Nunca se falou tanto em soft skills e hard skills como nos dias de hoje. O mercado de trabalho tem mudado e, com isso, as exigências e competências para cada cargo também.

Prepare-se para uma entrevista com este kit gratuito 

São tempos diferentes, né? Houve uma época em que a grande preocupação de um estudante era a conquista de um diploma de graduação, pois isso significava, praticamente, a garantia de um futuro estável. Já, hoje, as empresas perceberam a importância de construir um clima agradável — e ter colaboradores que influenciam nisso faz toda a diferença

As regras valem para todos, então nem pense que profissionais de marketing estão de fora! Se você deseja conquistar boas oportunidades, precisa prestar atenção nesses aspectos. Continue a leitura e descubra os segredos das principais soft skills e hard skills para o marketing!

As diferenças entre soft skills e hard skills 

Hard skills são habilidades técnicas, adquiridas por meio de cursos ou pela prática em determinada área. São facilmente identificadas em testes ou na análise de um currículo. Já as soft skills são habilidades comportamentais, influenciadas pela personalidade e adquiridas por experiências de vida e relações com os outros. Nem sempre são simples de identificar e não têm relação direta com a função de um trabalho.

Apesar das características peculiares em hard skills versus soft skills, os dois grupos de habilidades são requisitados no mercado, pois contribuem para o desempenho no cargo. Além disso, ambos podem ser desenvolvidos, levando você a encontrar mais oportunidades na carreira.

Exemplos de hard skills

Bem, tudo fica mais simples quando falamos por meio de exemplos, concorda? Então, conheça um pouco mais dessas competências profissionais!

Curso técnico

O domínio de um idioma ou a habilidade de criar planilhas no Excel são exemplos de competências que podem ser adquiridas por meio de cursos técnicos. Essas hard skills acrescentam valor a um currículo, fazendo com que alguém se destaque no meio de tantos candidatos. Outros exemplos são cursos de escrita criativa e de inbound marketing, ambos com chances de facilitar o trabalho do profissional de marketing.

Graduação

No mercado, cada vez mais se fala na importância da experiência na função. No entanto, a graduação ainda tem seu mérito, já que acrescenta conhecimentos técnicos fundamentais para um bom desempenho. Cursos de Comunicação, Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Administração são bons exemplos de faculdades ainda valorizadas nesse meio.

Especialização ou MBA

Pós-graduações lato sensu, como a especialização e o MBA, também são indicadas a quem deseja não ser visto como mais do mesmo no mercado. A diferença entre esses dois é que a especialização aprofunda o conhecimento teórico e técnico. O assunto é ligado a uma área de conhecimento.

Já o MBA é focado em negócios, tem o objetivo de ampliar competências empreendedoras e é recomendado a quem pretende cargos de liderança.

Técnicas de negociação

Competências específicas, como as habilidades de negociação, também são tipos de hard skills, já que estão diretamente ligadas à realização de uma atribuição. Profissionais de marketing precisam ter conhecimento de copywriting e de vendas, para criar melhores peças publicitárias, por exemplo.

Exemplos de soft skills

No geral, essas habilidades são reveladas após um tempo de relação, já que estão vinculadas ao comportamento da pessoa. Ou seja, ninguém nasce sabendo administrar egos da equipe, mas pode ir aprendendo ao longo da jornada profissional. Conheça os principais exemplos!

Inteligência emocional

A inteligência emocional tem sido difundida pelo psicólogo Daniel Goleman, nos últimos anos. Ela é formada por cinco alicerces, e todos eles contribuem para um trabalho em equipe e para o bom atendimento ao cliente:

  • empatia: capacidade de entender os sentimentos e as motivações do outro;
  • autoconhecimento: capacidade de conhecer e prever as próprias emoções;
  • autocontrole: saber agir pensando no longo prazo, afastando-se da procrastinação;
  • automotivação: conseguir se motivar e ter resiliência, ainda mais em situações desfavoráveis;
  • relacionamento interpessoal: ter habilidades de comunicação para trabalhar em equipe.

Accountability

Accountability tem a ver com responsabilidade e prestação de contas. Também faz relação com o ato de assumir erros e se predispor a cumprir o que foi prometido. Na profissão de marketing, é importante não ignorar as próprias falhas e se responsabilizar quando elas acontecem.

É fundamental entender que, geralmente, nosso trabalho é em equipe e parte das nossas atividades influencia o trabalho dos colegas.

Gestão do tempo

Administrar bem o tempo do trabalho contribui para a produtividade e a finalização eficiente dos projetos. A gestão também tem a ver com saber definir prioridades e ter organização nas atividades. É entender que o tempo é um recurso escasso e precisa ser bem aproveitado na entrega de resultados.

Visão de cliente

Não existem trabalhos de marketing sem o cliente, concorda? Ter visão de cliente é conseguir se colocar no lugar dele, de modo a entender quais são seus principais desejos, objetivos e dores. É colocar todo o conhecimento em prática, sempre visando sua satisfação.

Fit cultural

Fit cultural é a habilidade de se adaptar a culturas organizacionais diferentes. Cada empresa tem seus valores e seu modo de pensar na realização das atividades, não é mesmo? A adaptação traz mais coesão na equipe, motivação com o trabalho e aumento de desempenho.

Rapport

A expressão rapport é muito usada na Psicologia Clínica e tem o significado de criar uma relação de confiança com o paciente. Isso é necessário para que ele se sinta à vontade em relatar seus problemas.

Profissionais de marketing também precisam dessa habilidade, já que ela ajuda a ouvir melhor o cliente, criando sintonia e conexão. Tais características são importantes tanto para a publicidade quanto para a venda.

Positividade

Uma atitude positiva está relacionada com a capacidade de inovar. Uma pessoa com positividade tem confiança em si e nas mudanças, logo, tem garra para modificar situações que a incomodam.

Um profissional com positividade é não-passivo e persiste diante das dificuldades, pois sabe que esse comportamento é o primeiro passo para colher bons frutos lá na frente.

Adaptabilidade

Falando em mudanças, outra importante competência para lidar com elas é a adaptabilidade. Todo ambiente enfrenta incertezas; e no trabalho, não é diferente. Ter adaptabilidade significa ter flexibilidade para se ajustar diante de modificações em projetos, ou mesmo de novas regras na agência, por exemplo.

Bem, esses foram apenas alguns exemplos de hard skills e soft skills aplicadas ao universo do profissional de marketing. No dia a dia, é possível que o ambiente corporativo exija algumas outras. Sendo assim, tenha atenção quanto a isso, para entender como você precisa se desenvolver e, assim, alcançar ainda mais oportunidades.

Agora que está por dentro das principais soft skills e hard skills, aproveite e aumente suas competências entendendo o que fazer para ter mais produtividade!

Nova chamada à ação

Originalmente publicado 26/04/2021 11:07:11, atualizado Abril 26 2021

Temas:

Desenvolvimento Profissional