Toda entrevista de emprego é uma oportunidade que precisa ser bem aproveitada. O problema é que muitos candidatos acabam cometendo alguns erros que podem levar tudo por água abaixo, prejudicando o seu desempenho diante do entrevistador.

Seja para as entrevistas presenciais ou remotas, é preciso se preparar para esse momento. Isso inclui entender que não se trata de um interrogatório, mas da chance de você se apresentar melhor para a empresa e obter mais detalhes a respeito dela e da vaga disponibilizada. Podemos considerar como uma verdadeira troca de informações.

[Baixe agora] guia exclusivo para se tornar um ótimo profissional.

Acontece que existem outras pessoas que estão concorrendo a essa vaga; por isso, você precisa causar a melhor impressão possível e fazer tudo do jeito certo para aumentar as suas chances de contratação.

Preparamos este guia com algumas dicas para entrevista de emprego para que você veja que não tem segredo para se sair bem. Continue lendo para conferir como se preparar da melhor forma e o que esperar dessa reunião.

Como se preparar para uma entrevista de emprego?

Muita gente ainda vê a entrevista de emprego como um bicho de sete cabeças. Isso provoca nervosismo, estresse e muita ansiedade, o que pode prejudicar bastante o desempenho. Quem nunca saiu de uma reunião como essa pensando “eu não devia ter feito aquilo”?

Se já aconteceu com você, não se preocupe, porque acontece com a maioria. Mas o ideal é que você se prepare muito bem para que os erros não aconteçam e você não acabe se enrolando na frente do entrevistador.

Na hora de se preparar, você precisa pensar em vários detalhes que farão a diferença para adotar a melhor postura para o momento. Vale lembrar que também é preciso ter cuidado com a preparação quando se trata de entrevistas online.

Mesmo que você não esteja cara a cara com o entrevistador, esse é um momento tão sério quanto as entrevistas presenciais. Serão feitas as mesmas análises e você vai precisar causar uma boa impressão.

Dito isso, veja a seguir algumas dicas para entrevista de emprego que vão fazer a diferença para você se sair muito bem!

Tenha autoconfiança

Não há como esperar que o entrevistador acredite em sua competência e potencial se você não tem certeza da própria capacidade. Demonstre autoconfiança para cativar o recrutador e mostrar que tem o preparo que ele espera para ocupar aquela vaga.

Para desenvolver a sua autoconfiança, antes da entrevista, procure pensar sobre as suas qualidades, os seus aspectos fortes, deixando um pouco de lado aqueles que você acredita que sejam mais fracos.

Sempre reforce a sua própria imagem de uma forma positiva. Valorize suas conquistas. Observe sua trajetória e veja tudo aquilo que você conquistou até agora. Lembre-se de que você tem bagagem para desempenhar um bom papel nessa vaga que está aberta.

Vale até mesmo pensar que a empresa teria muita sorte de contratar você por causa da sua competência e do seu preparo. Apenas tenha cuidado para não transparecer arrogância na hora da entrevista, ok?

Seja pontual

Se existe um horário marcado para sua entrevista de emprego é porque aquele tempo foi reservado para conhecer você, então, ele deve ser respeitado. Atrasos podem representar diferentes aspectos negativos sobre sua personalidade e postura, como:

  • pouco interesse pela oportunidade que foi oferecida;
  • desorganização com a sua rotina e agenda;
  • falta de comprometimento com os horários;
  • desrespeito pela pessoa que está esperando;
  • irresponsabilidade com compromissos pré-agendados.

Perceba que tudo isso faz com que você já comece a sua entrevista em desvantagem. Portanto, é fundamental se programar com antecedência para que você não acabe perdendo o horário, nem se atrase para um momento tão importante para sua carreira.

É verdade que os imprevistos podem acontecer. Por isso, você precisa se organizar e se planejar para evitar ao máximo que eles atrapalhem o cumprimento do horário agendado. Se acontecer algo que não pode ser mudado, como você adoecer ou se envolver em algum acidente, ligue para a empresa e relate o ocorrido para que a sua falta tenha uma justificativa.

Garanta uma boa conexão

A entrevista de emprego pode começar muito antes do que você imagina. A avaliação do seu perfil e comportamento pode iniciar assim que você chega à recepção. Por isso, desde o primeiro momento, é importante iniciar uma conexão positiva com a empresa.

Adote uma postura profissional. Tenha uma boa educação e seja gentil com todas as pessoas que mantiverem contato com você. Mas não tente se fazer passar por outra pessoa. Seja natural, pois essa é a melhor forma de se sentir à vontade e com confiança para manter as relações interpessoais.

