Se você trabalha com Inbound Marketing, provavelmente sonha em conquistar as primeiras posições do Google. Embora o buscador tenha mudado muito nos últimos anos, com todas as alterações no seu algoritmo, uma coisa se manteve igual: a importância da palavra-chave para otimizar os sites. 

Quando começamos a estudar sobre SEO (otimização para motores de busca), um ponto muito importante é estruturar uma estratégia de palavras-chave, como pesquisar pelos termos certos e a real importância deles na otimização. 

Otimize o desempenho do seu site e gere mais tráfego e leads com nosso guia

As palavras-chave, no entanto, são muito mais do que simplesmente um recurso para uma marca ser encontrada na internet: elas representam a forma como a sua persona pensa. Quer entender mais sobre o assunto? Continue a leitura deste post e saiba como criar uma estratégia de sucesso!

Por que as palavras-chave são tão importantes para o seu negócio?

Uma pesquisa começa em torno de uma ou mais palavras que resumem uma dúvida ao buscador. Para os profissionais de marketing, as palavras-chave são as expressões que devem ser utilizadas para dar um “norte” na hora de criar conteúdos e páginas de sites. 

Isso significa que a palavra-chave que você escolhe para um conteúdo ou uma página vai mostrar ao Google qual é o assunto que você está tratando. Se você fizer a escolha certa e utilizar todos os recursos corretamente, a chance do seu blog ou site ser exibido como uma das principais respostas para aquela dúvida é muito grande.

É por isso que as palavras-chave são importantes para o seu negócio, afinal, elas representam a diferença entre ser encontrado na internet — lido, curtido e compartilhado — ou simplesmente ficar no desconhecimento. 

Na internet, existem milhões de conteúdos prontos para sanar as dúvidas de uma pessoa. Isso significa que não basta usar uma palavra-chave qualquer e distribuí-la ao longo das suas postagens: é preciso pensar estrategicamente e fazer um planejamento de palavra-chave para que o seu conteúdo se destaque dos outros e conquiste as melhores posições do Google. 

Se em algum momento você se perguntou qual é a importância do uso das palavras-chave, saiba que a resposta é simples: porque você precisa ajudar o seu público a encontrar a sua marca na internet. Só que a resposta não para por aí. 

Qual é a importância da palavra-chave para aumentar conversões?

Você provavelmente tem um funil de marketing com etapas definidas, ou seja, existem diferentes tipos de públicos com diferentes tipos de perguntas. 

Quem começou a jornada de compra agora, por exemplo, ainda está querendo descobrir as informações básicas sobre o universo em que se insere um produto ou serviço. Quem está mais para o meio do funil deseja saber mais sobre as marcas para decidir qual supre melhor suas necessidades. Quem está no fundo do funil, já quase decidido a comprar, quer uma “luz” para ter certeza de que está tomando a decisão certa ao escolher determinada empresa. 

Para cada um desses grupos, existem palavras-chave específicas. Na hora de montar a sua estratégia, você precisa conhecê-las para fazer o melhor uso delas e criar conteúdos e outros materiais otimizados. 

As palavras-chave são o primeiro contato entre o público e a sua marca, e a forma como você as utiliza é o que vai influenciar aquele visitante a continuar no seu site ou fechar a janela e seguir adiante na pesquisa. Cada keyword, portanto, deve ser planejada e utilizada estrategicamente. Para que isso aconteça, é fundamental fazer uma pesquisa de palavra-chave. 

Como estruturar uma pesquisa de palavra-chave?

palavra-chave

A pesquisa de palavras-chave é a análise dos termos que os usuários utilizam para fazer uma busca no Google. A percepção que você pode obter dessas expressões ajuda a planejar uma estratégia de conteúdo mais direcionada e focada, bem como a sua estratégia de marketing como um todo. 

Por que a pesquisa de palavra-chave é importante?

Nos últimos anos, o SEO evoluiu muito e as palavras-chave perderam um pouco de poder na classificação do que as pessoas querem saber ao fazer uma pesquisa no Google, por exemplo. O uso de keywords não é mais o fator principal de classificação aos olhos dos profissionais de SEO. 

