Go-to-Market: o que saber para criar uma estratégia

Inscreva-se já!
Jade Miranda
Jade Miranda

Publicado:

Estamos vivendo em mundo empresarial em constante evolução, e a estratégia Go-to-Market (GTM) é extremamente necessária para empresas que buscam introduzir produtos ou serviços de forma eficaz no mercado. Mas o que é Go-to-Market?

equipe discute estratégia de Go-To-Market

O Go-to-Market não é apenas uma estratégia, mas também um conjunto de decisões essenciais que moldam a trajetória de um produto, desde a sua concepção até o mercado. Essa abordagem vai muito além de simplesmente colocar um produto à venda. Envolve a compreensão profunda do público-alvo, o posicionamento estratégico e a criação de conexões significativas.

Você sabe como estruturar uma abordagem eficiente? Quais são os elementos-chave para um lançamento bem-sucedido? Não se preocupe, pois ao longo deste artigo, vamos trazer todas respostas para essas perguntas. Continue a leitura e aproveite!

Essa abordagem vai além do simples ato de disponibilizar um produto, envolvendo considerações profundas sobre o público-alvo, canais de distribuição, mensagens de marketing e demais aspectos fundamentais para o sucesso comercial.

Qual é importância dessa estratégica?

Essa é uma estratégia muito importante, afinal, ela tem a capacidade de moldar o sucesso ou insucesso de um produto no mercado. Uma estratégia GTM bem-executada aumenta as chances de aceitação e de adoção pelo público. Confira algumas razões que destacam a relevância do GTM:

  • máximo aproveitamento de oportunidades: o GTM capacita a empresa a identificar e a capitalizar oportunidades de mercado. Ao entender as necessidades do público e as lacunas existentes, a empresa pode ajustar sua oferta para atender de forma eficiente às demandas do consumidor;
  • eficiência operacional: uma estratégia bem executada contribui significativamente para a eficiência operacional. Isso inclui a otimização dos canais de distribuição, a definição clara de mensagens de marketing e a seleção adequada de métricas para avaliar o desempenho. Vale lembrar que toda essa eficiência resulta em custos operacionais reduzidos e em uma alocação mais inteligente de recursos;
  • adaptação contínua: a dinâmica do mercado está em constante evolução. O GTM não é uma estratégia estática, mas sim um processo contínuo de adaptação. Isso permite que as empresas respondam de maneira ágil a mudanças nas preferências do consumidor, avanços tecnológicos e movimentações da concorrência.

Como você pode ver, uma estratégia go to market eficiente é capaz de impulsionar o lançamento bem-sucedido de produtos, além de contribui para a construção de marcas duradouras e resilientes.

Quais são os elementos da estratégia Go-to-Market?

Conforme falamos, o GTM é um conjunto de elementos que tem como objetivo garantir o sucesso do lançamento de um produto ou serviço no mercado.

Cada componente desempenha um papel importante, e a sinergia entre eles é fundamental para alcançar os objetivos almejados. Conheça, a seguir, alguns dos elementos mais essenciais da estratégia!

Concorrência estratégica

Compreender o cenário competitivo é imprescindível. Uma análise profunda da concorrência vai ajudar você a identificar lacunas no mercado e ajustar a estratégia para se destacar.

Público-Alvo

Identificar e segmentar o público-alvo é o ponto principal da estratégia GTM. Conhecer as necessidades específicas de diferentes segmentos facilita a personalização das mensagens e a criação de ofertas mais relevantes.

Proposta de valor clara

Definir claramente a proposta de valor e os diferenciais do produto em relação à concorrência é essencial. Isso envolve comunicar de forma convincente por que os consumidores devem escolher sua oferta.

Canais de aquisição

Escolher os canais certos para aquisição de clientes é crucial. Seja por meio de marketing digital, vendas diretas, seja por meio de parcerias, os canais devem ser alinhados com o comportamento do público-alvo.

Mensagem de marketing

A mensagem de marketing deve ser envolvente. Uma boa dica é sempre incorporar técnicas de storytelling, pois ajuda a criar uma narrativa coesa que converse com os consumidores, destacando os benefícios e as soluções oferecidas.

Métricas e avaliação de desempenho

Estabelecer métricas claras e relevantes é muito importante para avaliar o sucesso da estratégia. KPIs como taxas de conversão, retorno sobre investimento (ROI) e participação de mercado oferecem insights valiosos.

Feedback do mercado

Lembre-se de que a estratégia GTM não é estática. Priorize feedback contínuo do mercado, pois eles são de grande ajuda para fazer ajustes em tempo real, adaptando-se às mudanças nas preferências do consumidor e nas condições do mercado.

Alianças estratégicas

Explore oportunidades de alianças estratégicas para ampliar o alcance e fortalecer a presença no mercado. Parcerias bem escolhidas podem trazer benefícios mútuos.