Quando estiver frente a frente com o entrevistador, olhe nos olhos. Pratique a escuta ativa, prestando bastante atenção ao que ele está dizendo. Também lembre-se de colocar o seu celular no modo avião para que não haja interrupções e você possa se dedicar de forma integral àquele momento.

Esteja em um lugar calmo

Essa dica vale principalmente para quando você for fazer uma entrevista com mais pessoas. Isso porque o comportamento delas e aquilo que estão sentindo no momento pode influenciar as suas próprias emoções e interferir em seu desempenho.

Então, quando você chegar ao local onde a entrevista vai acontecer e perceber que existem outros candidatos por ali, escolha esperar em um lugar mais calmo para que não acabe se contaminando com a ansiedade e o nervosismo dos demais. Também vale desenvolver a própria inteligência emocional.

Caso não tenha mais ninguém naquele dia, ainda assim é importante que você escolha um lugar calmo para esperar. Assim, pode manter a tranquilidade e repassar algumas informações que você estudou quando fez a sua lição de casa, para que não acabe fazendo confusão quando a entrevista começar.

Mantenha uma boa postura

Explicamos que você precisa manter uma boa postura desde o momento em que chegar ao local da entrevista de emprego. Quando estiver de frente com o entrevistador, tenha ainda mais cuidado com o modo como você se posiciona, a maneira como fala e a atenção dispensada para a pessoa.

Procure se sentar de uma maneira confortável, mas com elegância e compostura. Evite ficar com os braços cruzados e tenha atenção para o modo como você mantém as suas costas e os seus ombros. Isso também configura a sua linguagem corporal, que está sendo avaliada pelo entrevistador.

Monitore suas pequenas ações, pois elas podem demonstrar insegurança ou ansiedade. É o caso de mudar de posição constantemente, ficar mexendo nos cabelos, nas mãos ou em algum pequeno objeto. Procure relaxar e se lembrar de todas as suas qualidades para agir com naturalidade e demonstrar confiança.

Mostre entusiasmo com a vaga

Entenda, demonstrar entusiasmo não significa que você deve parecer uma criança que está esperando o presente do Papai Noel. Na verdade, é mostrar para o entrevistador o seu interesse em ocupar aquele cargo que foi disponibilizado.

Essa demonstração se refere às atividades que você vai exercer na empresa, o modo como pode contribuir com a equipe por meio do seu trabalho e experiência e a oportunidade que terá de enfrentar novos desafios e se aprimorar profissionalmente.

É verdade que nenhuma entrevista de emprego é igual à outra. Cada empresa e recrutador têm o seu próprio modo de conduzir essa conversa com os candidatos. Porém, mesmo assim existem algumas perguntas que estão presentes em praticamente todas elas.

São uma espécie de padrão adotado porque ajuda bastante a conhecer o perfil do candidato de uma forma pessoal e profissional. Então, vale se preparar para essas perguntas que são mais frequentes, a fim de ter a resposta na ponta da língua e não cometer nenhuma gafe na hora de responder.

Veja a seguir alguns temas que são bem comuns nas perguntas de entrevista de emprego.

1. Pontos fortes e fracos

O entrevistador vai querer conhecer a personalidade e habilidades de acordo com o ponto de vista do próprio candidato, então, ele vai perguntar a respeito dos seus aspectos fortes e fracos. No primeiro caso, procure falar sobre o que é verdade, ou seja, não pensando naquilo que o recrutador gostaria de ouvir.

Com certeza você tem várias qualidades, mas escolha falar sobre aquelas que são relevantes para a vaga que quer ocupar. Além de falar sobre o aspecto em si, relate de que maneira isso é aplicado ao ambiente de trabalho e como contribui com seu desempenho profissional.

Quando se trata de defeitos na entrevista de emprego, também conta muito a honestidade, mas prefira escolher aquilo que não tem muita relevância para o cargo em questão. Assim, você não reduz a sua chance de contratação. Além disso, complemente o seu relato com um aspecto positivo, falando sobre medidas que você está adotando para se superar.

2. Maiores acertos de projeto

Essa é uma pergunta que dá abertura para você falar sobre uma boa conquista em sua carreira, aquilo que faz com que você tenha um diferencial. Vale lembrar que é importante que o resultado que você alcançou e as experiências que obteve sejam relevantes para o recrutador naquele momento.

