10 principais linguagens de programação que existem

Baixe agora
Denis Oliveira
Denis Oliveira

Publicado:

Não importa se você ainda está dando os primeiros passos no mundo do desenvolvimento ou se já é um veterano que está em busca de novos insights — a gente está aqui para ajudar. Antigamente, as linguagens de programação eram um conhecimento exclusivo dos programadores, né?! No entanto, o fato é que o cenário mudou.

as principais linguagens de programação

 

Guia Grátis

Quer investir na carreira de Desenvolvimento Web? Esse guia é para você!

Conteúdo completo com os primeiros passos, principais desafios e mais!

 

Hoje em dia, com a transformação digital, vários profissionais das mais diferentes áreas passaram a conhecer, pelo menos, um pouco sobre elas. E você? Tem aquela linguagem de programação favorita? Já domina todas e sabe quais são as mais conhecidas e/ou as que deixaram de ocupar um "posto de destaque"?

A nossa ideia é abordar todos esses pontos nos tópicos abaixo, mas, para começar, vamos entender o que é uma linguagem de programação? Afinal, assim como um estrangeiro precisa compreender o nosso idioma para conseguir se comunicar no nosso país, quem programa tem que saber "falar" a "língua da máquina", concorda?

Continue a leitura para saber tudo e mais um pouco! Vamos lá?!

Calma! Vamos simplificar!

Você já parou para pensar, por exemplo, em como nós — humanos — nos comunicamos com os nossos amigos, familiares e colegas de trabalho? Utilizamos palavras, expressões e até mesmo a linguagem corporal para interagirmos, né?!

Agora, quando o assunto envolve se comunicar com uma máquina, como os computadores, a pergunta-chave é: como fazê-lo? Bem, é aí que entra o incrível mundo das linguagens de programação.

Para facilitar a sua compreensão, imagine um cenário em que estivéssemos ensinando uma linguagem específica para que a máquina se tornasse capaz de executar determinadas tarefas de acordo com as nossas necessidades. Já pensou em ter a habilidade de "conversar" com o seu computador e de dizer a ele exatamente o que você quer que seja feito?

Pois é! Isso só é possível graças às linguagens de programação. Inclusive, o mais interessante é que existem várias delas — cada uma com as suas próprias características e vantagens. Algumas são mais adequadas a certos tipos de projetos; enquanto outras ganham relevância pela facilidade de aprendizado.

[Guia grátis] Veja como avançar na carreira de  Desenvolvimento Web

Essas linguagens são orientadas à máquina, como uma espécie de conexão entre o hardware e o software. Basicamente, elas viabilizam um controle direto sobre o equipamento e sobre a sua estrutura física, exigindo que o programador tenha um conhecimento bastante aprofundado do hardware.

A categoria se divide em dois tipos diferentes, como vamos ver a seguir.

Linguagem de máquina

É a forma mais primitiva de linguagem, sendo composta por dígitos ou bits binários (0 e 1) que o computador lê e consegue interpretar. Inclusive, trata-se do único idioma que as máquinas entendem diretamente.

Linguagem Assembly

É uma tentativa de substituir a linguagem de máquina por algo mais próximo da linguagem humana. Os programas desenvolvidos na linguagem Assembly são armazenados como textos e, geralmente, são instruções que correspondem às ações executáveis por um microprocessador.

Esse tipo é mais legível, mas ainda precisa ser convertido para a linguagem de máquina pelo Assembler. Afinal, o equipamento não consegue entendê-la.

2. Linguagens de programação de alto nível

São linguagens que buscam facilitar o trabalho do programador, usando instruções mais compreensíveis. Além disso, elas permitem que você escreva códigos com a utilização de idiomas humanos (português, inglês, espanhol etc.), que serão traduzidos para a linguagem da máquina por tradutores.

Tradutor

Traduz os programas desenvolvidos em uma linguagem de programação para a linguagem de máquina enquanto são executados. Via de regra, há uma grande agilidade na tradução, porém, a atividade deve ser contínua durante a execução.

Compilador

Possibilita a tradução completa de um programa de uma só vez, tornando-o mais rápido. Aliás, o código compilado pode ser armazenado para uso futuro, sem que uma nova tradução seja necessária. Logo, temos mais eficiência na execução e no armazenamento do código compilado para eventuais utilizações em outros momentos.

1. Ampliação da versatilidade profissional

As principais linguagens de programação são muito usadas em vários setores e projetos. Portanto, ao conhecê-las, você se torna um profissional mais versátil, capaz de adaptar as suas habilidades a diferentes demandas do seu mercado de atuação.

2. Viabilização da execução de uma grande gama de projetos

Como dito, cada linguagem tem as suas próprias características e é mais — ou menos — adequada para determinados tipos de projetos. Então, conhecer as principais permite que você escolha a mais apropriada para os requisitos da demanda em questão.

3. Aumento da compreensão dos códigos existentes

Muitos projetos já utilizam códigos escritos em linguagens de programação específicas. Diante disso, conhecer as principais faz com que você tenha a capacidade de entender e, inclusive, de colaborar em atividades preexistentes, acelerando processos de manutenção e de desenvolvimento, viu?!