Treinamento interno

Garanta que a equipe interna esteja alinhada com a estratégia GTM. O treinamento adequado assegura uma execução realmente eficiente.

Experiência do cliente

Entender a jornada do cliente é necessário. Tenha em mente que proporcionar uma experiência positiva desde a descoberta até a pós-compra contribui para a fidelização do cliente.

É importante deixar claro que integrar e otimizar esses elementos é uma tarefa complexa, mas é isso que vai determinar o sucesso de uma estratégia Go-to-Market eficaz. Cada detalhe, desde a pesquisa de mercado até a entrega final, desempenha um papel na conquista da preferência do consumidor e na construção de uma presença duradoura no mercado.

Qual o passo a passo para criar uma estratégia de Go-to-Market?

Criar e executar uma estratégia Go-to-Market eficaz demanda um planejamento cuidadoso e a consideração de vários fatores. Confira, a seguir, alguns passos para orientar a construção dessa estratégia!

Identifique problema

Você pode começar a jornada definindo o problema que sua solução resolve. Faça uma análise aprofundada do mercado para identificar tendências, lacunas e oportunidades. Compreender as dores e os desafios dos clientes é essencial para criar uma oferta que realmente agregue valor.

Escolha o público-alvo

Segmentar o mercado permite direcionar esforços de marketing e vendas de maneira mais assertiva. Considere fatores demográficos, comportamentais e psicográficos ao definir os segmentos. Procure entender as necessidades específicas de cada grupo, pois isso vai facilitar a personalização da mensagem.

Pesquise a concorrência

Conduza uma análise detalhada dos concorrentes. Identifique quem são, quais são seus pontos fortes e fracos, as estratégias de precificação e o posicionamento de mercado. Utilize essas informações para posicionar sua oferta de maneira única e destacar seus diferenciais.

Determine a estratégia de preços

Estabeleça uma estratégia de preços que reflita o valor percebido pelos clientes. Considere fatores como custos, margens de lucro desejadas, elasticidade da demanda e preços praticados pelos concorrentes. Encontrar o equilíbrio certo é muito importante e necessário para o sucesso.

Leve em consideração os canais de vendas

Avalie os canais de distribuição mais eficazes para alcançar seu público-alvo. Isso pode incluir vendas diretas, parcerias, e-commerce, entre outros. É preciso adaptar a abordagem de venda aos hábitos de compra do seu cliente.

Adote uma estratégia promocional

O ideal e mais indicado é sempre criar um mix de comunicação para promover sua oferta. Você pode optar por publicidade, relações públicas, marketing de conteúdo, algumas mídias sociais, como Facebook, LinkedIn, Instagram, e eventos, por exemplo. Não se esqueça de personalizar a mensagem de acordo com as características do público-alvo e, claro, de acordo com os canais escolhidos.

Monitore o desempenho

Estabeleça indicadores-chave de desempenho (KPIs) alinhados aos objetivos da estratégia GTM. Monitorar métricas como ROI, taxa de conversão, participação de mercado e satisfação do cliente é indispensável. Depois, lembre-se de ajustar a estratégia com base nos resultados obtidos.

Garanta feedback contínuo

O sucesso de uma estratégia GTM muitas vezes depende da capacidade de se adaptar às mudanças no mercado. Portanto, esteja aberto ao feedback do cliente, ajuste sua abordagem conforme necessário e esteja preparado para mudar continuamente para otimizar os resultados.

Seguindo todos esses passos, é possível construir uma estratégia Go-to-Market bem robusta, alinhada com as necessidades do mercado e capaz de impulsionar o sucesso do produto ou serviço.

4 perguntas para responder sobre o produto

Para garantir o sucesso da sua estratégia, é importante que você responda algumas perguntas cruciais sobre o seu produto. Essas perguntas são necessárias para moldar uma estratégia mais direcionada. Confira!

1. Para quem é indicado?

Identifique claramente o público-alvo do produto. Quem são as personas que mais vão se beneficiar com o que você oferece? Considere características demográficas, necessidades específicas e preferências.

2. O que oferece?

Descreva de maneira abrangente os benefícios e os recursos oferecidos pelo produto. Destaque as soluções que ele proporciona e como atende às demandas ou desafios específicos do seu público-alvo.

3. Como será apresentado?

Planeje a estratégia de apresentação do produto. Ou seja, os canais de comunicação, as mensagens-chave e os elementos visuais. Garanta que a apresentação esteja refletindo os pontos fortes e os diferenciais do produto.

4. Como será a entrega?

Detalhe o processo de entrega do produto aos clientes. Isso abrange desde a logística física, no caso de produtos tangíveis, até a experiência digital para produtos virtuais. Garanta uma entrega eficiente e alinhada às expectativas do consumidor.

