquisada.

1 - Otimize os conteúdos

Certifique-se de que o seu conteúdo seja valioso, informativo e adequadamente escrito. Além disso, utilize palavras-chave relevantes de forma natural e crie um material de alta qualidade, que atenda às necessidades do seu público.

Foque também a criação de topic clusters para as suas pilar pages, garantindo que o usuário terá tudo de que precisa dentro do seu blog ou do site institucional. Ao fazer isso, você melhorará a experiência dele na sua página e, claro, aumentará as chances de conseguir levá-lo pelo funil até a conversão.

2 - Seja estratégico ao escolher as suas palavras-chave

Faça uma pesquisa detalhada de palavras-chave para identificar aquelas que são mais relevantes para o seu nicho. Se possível, escolha palavras-chave de cauda longa, pois elas geralmente têm menos concorrência e podem gerar um tráfego mais direcionado, combinado?!

3 - Observe a concorrência

Também analise o que os seus concorrentes estão fazendo. Identifique as suas estratégias de SEO e veja o que você pode fazer melhor do que eles. A medida pode envolver a criação de conteúdos mais detalhados, o aprimoramento do design ou a otimização técnica do site.

4 - Melhore a experiência do usuário

Sites com um rápido carregamento e fáceis de usar são mais propensos a alcançar uma boa classificação na SERP. Portanto, certifique-se de que a sua página seja responsiva, tenha um tempo de carregamento rápido e seja de fácil navegação.

5 - Crie backlinks de qualidade

Esse é um tema bem relevante para quem deseja entender o que é SERP. Basicamente, os backlinks são links de outros sites que levam ao seu.

No entanto, é preciso que eles venham de páginas respeitáveis e relacionadas ao seu nicho, aumentando a sua autoridade aos olhos dos mecanismos de busca. Evite esquemas de link building duvidosos, como trocas de links "a esmo", porque esse tipo de prática tem o potencial de prejudicar o seu ranking.

6 - Use técnicas de SEO on-page

Otimize a meta descrição, os títulos, as tags de cabeçalho e os URLs das suas páginas (como um URL canônico) para incluir palavras-chave relevantes. Nesse momento, também é superimportante otimizar imagens e usar tags alt apropriadas, viu?!

7 - Acompanhe e meça os resultados

Utilize ferramentas de análise de dados, como o Google Analytics, para acompanhar o desempenho do seu site e ajustar as suas estratégias de SEO quando for necessário. Além disso, para se manter atualizado acerca das melhores práticas de Search Engine Optimization e das mudanças nos algoritmos dos mecanismos de busca, é recomendável se inscrever em newsletters de blogs confiáveis que abordem esses tópicos.

Inclusive, a HubSpot é uma ótima pedida! Inscreva-se já na nossa newsletter e acompanhe as nossas publicações! É rapidinho e gratuito!

Por fim — mas não menos relevante —, você pode (e deve) conhecer e acompanhar as principais KPIs de SEO para melhorar as suas páginas e potencializar os seus resultados. Adotando esse tipo de iniciativa, torna-se mais fácil avaliar no que você vem acertando e quais aspectos ainda precisam receber mais atenção.

Como analisar os resultados da SERP?

A análise dos resultados da SERP é indispensável para medir o sucesso das suas estratégias de SEO e, claro, para fazer ajustes quando necessário. Quer uma forcinha nesse processo?! A seguir, nós elencamos uma espécie de passo a passo para auxiliá-lo nessa empreitada!

Acompanhe a classificação

Use ferramentas de monitoramento de classificação para acompanhar a posição do seu site nas SERPs para palavras-chave específicas. A ação permitirá que você saiba se a sua página está subindo ou caindo no ranking ao longo do tempo.

Avalie o tráfego orgânico

Analise o tráfego orgânico do seu site proveniente das SERPs. Para tanto, veja quais páginas estão recebendo mais visitas e como os usuários interagem com o seu conteúdo.

Examine a taxas de cliques (CTR)

A taxa de cliques (CTR) equivale à porcentagem de pessoas que clicam no seu link em relação ao número total de pessoas que visualizam o seu link na SERP, sabia? Portanto, uma CTR baixa pode indicar que a meta descrição utilizada ou os títulos trabalhados precisam ser mais atrativos.

Acompanhe as mudanças nos algoritmos

Outra medida essencial é estar sempre ciente de qualquer atualização nos algoritmos dos mecanismos de busca que possam afetar o seu ranking na SERP. Afinal, caso ocorram alterações significativas, provavelmente, será necessário fazer ajustes na sua estratégia de SEO.

Como vimos, entender o que é SERP, qual é a sua importância e como ela se relaciona com o SEO é essencial para quem está envolvido em ações de marketing digital e/ou à frente do gerenciamento de um site. A estrutura da SERP é complexa e está em constante evolução, mas conquistar as primeiras posições e analisar os resultados é um dos passos cruciais para garantir o sucesso. 

Então, agora que você sabe o que é SERP, lembre-se de se manter atualizado quanto às melhores práticas de Search Engine Optimization. Comece, por exemplo, otimizando os seus conteúdos e parta para a otimização da sua página como um todo, garantindo o alinhamento com as demandas de SEO on-page, de SEO técnico e de SEO off-page, solicitadas pelos mecanismos de busca, como o Google.

Quer ir além? Considere usar recursos adicionais, como o guia de SEO da HubSpot, para aprimorar as suas habilidades e alcançar melhores resultados na SERP.

guia completo de seo

Tópicos: SEO

Artigos relacionados

Pop up para GUIA DO SEO APRENDA A MONTAR A MELHOR ESTRATÉGIA PARA ATRAIR TRÁFEGO ORGÂNICO

Nosso guia completo com tudo o que você precisa saber sobre SEO

    Pop up para GUIA DO SEO APRENDA A MONTAR A MELHOR ESTRATÉGIA PARA ATRAIR TRÁFEGO ORGÂNICO

    Marketing software that helps you drive revenue, save time and resources, and measure and optimize your investments — all on one easy-to-use platform

    START FREE OR GET A DEMO