4. Facilitação do aprendizado

Não há como negar: conhecendo as linguagens de programação principais, o aprendizado de novas passa a ser mais fácil. Muitos conceitos e estruturas são compartilhados entre elas, o que possibilita uma transição suave para novos ambientes de programação.

5. Expansão da empregabilidade

Atualmente, as empresas frequentemente buscam profissionais com conhecimento em linguagens amplamente adotadas. Logo, ter experiência na utilização das principais delas pode aumentar expressivamente as suas chances de conseguir boas oportunidades e de evoluir profissionalmente.

6. Participação em comunidades e projetos open source

É interessante ressaltar que as principais linguagens são utilizadas em projetos de código aberto e em comunidades de desenvolvedores. Nesse contexto, ao conhecê-las, você pode contribuir ativamente em determinadas atividades, expandir a sua rede profissional e, claro, aprender com outros especialistas.

Sem dúvida alguma, estar por dentro das principais linguagens de programação é um grande diferencial. Na verdade, mais do que isso, trata-se de uma habilidade indispensável para quem busca se destacar nesse campo do desenvolvimento de softwares, que é tão competitivo.

Agora, é chegada a hora de ver de perto as 10 principais linguagens de programação mais utilizadas. Inclusive, a seguir, a gente trouxe alguns insights valiosos para quem busca aprimorar as suas habilidades em programação web. Confira!

1. Python

A Python é uma linguagem de alto nível e propósito geral, destacando-se pela sua versatilidade. Ela é usada em diversos processos — desde a análise e a visualização de dados até o desenvolvimento web. Aliás, a linguagem passou a ser uma escolha popular para várias tarefas. Veja algumas das suas características:

  • suporte a múltiplos paradigmas de programação;
  • alta eficiência como linguagem de scripts;
  • código aberto, permitindo modificações conforme necessário;
  • comunidade ativa e vasta biblioteca padrão;
  • integração fácil a outras linguagens.

2. C#

A C#, orientada a objetos e integrante da plataforma .NET da Microsoft, é muito empregada no desenvolvimento de aplicativos Windows e web. Algumas das suas características incluem:

  • facilitação da criação de softwares modulares;
  • integração sólida com tecnologias Microsoft;
  • suporte robusto para o desenvolvimento de jogos;
  • viabilização de uso em ambientes corporativos para aplicações críticas.

3. C++

A C++ acaba se destacando por sua eficiência e pelo seu controle próximo ao hardware, sendo uma escolha comum para o desenvolvimento de sistemas e de jogos. A seguir, confira algumas das suas características mais marcantes:

  • eficiência em termos de recursos;
  • controle preciso sobre a manipulação de memória;
  • grande uso em sistemas embarcados;
  • base para muitas outras linguagens de programação.

4. JavaScript

A JavaScript é uma linguagem padrão para o desenvolvimento web, viabilizando a criação de interfaces interativas e dinâmicas, sendo executada no navegador do usuário. Algumas das suas características abrangem:

  • grande utilização no desenvolvimento front-end;
  • tecnologia moderna, representando uma boa linguagem de programação para iniciantes;
  • suporte à programação assíncrona;
  • ecossistema robusto de bibliotecas e frameworks.

5. PHP

A PHP, uma linguagem de script para o desenvolvimento web do lado do servidor, destaca-se por sua especialização em web dinâmico e pelo suporte extensivo a bancos de dados. Algumas das suas características principais incluem:

  • suporte ao desenvolvimento web dinâmico;
  • utilização global e código aberto;
  • integração fácil a diferentes bancos de dados;
  • ampla adoção em sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS).

6. Swift

A Swift — a linguagem da Apple — é projetada para criar aplicativos iOS e macOS, destacando-se por sua sintaxe clara e pelo desempenho eficiente. Veja algumas características dessa linguagem:

  • orientada a objetos e funcional;
  • moderna e fácil de aprender;
  • alta segurança e desempenho;
  • suporte para programação paralela.

7. Java

A Java é uma linguagem versátil e encontra aplicação em vários contextos, desde o desenvolvimento web até sistemas distribuídos. Veja algumas das suas peculiaridades:

  • portabilidade e versatilidade;
  • larga utilização no ambiente corporativo;
  • forte presença em sistemas de back-end e middleware.

8. Go

A Go — ou Golang —, criada pelo Google, enfatiza simplicidade, eficiência e concorrência, com uma excelente compilação. As características mais marcantes da Go são:

  • ênfase na concorrência;
  • utilização para um desenvolvimento eficiente;
  • ideal para sistemas distribuídos e aplicações em larga escala;
  • compilação rápida, facilitando o desenvolvimento ágil.

9. SQL

A SQL (Structured Query Language) é uma linguagem de programação para o gerenciamento de bancos de dados relacionais, sendo uma alternativa mais usada em sistemas de gestão de bancos de dados. Algumas das suas características incluem:

  • manipulação e consulta de dados;
  • fundamentação de sistemas de gerenciamento de bancos de dados;
  • grande poder para consultas complexas e relatórios;
  • uso essencial para profissionais de banco de dados e de análise de dados.