Você quer aprofundar os seus conhecimentos sobre assuntos relacionados e este? Então não deixe de explorar mais conteúdos em nosso blog HubSpot. Você vai encontrar uma variedade de artigos e insights relacionados a práticas eficazes, estudos de caso inspiradores e tendências de mercado. Nosso compromisso é fornecer recursos que ajudem você a alcançar seus objetivos e se destacar no mercado.

Como a tecnologia pode ajudar na execução dessa estratégia?

A tecnologia tem um papel importante em todas as fases da criação e da execução de uma estratégia de GTM, proporcionando eficiência, insights aprofundados e agilidade. Veja algumas formas pelas quais a tecnologia pode ser um facilitador!

Análise de dados avançada

Plataformas analíticas modernas podem coletar e processar grandes volumes de dados, fornecendo insights valiosos sobre o mercado, concorrência e comportamento do cliente.

Além disso, utilizando algoritmos avançados, é possível segmentar o público-alvo com base em dados demográficos, comportamentais e preferências, garantindo uma abordagem mais direcionada.

Automação de marketing

Sistemas de automação de marketing ajudam na gestão eficiente de leads, desde a atração até a conversão. É possível ter nutrição automatizada de leads com conteúdo relevante.

Sem contar que as ferramentas de automação facilitam o envio de campanhas de e-mail segmentadas, personalizadas e rastreáveis, melhorando a eficácia da comunicação.

CRM (Customer Relationship Management)

Plataformas CRM mantêm um registro organizado de interações com clientes. Isso é fundamental para entender o histórico do cliente, suas necessidades e oportunidades de vendas.

Inteligência Artificial

Algoritmos de Inteligência Artificial (IA) podem analisar dados para prever tendências de mercado, antecipando mudanças nas preferências do consumidor e no ambiente competitivo. A IA também pode ser usada para personalizar mensagens de marketing, recomendando produtos com base no histórico do cliente e comportamento online.

Plataformas de análise de resultados

Plataformas analíticas ajudam na monitorização contínua de métricas e KPIs essenciais, possibilitando ajustes rápidos com base no desempenho real.

Ao lançar sua estratégia de Go-to-Market, lembre-se de ter um olhar atento sobre as métricas que oferecem insights cruciais sobre o desempenho e sobre a recepção do seu produto no mercado. Veja algumas métricas que você precisa analisar:

  • taxa de conversão: avalie quantos leads foram convertidos em clientes efetivos, identificando a eficácia do seu funil de vendas;
  • aquisição de clientes: meça a eficiência dos seus esforços de marketing e vendas, acompanhando o número de novos clientes conquistados;
  • retenção de clientes: analise a satisfação e fidelidade do cliente, monitorando a taxa de retenção ao longo do tempo;
  • Lifetime Value (LTV): calcule o valor total que um cliente médio traz ao longo de seu ciclo de vida, orientando estratégias de retenção.

E não se esqueça do cronograma! Em uma estratégia de Go-to-Market, ele deve ser cuidadosamente planejado para otimizar cada fase do processo, desde a pesquisa até o lançamento. Divida o cronograma em etapas, como:

  • pesquisa de mercado: dedique tempo para entender profundamente o mercado, concorrência e demandas potenciais;
  • desenvolvimento do produto: estabeleça prazos realistas para o desenvolvimento do produto, garantindo qualidade e eficiência;
  • testes e ajustes: reserve tempo para testar o produto em ambientes controlados e realizar ajustes com base no feedback inicial;
  • estratégia de marketing: alinhe o lançamento ao desenvolvimento de uma estratégia de marketing envolvente e eficaz;
  • lançamento oficial: escolha uma data de lançamento estratégica, considerando sazonalidades e tendências do mercado.

Como podemos notar, quando falamos sobre Go-to-Market, cada passo é muito valioso. Desde a compreensão profunda do produto até a execução de uma estratégia bem planejada, cada elemento desempenha um papel fundamental. A boa notícia é que, ao seguir os passos delineados e avaliar métricas e cronogramas, você vai ter o conhecimento necessário para ter sucesso nessa estratégia.

Quer ficar mais por dentro ainda dessa estratégia tão relevante e aprender na prática? Baixe agora nosso material exclusivo em parceria com a Cortex: Como criar uma estratégia de Go-to-Market para empresas B2B. Esteja à frente nas estratégias de marketing e impulsione seu sucesso no mercado!

Nova chamada à ação

Artigos relacionados

Somos comprometidos com a sua privacidade. A HubSpot usa as informações que você nos fornece para entrar em contato sobre conteúdo, produtos e serviços relevantes. Você pode cancelar a assinatura dessas comunicações a qualquer momento. Para ter mais informações, consulte a nossa Política de Privacidade.

Tutorial completo para ser o 1º no ranking do Google

Marketing software that helps you drive revenue, save time and resources, and measure and optimize your investments — all on one easy-to-use platform

START FREE OR GET A DEMO