Procure organizar as suas ideias para que o seu relato faça sentido e tenha o impacto positivo que você espera. Vale aplicar a técnica S.T.A.R. (Situação, Tarefa, Ação, Resultado). Inicie falando sobre um desafio, problema ou situação apresentando alguns detalhes relevantes.

Em seguida, explique qual era a sua tarefa e o que era da sua responsabilidade diante daquele fato. Depois, relate quais ações você realizou para solucionar aquela situação. Para finalizar, apresente os resultados positivos que foram alcançados com seus esforços e como isso beneficiou os envolvidos, inclusive você.

3. Erros e aprendizados

É fato que ninguém acerta o tempo todo, e o recrutador sabe que ao longo da sua trajetória profissional você pode ter cometido alguns erros. Existe a possibilidade de ele questionar a respeito disso para saber como você reage diante de um confronto sobre suas competências.

Não se preocupe, porque falar sobre um erro não faz com que você seja uma pessoa menos qualificada. Veja isso como uma chance de demonstrar resiliência, flexibilidade e adaptabilidade. Escolha um fato que tenha marcado sua trajetória e fale sobre ele.

Exponha o que aconteceu e a maneira como aquilo foi solucionado, mas dê um enfoque principalmente naquilo que você aprendeu com essa experiência e como ela foi importante para que você se tornasse o profissional que é agora.

4. Expectativas

O recrutador pode perguntar para você quais são as suas expectativas em relação àquela oportunidade. Para se sair bem com a resposta, o ideal é lembrar sobre a oferta que foi apresentada na descrição do cargo.

No entanto, não se limite àquilo que foi descrito para que isso não fique muito na cara. Fale também sobre o seu desejo de se aprimorar profissionalmente, de vivenciar novas experiências, contribuir dessa ou daquela maneira para o crescimento da empresa ou do setor em que ela atua, entre outros argumentos do tipo.

Como se comportar na entrevista de emprego?

Estamos avançando bem nessa entrevista de emprego, não é mesmo? Mas agora chegou o momento de entender como você deve se comportar e o que pode ou não ser feito para que tenha mais chances de conquistar o cargo. Confira!

Faça algumas perguntas

Lembra que a gente explicou que a entrevista de emprego não é um interrogatório? Sendo assim, você também pode fazer algumas perguntas. Aliás, isso é até mesmo importante e muito válido para que você seja uma parte ativa da reunião.

Procure fazer uma pergunta de cada vez, organizando bem os pensamentos, de forma direta. Tente sair um pouco do óbvio para surpreender o recrutador e mostrar que você fez sua lição de casa. Mas nesse momento tenha o cuidado de analisar a linguagem corporal do entrevistador, sabendo identificar quando é hora de interromper as perguntas.

Mostre interesse

Demonstre interesse por todas as informações que o entrevistador estiver passando para você. Como dito, mantenha o contato visual, uma boa postura, evite distrações e interaja sempre que houver alguma oportunidade para isso.

Vista-se bem

Acredite, muita gente tem dúvida sobre como se vestir para uma entrevista de emprego. A escolha das roupas que você vai usar também pesa bastante porque se relaciona com o seu marketing pessoal.

É importante vestir-se bem, porém, não é preciso exagerar na formalidade. O ideal é pesquisar um pouco sobre a empresa para que você escolha a composição das peças do seu visual de acordo com a cultura dela.

Também procure alinhar as peças e acessórios conforme a vaga que você vai ocupar. Por exemplo, se você vai compor uma equipe de marketing, sabe que ali trabalham profissionais criativos e mais despojados, então, não é preciso ser muito formal.

O que perguntar na entrevista?

Explicamos que você pode fazer algumas perguntas para entrevista de emprego também, certo? Mas o que seria interessante perguntar? Quais temas podem ser abordados para que a entrevista seja mais proveitosa sem atrapalhar o seu desempenho? Confira em seguida algumas sugestões.

Possibilidade de crescimento na empresa

É interessante para você saber se a empresa oferece possibilidade de crescimento e um plano de carreira para os funcionários. Assim, terá certeza de que vai começar com aquele cargo, mas terá a oportunidade de ocupar vagas ainda melhores.

Não se preocupe, essa pergunta não vai ofender o entrevistador. Pode até mesmo contar alguns pontos positivos para você. Afinal, demonstra o seu interesse em permanecer por muito tempo ali e de se dedicar com um bom trabalho para ter mais oportunidades de promoção.

Expectativas profissionais

Vale questionar o entrevistador sobre quais são as expectativas que a empresa tem em relação ao seu trabalho:

  • o que ela espera do profissional que ocupará essa vaga;
  • quais resultados gostaria que fossem alcançados;
  • que tipo de postura e comportamento vê como positivos.