Aliás, aproveitando o gancho, baixe o e-book da HubSpot sobre a era da IA e acerca das profissões de tecnologia que estão em alta e mantenha-se antenado!

10. Ruby

Por fim, a Ruby, que é conhecida por sua simplicidade e pela produtividade, é usada, principalmente, no desenvolvimento web. Algumas características marcantes da linguagem abarcam:

  • sintaxe elegante e intuitiva;
  • foco em desenvolvimento ágil;
  • comunidade ativa e forte suporte à automação de tarefas.

Buscar a linguagem de programação ideal — especialmente quando falamos sobre linguagem de programação para iniciantes — é uma tarefa muito importante para os desenvolvedores, pois cada projeto envolve requisitos específicos e que demandam escolhas estratégicas. A seguir, trouxemos mais algumas dicas bem valiosas para orientá-lo nessa jornada:

  • JavaScript no front-end — para dar vida e dinamismo às interfaces de usuário, a JavaScript é a melhor escolha. Então, dominar essa linguagem é essencial para criar experiências web envolventes e responsivas;
  • comunicação eficiente no back-end — Python, PHP, Go e Ruby desempenham papéis fundamentais na comunicação entre bancos de dados e aplicações no back-end. No caso, cada uma oferece recursos específicos, adaptando-se às necessidades de diferentes projetos, representando excelentes alternativas à sua escolha;
  • destaque no desenvolvimento de Web Apps — em se tratando de desenvolvimento de Web Apps, C#, JavaScript, Java, Go e Ruby são ótimas opções, seja pela robustez da C#, seja pela versatilidade da JavaScript, seja pela escalabilidade da Java, seja pela eficiência da Go, seja até mesmo pela elegância da Ruby. Na verdade, a sua escolha vai sempre depender das demandas específicas do seu projeto;
  • lidando com dados - SQL — agora, quando a questão envolve o tratamento de dados, a SQL é a melhor pedida. A sua habilidade em lidar com bancos de dados e executar consultas eficientes é indispensável para o gerenciamento de dados em aplicações web;
  • desenvolvimento de jogos — quando o assunto diz respeito a jogos, por outro lado, opte por linguagens como C++, C#, JavaScript e Java, que são ideais para criar experiências interativas;
  • aplicativos móveis — a C++ e a Java se destacam no desenvolvimento de aplicativos móveis, oferecendo um alto desempenho. No entanto, como vimos, para produtos iOS, a linguagem Swift é a melhor escolha;
  • processamento de dados — em cenários que exigem computação estatística e processamento de dados, Python, SQL e Ruby se destacam, proporcionando ferramentas excelentes para a análise e a manipulação de informações, portanto, são as melhores pedidas;
  • versatilidade e popularidade — a C++ é reconhecida como a linguagem mais versátil da lista, embora a Java também seja altamente flexível. Quanto à popularidade, saiba que a Python lidera no desenvolvimento web, seguida por Java, JavaScript, C++ e C#.

Na era atual, o mais relevante é não deixar de conhecer a fundo todo esse universo da programação para que você esteja realmente preparado para os desafios e para todas as oportunidades que vão surgir. O futuro já começou!

E então? Depois de conhecer as principais linguagens de programação, ficou claro para você que cada uma oferece características únicas e adaptáveis a diferentes contextos? Sendo assim, lembre-se de que a escolha da linguagem certa depende não só da tarefa em mãos, mas também das preferências e da familiaridade do desenvolvedor, combinado?!

Nesse grande universo de programação, as possibilidades são muitas. Vimos que cada linguagem tem as suas vantagens, as suas desvantagens e os cenários ideais de aplicação. Por isso, é essencial que os desenvolvedores estejam sempre atualizados, diversificando as suas habilidades para enfrentar os desafios em constante evolução do setor da tecnologia.

A propósito, agora que você já conhece um pouco sobre as linguagens de programação, se quiser aprimorar as suas habilidades e explorar novos horizontes no desenvolvimento, saiba que a HubSpot se destaca como uma parceira valiosa. A nossa página de desenvolvedores oferece muitos recursos, uma documentação detalhada e ferramentas incríveis para impulsionar os seus projetos, viu?!

Quer fazer parte da comunidade de desenvolvedores da HubSpot, onde a inovação e a colaboração estão no centro de tudo que fazemos? Explore, aprenda e esteja preparado para liderar o futuro do desenvolvimento tecnológico. Não deixe de conhecer a nossa página de desenvolvedores!

New call-to-action

Artigos relacionados

Somos comprometidos com a sua privacidade. A HubSpot usa as informações que você nos fornece para entrar em contato sobre conteúdo, produtos e serviços relevantes. Você pode cancelar a assinatura dessas comunicações a qualquer momento. Para ter mais informações, consulte a nossa Política de Privacidade.

Guia completo sobre Desenvolvimento Web

Marketing software that helps you drive revenue, save time and resources, and measure and optimize your investments — all on one easy-to-use platform

START FREE OR GET A DEMO