Em vez disso, a intenção por trás dessa palavra-chave se tornou o foco principal, mas isso não significa que a pesquisa de palavra-chave e o seu uso não sejam importantes para uma estratégia de sucesso. Pelo contrário, são ainda mais importantes. Veja só!

A pesquisa de palavras-chave mostra quais são os principais tópicos de interesse do seu público. Supondo que você use a ferramenta de SEO certa, qual é a popularidade desse tópico entre os seus leitores?

O grande segredo aqui envolve os tópicos. Ao pesquisar palavras-chave que estão recebendo um grande volume de buscas por mês, você identifica e classifica o seu conteúdo em tópicos. Em seguida, você pode usar esses agrupamentos para determinar quais palavras-chave procurar e segmentar. 

Ao pesquisar palavras-chave e conhecer o seu volume de busca, bem como a intenção geral, você consegue responder às perguntas mais buscadas pelo seu público.

website-grader

Como a intenção afeta a pesquisa de palavras-chave?

Com a evolução do SEO, a intenção do usuário passou a ser um dos fatores mais importantes para classificação. Isso significa que é mais importante que a sua página resolva o problema que o usuário pretende solucionar ao fazer uma pesquisa do que simplesmente utilizar a palavra-chave no conteúdo. 

Digamos, por exemplo, que você vai escrever um artigo, e para isso, pesquisa a seguinte palavra-chave: “como iniciar um blog”. “Blog” pode significar uma postagem ou o próprio portal, e a intenção de um usuário por trás dessa palavra-chave influencia a direção do seu artigo. O pesquisador deseja saber como iniciar uma postagem de blog ou ele quer aprender como realmente lançar um domínio de blog? 

Para conhecer a intenção de um usuário ao pesquisar uma palavra-chave, uma dica é inseri-la em um mecanismo de busca, como o Google, e ver quais tipos de resultados surgem. 

Um exemplo clássico: ao pesquisar o filme “O Galinho Chicken Little” no Google, muitos brasileiros esbarram no inglês e têm uma dificuldade para escrever o termo de forma correta. Assim, algumas variações como “galinho tique liro”, “galinho tiquirilo” ou “galinho tic lirou” surgiram. Apesar da escrita incorreta, a intenção de busca é a mesma: encontrar o filme do galinho. 

Isso não quer dizer que o seu conteúdo deve conter todas essas variações incorretas, mas que dentro do seu conteúdo você deve trabalhar tipos de correspondência de palavra-chave que ajudam a direcionar o Google para o seu artigo. 

No próximo tópico apresentamos um passo a passo de pesquisa de palavra-chave que você pode seguir para criar e restringir uma lista de termos. 

Como fazer uma pesquisa de palavra-chave eficiente?

Com estas dicas, você pode estabelecer e executar uma forte estratégia de palavra-chave. Acompanhe!

Passo 1: escolha quais temas são importantes e relevantes para o seu negócio

Para começar, pense nos temas que você deseja abordar em termos de produtos e serviços. Faça uma lista de 5 a 10 grupos de assuntos que sejam interessantes para o seu negócio e, em seguida, pesquise algumas palavras-chave específicas sobre esses temas. 

No geral, vale a pena selecionar os principais tópicos e as dúvidas que mais surgem nas conversas com vendedores e atendentes. Coloque-se no lugar da sua persona: quais assuntos ela pesquisaria que a sua empresa poderia ser relacionada? Se você é uma empresa como a HubSpot, por exemplo, que trabalha com automação de marketing, podem surgir temas como: 

  • e-mail marketing (30 mil);
  • SEO (214 mil);
  • geração de leads (17 mil);
  • automação de marketing (8,5 mil);
  • marketing de mídia social (71 mil).

Os números entre parênteses ao lado de cada palavra-chave representam o volume mensal de pesquisas. Esses dados permitem avaliar a importância do assunto para a sua persona, além de gerar insights de subtópicos diferentes que você pode criar para obter sucesso em torno dessa palavra-chave. 

Passo 2: encontre as palavras-chave certas

Agora que você já delimitou alguns temas em que deseja focar, é hora de identificar as palavras-chave que se enquadram nesses assuntos. Esses são termos que você considera importante classificar nas páginas de resultados dos buscadores quando o seu potencial cliente estiver fazendo uma pesquisa por essas expressões. 

