Para quem busca manter o nível de concentração da sua equipe elevado (ou o seu próprio), vale demais encontrar ferramentas, conceitos e técnicas que possam ser utilizadas no dia a dia de trabalho. Afinal, de que adianta utilizar um software de CRM completo, mas não ter um fluxo de trabalho definido e eficiente? É por isso que você precisa conhecer a metodologia Kanban.

[Baixe agora] Guia exclusivo para se tornar um ótimo profissional

Esse é um conceito muito conhecido, e você provavelmente já participou de algum projeto que o utilizava, mas nem percebeu. Nesse texto, a gente tira todas as suas dúvidas sobre o assunto e entende o que é e como aplicar o Kanban na rotina da sua equipe. Continue a leitura para conferir!

Para que serve o Kanban?

O Kanban serve para gestores que buscam otimizar o fluxo de trabalho das suas equipes e, simultaneamente, monitorar a produtividade dos profissionais. O seu principal objetivo é oferecer um panorama amplo sobre todas as atividades sendo realizadas e o status de cada uma delas. Um trabalho que permite maior controle em relação aos prazos e às obrigações de cada profissional.

O seu uso é abrangente, podendo ser aplicado na gestão de marketing ou até mesmo para controlar o estoque de um e-commerce. A ideia é que gestores e os profissionais consigam visualizar toda a cadeia produtiva de trabalho, seja ela criativa ou manual.

Quais são os elementos dessa técnica?

Apesar de ser uma metodologia altamente customizável, existem alguns fatores em comum para a aplicação do Kanban.

Cartão

O cartão é o menor elemento dentro do Kanban, mas é também o mais importante: é nele que a tarefa em questão vai ser detalhada. São esses itens que vão ser movimentados de uma coluna para outra, acompanhando o progresso de um projeto ou uma atividade.

Nesse cartão, é fundamental dar o máximo possível de informações sobre a tarefa, evitando dúvidas ou questionamentos, o que reduz, por exemplo, a refação.

Coluna

As colunas também são fundamentais, já que elas representam a evolução de um projeto. Essa também é a etapa mais personalizável, e é importante que toda a equipe entenda o propósito de cada uma das colunas. À medida que as tarefas (os cartões) vão avançando, elas mudam de uma coluna para outra. Um exemplo básico com três etapas: "para fazer", "em produção" e "concluídas".

Quadro

O quadro, na verdade, se trata do dashboard que utiliza a metodologia Kanban. É a tela em que o gestor consegue visualizar todas as tarefas e os seus respectivos status de progresso.

Quais são os principais benefícios?

A metodologia Kanban, ao ser aplicada no dia a dia da sua empresa ou de seus projetos, traz mais visibilidade e transparência. Mas há outras vantagens, conforme a gente detalha abaixo.

Fluxos de trabalho organizados

Uma grande dificuldade das empresas é otimizar a produtividade das suas equipes, o que se tornou ainda mais complexo no período em que o trabalho remoto virou realidade em muitas companhias.

O Kanban, portanto, serve para acompanhar o ritmo de trabalho dos profissionais, monitorando o que cada um está entregando, o que precisa fazer e aquilo já feito.

Equilíbrio dos processos

O gestor consegue visualizar com mais precisão todos os processos da sua equipe. Para um time de marketing, é possível identificar um gargalo na falta de designers para atender à demanda de criação de conteúdos para as redes sociais. Ou seja, o gestor pode monitorar os processos internos e adotar os caminhos para melhorá-los de forma simples e prática.

Quantidade de trabalho reavaliada

O Kanban também ajuda a evitar o excesso (ou a falta) de trabalho para os profissionais de uma empresa. Com o dashboard apresentando tudo o que está sendo feito, o gestor consegue identificar se a distribuição das atividades está adequada ou não.

Por que um profissional tem um número muito maior de tarefas do que outro? A visualização ampla que a metodologia oferece facilita esse trabalho.

Clareza e transparência

A gestão eficiente de pessoas também passa por clareza e transparência dentro de uma equipe, não é mesmo? Dois conceitos que são otimizados com o Kanban, evitando problemas como a falta de comunicação ou a dificuldade em entender responsabilidades e obrigações. Cada profissional vai saber exatamente o que precisa fazer e quando precisa entregar o que foi atribuído, trazendo mais autonomia em suas rotinas.

Como podemos usar o Kanban nos processos de marketing?

Um ponto positivo do Kanban é justamente a versatilidade da ferramenta, permitindo que diferentes empresas possam utilizá-lo para variadas tarefas. Dentro do marketing, as aplicações são muitas. Então, confira exemplos práticos.

Gestão de redes sociais

O uso crescente das redes sociais por parte das empresas exige, igualmente, uma maior organização para conseguir se destacar nesses canais. Pensando nisso, o uso do Kanban para a gestão dos conteúdos dentro das plataformas é muito eficiente. O gestor consegue enxergar tudo o que foi feito e quem é o responsável por cada etapa do processo, facilitando até mesmo a identificação de eventuais falhas.

A equipe responsável pela gestão da página da sua empresa no Instagram pode criar um dashboard exclusivo para esse trabalho. É possível dividir as colunas por conteúdos que precisam ser feitos, aqueles que estão em andamento, o que já foi concluído e até mesmo ideias e sugestões para serem aplicadas em publicações futuras.

Criação de conteúdo

A criação de conteúdo relevante é muito importante em uma estratégia de Inbound Marketing, certo? Para gerenciar tudo o que está sendo publicado e otimizar o fluxo de trabalho, o gestor pode colocar o seu time de redatores em um projeto utilizando o Kanban. Assim, ele acompanha todo o processo criativo: desde o rascunho inicial produzido para aprovação da ideia até o monitoramento dos prazos.

É uma excelente maneira de otimizar a produção, sem a necessidade de descartar uma ideia já no estágio final, após horas de trabalho. Divida o fluxo para aprovar ideias e versões e, assim, torná-lo mais produtivo. O gestor consegue orientar a sua equipe etapa por etapa, o que potencializa as chances de acertar na versão final.

Mais do que boas ideias e uma equipe talentosa, a gestão de tudo o que é feito em uma empresa ou área específica é fundamental. O Kanban é uma metodologia que contribui para maior organização de todo o fluxo de trabalho e, assim, potencializa o desempenho e os resultados da companhia como um todo.

O Kanban é apenas uma das muitas metodologias utilizadas para a gestão de equipes e fluxos de trabalhos. Pensando nisso, selecionamos uma lista com 18 ferramentas de gerenciamento de projetos para agências de marketing pra você encontrar as melhores opções para sua rotina!

Ebook grátis sobre desenvolvimento pessoal
 New call-to-action

Originalmente publicado 18/jan/2022 5:55:15, atualizado Maio 04 2022

Temas:

Produtividade