Os canais de aquisição de clientes são os veículos e meios que as empresas utilizam para entrar em contato com potenciais clientes, criar um relacionamento e gerar vendas. Com os canais certos, é possível potencializar a comunicação com seu público para estreitar a relação e gerar mais vendas em curto e longo prazo.

Contudo, é preciso entender que existem diferentes tipos de aquisição e que nem todo canal é o mais indicado para a sua empresa.

Guia Grátis

Geração de leads: um guia completo para estratégias de conversão de visitantes em clientes

Conte-nos um pouco sobre você para acessar o conteúdo

Neste artigo, vamos explicar mais sobre isso, e mostrar algumas maneiras de saber como escolher os canais de aquisição de clientes mais adequados para o seu negócio. Confira!

Afinal, não basta ter um bom produto, é preciso que ele chegue até o público consumidor. Com a escolha dos canais certos, o negócio consegue manter um crescimento constante da base de clientes e manter a saúde financeira da empresa.

Quais são os tipos de canais de aquisição de clientes?

Um ponto fundamental, quando falamos de canais de aquisição de clientes, é que eles têm o mesmo objetivo, mas podem funcionar de forma distinta. De maneira geral, existem os canais de aquisição direta e indireta, e cada um pode influenciar diferentemente as estratégias de sucesso do clientes, e o CAC (Custo de Aquisição de Clientes) da empresa.

Canais de aquisição direta

Esse tipo de canal funciona por meio de uma aquisição direta, em que a empresa fala diretamente com seu público e pode receber respostas de maneira mais ágil e facilitada. Ocorre por meio dos vendedores e ofertas que são enviadas diretamente para determinado cliente ou grupo de personas.

Ele é o modelo mais tradicional, usado nas estratégias de marketing e vendas com foco nos espaços físicos e vendas convencionais. Alguns dos canais mais usados para a aquisição direta são:

  • e-mail;
  • WhatsApp;
  • ligações telefônicas;
  • site;
  • vendedores em lojas físicas.

Canais de aquisição indireta

Já a aquisição indireta tem como objetivo principal alcançar e impactar o maior número de pessoas, clientes e potenciais clientes. Logo, o foco está no alcance, e não na personalização da mensagem.

Essa estratégia prioriza uma aproximação com o cliente para criar um relacionamento focado nas necessidades e nos desejos do público-alvo do negócio. É preciso uma abordagem com técnicas de marketing digital que atraiam, engajem e convertam clientes para que as vendas sejam aumentadas significativamente.

Elabore uma estratégia de geração de leads vencedora com o nosso guia

Esse é um modelo muito utilizado por empresas que atuam no mundo digital, já que oferece canais de aquisição indiretos que geram excelentes resultados para os empreendimentos. Alguns dos canais indiretos mais usados são:

  • blog post;
  • redes sociais;
  • e-mail marketing.
  • parecerias e influenciadores.

Conheça a persona

Para toda estratégia de marketing e aquisição, o foco deve estar na persona do negócio. Ou seja, é preciso conhecer a fundo o público-alvo do empreendimento para conseguir definir quais canais de aquisição de clientes serão mais efetivos.

Isso porque ao estudar a sua persona, é possível entender como seu público gosta de se comunicar, onde está mais presente e quais as melhores maneiras de iniciar e nutrir uma relação mais produtiva. Por meio de dados e informações reais, é possível mapear um padrão comportamental dos clientes da empresa.

Dessa maneira, fica muito mais fácil saber quais são os canais de aquisição que geram mais resultados para converter potenciais clientes em compradores efetivos do negócio.

Verifique o orçamento

O orçamento disponível para a estratégia de aquisição de clientes também é determinante para estabelecer os melhores veículos. Isso porque alguns canais demandam orçamentos mais robustos, como a televisão e o rádio.

Contudo, as soluções digitais, como o WhatsApp e as redes sociais, o marketing de conteúdo, entre outros, costumam gerar resultados muito positivos, mesmo com orçamentos mais enxutos. No entanto, essas estratégias devem ser alinhadas com a aquisição mais direta, como os anúncios pagos e as publicações patrocinadas.

Analise o histórico de vendas

Para as empresas que já estão atuando no mercado há algum tempo, verificar o histórico de vendas é uma excelente maneira de definir os principais canais. Logo, entenda como os clientes encontram a marca, em que pontos a comunicação é mais efetiva e quais os canais de aquisição que geraram leads mais qualificados para os times de vendas.

Assim, aliando a informação ao orçamento disponível, ficará muito mais fácil estabelecer os canais certos para marketing e vendas.

Avalie a complexidade do produto

Alguns produtos são mais complexos de serem vendidos do que outros, como os softwares e ferramentas de automação. Isso porque essas soluções exigem um grau mais elevado de conhecimento técnico, que faz com que seja necessária uma abordagem mais longa e personalizada.

Já para produtos mais simples de serem consumidos, como roupas e acessórios, a complexidade é muito menor e os canais de aquisição diretos podem suprir a necessidade dos consumidores.

Os canais de aquisição de clientes são indispensáveis para qualquer estratégia de vendas das empresas. Afinal, são os responsáveis por alcançar e converter clientes, resultando no aumento das vendas finais. Eles devem ser alinhados à estratégia do negócio por meio das diferentes ferramentas disponíveis. Analisar persona, histórico de vendas, complexidade da mensagem e orçamento disponível são boas maneiras de estabelecer os canais utilizados.

Se você quer saber como otimizar os seus esforços de aquisição e vendas, conheça o software da Hubspot e descubra como o Sales Hub pode melhorar o desempenho do seu negócio.

geração de leads
 geração de leads

Originalmente publicado 21/out/2022 7:15:00, atualizado Janeiro 20 2023

Temas:

Prospecção de Clientes