Índice de Lucratividade: saiba como calcular e analisar

Análise de mercado
Jade Miranda
Jade Miranda

Atualizado:

Publicado:

A validade de realmente apostar a fundo em um projeto costuma ser uma dúvida comum entre gestores e investidores. Mas você sabia que existem alguns parâmetros que podem ser analisados e que ajudam a alcançar uma clareza maior, possibilitando que se perceba quando é interessante levar a ideia adiante ou não? Um deles é o Índice de Lucratividade.

o que é índice de lucratividade

Nunca ouviu falar dessa métrica? Você está perdendo informações relevantes que podem nortear a sua tomada de decisões, viu?!

 

relatório completo

o estado de vendas no brasil: os principais insights dos líderes de vendas brasileiros

veja como os times de vendas têm percebido as mudanças no mercado, o uso de inteligência artificial e muito, muito mais!

 

Inclusive, por esse motivo, nós preparamos este post para auxiliá-lo a entender esse assunto tão fundamental no mundo dos negócios. E então? Vamos lá?!

Quais são os conceitos de lucratividade e de rentabilidade?

A lucratividade representa a capacidade de geração de lucros por parte de uma empresa a partir das suas atividades operacionais. Em outras palavras, é a medida da eficiência de um negócio em transformar as suas receitas em ganhos.

Já a rentabilidade mede o retorno atingido sobre os investimentos feitos. Ou seja, trata-se da proporção entre os lucros gerados e o capital investido.

Qual é a sua importância?

A métrica desempenha um papel essencial na gestão financeira e na tomada de decisões estratégicas no âmbito empresarial. Afinal, além de entregar uma visão clara e objetiva sobre o nível de eficiência de um projeto, de um investimento ou de um negócio quanto à geração de lucros, como dito, traz uma série de benefícios. A seguir, fique por dentro dos principais!

Avaliação da viabilidade

Como vimos, o índice permite a análise da viabilidade de um projeto ou de um investimento em potencial. Então, a partir da comparação de diferentes alternativas, torna-se possível identificar quais são as mais promissoras e alinhadas aos objetivos da empresa, concorda?

Seleção de projetos

Com base no resultado desse Índice de Lucratividade, você consegue priorizar e selecionar projetos que ofereçam um retorno mais significativo em relação aos recursos investidos. A medida ajuda a alocá-los de maneira mais inteligente, a fim de evitar investimentos pouco rentáveis.

Decisões de investimento mais acertadas

Ao calcular o Índice de Lucratividade e de Rentabilidade em relação a diferentes investimentos, você poderá tomar decisões mais informadas. Ou seja, será viável alocar os recursos financeiros da sua empresa com mais assertividade.

Controle de riscos

O índice também ajuda a avaliar o risco associado a um projeto ou a um investimento. Vamos simplificar? Quando as métricas estão mais elevadas, em geral, as iniciativas são menos arriscadas, já que têm maior probabilidade de geração de retornos positivos.

Aumento da atratividade para os investidores

Em geral, os negócios lucrativos — com Índices de Lucratividade sólidos — tendem a atrair mais investidores. A atratividade é resultado da possibilidade de demonstração de um histórico de eficiência na geração de lucros por parte dos empreendimentos.

Embasamento do planejamento estratégico

O uso dessa métrica de lucratividade é essencial para embasar o planejamento estratégico de uma empresa. Afinal, o índice auxilia na definição de metas financeiras realistas e na identificação de possíveis ajustes na alocação de recursos para atingir os objetivos preestabelecidos.

[Baixe agora]: relatório completo sobre o Estado das Vendas no Brasil 

Ou seja, se o resultado for equivalente a 1, isso significa que o projeto — ou o investimento — tem um retorno líquido que compensa o aporte inicial. Os valores superiores a 1 indicam que o projeto é lucrativo. Os que estão abaixo, via de regra, não envolvem a geração de lucros.

Como medir a eficiência operacional de um negócio?