Cultura da empresa

É interessante fazer uma pesquisa sobre a cultura da empresa antes de você comparecer à entrevista de emprego. Mesmo assim, pode perguntar para o recrutador sobre esse aspecto, a fim de entender melhor o sistema de trabalho, as crenças e valores cultivados pela organização; até mesmo para fazer um comparativo com os seus próprios.

Entregas necessárias

Outra pergunta válida é sobre as responsabilidades específicas do cargo. Por exemplo:

  • quais tarefas serão de responsabilidade do profissional que ocupar a vaga;
  • que tipos de entregas devem ser feitas;
  • como é o sistema de trabalho.

Metas da empresa

Para sair do mais do mesmo, você pode perguntar para o entrevistador sobre as metas da empresa. Questione sobre os planos de crescimento e se existem novos produtos ou serviços para serem lançados; ou seja, elementos que mantêm o foco na organização e no sucesso dela.

Passos do processo seletivo

Agora você está passando pela entrevista de emprego, mas quais serão os próximos passos? O que mais compõe o processo seletivo para a vaga que você pretende ocupar? Como vai funcionar a escolha do novo profissional?

Esclareça essas dúvidas para se informar sobre os detalhes da seleção e saber aquilo que espera você nos próximos dias. Essa também é uma forma de demonstrar interesse pela vaga e deixa subentendido que você está com sua atenção voltada para tudo que vem acontecendo.

O que esperar depois da entrevista?

Depois de passar por todo esse processo da entrevista de emprego, é claro que você quer saber qual foi o resultado. Será que se saiu bem? Deixou uma boa impressão? O recrutador gostou ou não do seu currículo, da sua postura, da experiência que demonstrou? Enfim, deu certo ou não?

Essa pode ser a parte mais difícil porque a ansiedade vem com tudo. Mas é preciso ter paciência, principalmente se o recrutador tiver dado um prazo para entrar em contato com você.

Se depois de finalizar a entrevista ele indicar para você algo mais que precisa ser feito, como um novo teste ou a entrega de algum documento, isso pode ser um bom sinal. Afinal, se não tivesse gostado do resultado, já poderia ter descartado o seu currículo ali mesmo.

Por outro lado, se ele pediu para você esperar por uma ou duas semanas, o ideal é respeitar esse tempo. De um modo geral, as empresas levam até três semanas para divulgar os resultados para os candidatos que participaram do processo seletivo.

Se já tiver passado todo esse tempo e você não recebeu uma resposta positiva ou negativa, não existe problema nenhum entrar em contato com a empresa para obter um feedback. Quando há uma grande quantidade de candidatos, às vezes pode ser difícil dar a resposta para todos, ou então algum fator pode ter dificultado essa comunicação.

Não hesite em solicitar esse feedback, mas procure ter uma certa cautela na hora de fazer isso. O ideal é optar pelos meios de contato que a empresa utilizou para conversar com você das primeiras vezes, como e-mail ou telefone.

Outro detalhe é a questão da invasividade, que deve ser evitada para não causar nenhum tipo de desconforto. As mensagens de e-mail são menos invasivas porque não exigem que a pessoa dê atenção para você naquele momento. Então, vale começar por elas.

Uma forma de você evitar essa ansiedade da espera é aproveitar a própria entrevista de emprego para tirar a dúvida. Quando o entrevistador der abertura para você fazer uma pergunta, toque nesse assunto questionando a respeito de quanto tempo em média o retorno costuma ser enviado, ou se você é quem deve entrar em contato para saber o resultado.

Mas também não se esqueça de monitorar os seus próprios canais de contato para não acabar perdendo uma oportunidade de bobeira. Fique de olho no seu e-mail, deixe o telefone sempre ligado e tenha atenção com outros canais que você disponibilizou para a empresa.

O que mais interfere no desempenho dos candidatos durante a entrevista de emprego é o despreparo. Ele causa insegurança, ansiedade e tensão, por isso, é importante entender muito bem aquilo que você vai encontrar para que nada seja uma grande surpresa. Assim, você terá tudo muito bem ensaiado e as suas emoções sob controle para tirar de letra.

Inclusive, tem uma pergunta simples que deixa os candidatos nervosos na entrevista de emprego: fale um pouco sobre você. Aproveite e confira uma fórmula comprovada para responder com sucesso!

New call-to-action

 New call-to-action

Originalmente publicado 18/10/2021 07:00:00, atualizado Outubro 25 2021