A medição é fundamental para avaliar o desempenho de uma empresa. Com esse intuito, além de acompanhar os indicadores de lucratividade, você deve adotar uma abordagem meticulosa e abrangente. Vamos conferir algumas dicas?!

Defina os KPIs

A definição de KPIs — Key Performance Indicators —, ou "indicadores-chave de desempenho", é essencial para mensurar a eficiência do seu negócio. Os indicadores devem refletir os objetivos e as metas específicas do projeto, combinado?

Afinal, apenas dessa forma, você conseguirá alcançar uma visão verdadeiramente clara do progresso e dos resultados atingidos. Alguns KPIs que podem ser utilizados incluem:

  • produtividade da mão de obra — avalia a produtividade dos colaboradores em diferentes áreas e departamentos da organização, considerando a quantidade de trabalho executado em relação ao tempo e aos recursos empregados;
  • custos operacionais — analisa os custos operacionais em comparação ao nível de produção e/ou de prestação de serviços, buscando identificar oportunidades de redução de despesas e de aumento da eficiência;
  • lifetime value — indica o valor que o cliente retorna para a empresa durante todo o período de relacionamento, correspondendo, então, ao gasto vitalício do consumidor no seu negócio.

Quer entender o tema mais a fundo? Aproveite para dominar o conceito de Key Performance Indicator no guia completo da HubSpot!

Invista em tecnologia

A utilização de ferramentas de monitoramento e de relatórios precisos faz toda a diferença na análise desse resultado, já que permite a coleta de informações relevantes e atualizadas. A partir disso, você poderá conduzir avaliações comparativas e identificar tendências ao longo do tempo.

Lembre-se, porém, de que a coleta sistemática de dados representa uma etapa crítica para a avaliação da eficiência operacional, combinado? Ou seja, a fim de que haja alguma utilidade em termos práticos, é preciso interpretar as informações de maneira criteriosa, buscando insights valiosos para embasar a tomada de decisões.

Como um CRM pode ajudar a aumentar a lucratividade?

Um CRM (Customer Relationship Management) não está diretamente envolvido no cálculo do Índice de Lucratividade. No entanto, você sabia que a ferramenta pode fornecer dados e insights, essenciais para a análise financeira e, por consequência, para o cálculo dessa métrica?

A seguir, veja como a solução pode ajudar indiretamente no processo:

  • com informações sobre vendas e receitas, afinal, um CRM centraliza esses dados, que podem ser utilizados para calcular as receitas totais da empresa, o que é indispensável também para o cálculo do Índice de Lucratividade;
  • com a análise de desempenho de vendas, já que a ferramenta oferece relatórios e análises que viabilizam a avaliação do desempenho das negociações, identificando quais produtos e/ou serviços são mais lucrativos, bem como quais canais são mais eficientes;
  • com o monitoramento do funil de vendas, pois o software rastreia os leads e as oportunidades de negócios em diferentes estágios do funil, entregando uma visão que ajuda a identificar gargalos e pontos de melhoria que tendem a impactar a lucratividade da organização.

A propósito, você sabia que o sucesso do cliente também tem uma relação direta com os resultados da empresa, representando um dos fatores que auxiliam na elevação da receita? Confira um blogpost da HubSpot sobre o tema e descubra por que vale a pena implementar a estratégia de Customer Success, como o conceito é igualmente conhecido!

Pronto! Agora você já sabe que o Índice de Lucratividade é uma métrica essencial para qualquer empreendimento. Portanto, não deixe de utilizá-lo para que você tenha maiores chances de sucesso nos seus projetos. Inclusive, aproveite para ficar por dentro das soluções da HubSpot que poderão ajudá-lo a alcançar níveis superiores de eficiência no seu negócio.

Conheça as nossas ferramentas e descubra já como elas ajudarão a impulsionar os seus resultados. Até a próxima!

Nova chamada à ação

Tópicos: Vendas

Artigos relacionados

Guia para fazer uma análise de mercado completa

    Marketing software that helps you drive revenue, save time and resources, and measure and optimize your investments — all on one easy-to-use platform

    START FREE OR GET A DEMO