Por exemplo: no tópico “automação de marketing”, é possível criar algumas perguntas-chave que as pessoas poderiam fazer sobre esse tema. Confira:

  • o que é automação de marketing;
  • ferramentas de automação de marketing;
  • como usar o software de automação de marketing.

O objetivo dessa fase não é fechar a sua lista de palavras-chave. Até aqui, só separamos potenciais termos que acreditamos que os clientes podem usar para pesquisar conteúdos sobre esse tópico em particular. Precisamos reduzir essa lista para as palavras-chave mais estratégicas. 

Passo 3: faça uma combinação de palavras-chave head tail e long tail

Se você não sabe a diferença entre os tipos de palavras-chave, não se preocupe. As head tail são frases mais curtas e genéricas, como “marketing digital”. Já as long tail são frases-chave mais longas e específicas, geralmente contendo três ou mais palavras, como “estratégia de marketing digital para redes sociais”. 

É importante que o seu planejamento tenha uma combinação entre palavras-chave head tail e long tail, pois isso gera mais equilíbrio para a sua estratégia com objetivos de longo prazo e conquistas de curto prazo. As head tail geralmente são pesquisadas com mais frequência, por isso, têm uma concorrência maior do que as long tail. 

Além disso, como as palavras-chave long tail são mais específicas, geralmente é mais fácil entender a intenção de busca por trás delas. Ao mesmo tempo, os termos mais genéricos podem gerar mais tráfego para o seu site, uma vez que eles têm um grande volume de busca. O ideal, portanto, é fazer uma combinação saudável entre os dois tipos. 

Passo 4: veja como os concorrentes estão classificando essas palavras-chave

Entender quais são as melhores palavras-chave e como elas estão sendo utilizadas pelos seus concorrentes é uma ótima forma de avaliar a sua própria lista. Isso não significa copiar o que o seu adversário está fazendo: essa pesquisa serve para você ter novas ideias e até mesmo repensar alguns termos.

Se o seu concorrente também está tentando se destacar usando algumas palavras-chave que estão na sua lista, definitivamente faz sentido você pensar em formas inovadoras e interessantes de utilizá-las. Isso não significa que você deve ignorar os termos que os seus concorrentes parecem não se importar. É justamente nesse detalhe que você pode se destacar e sair na frente deles. 

Ter um equilíbrio entre palavras-chave mais utilizadas e outras mais específicas é importante para o sucesso da sua estratégia no longo prazo. O objetivo da sua lista é fornecer termos que proporcionem tantos ganhos rápidos quanto uma progressão mais lenta, mas mais direcionada aos seus objetivos de SEO. 

Para descobrir quais palavras-chave os seus concorrentes estão classificando, você pode pesquisar manualmente em uma aba anônima do navegador e analisar as posições em que eles estão. Também é possível utilizar uma ferramenta como o SEMrush — falamos mais sobre ela nos próximos tópicos. 

Passo 5: use um planejador de palavras-chave

Agora que você já conseguiu restringir bastante a sua lista de palavras-chave, é hora de utilizar dados quantitativos. Existem muitas ferramentas à sua disposição para fazer isso, mas as mais utilizadas são: 

No planejador de palavras-chave, você encontra informações como estimativas de volume e tráfego de pesquisa das palavras-chave. Use essa ferramenta para sinalizar quais termos da sua lista têm mais ou menos volume, pois isso vai gerar alguns insights para você montar uma combinação saudável. 

No Google Trends, você pode colher informações adicionais para a sua estratégia. Avalie se uma palavra-chave de baixo volume pode realmente ser algo útil para a sua estratégia, por exemplo, tendo como base o histórico de tendências e projeções do Google Trends. 

Quais são as principais ferramentas de pesquisa de palavra-chave?

As ferramentas de pesquisa de palavra-chave são muito úteis para apresentar dados quantitativos sobre cada termo. Elas permitem fazer uma análise clara e objetiva das melhores expressões para utilizar na sua estratégia, bem como monitorar os resultados orgânicos e dos seus concorrentes. As principais que você vai encontrar estão listadas a seguir. Confira!

Google Keyword Planner

O planejador de palavras-chave do Google é ideal para criar peças otimizadas no Google Ads. Essa ferramenta permite fazer um diagnóstico de toda a sua estratégia, identificando o que está dando certo e o que não está, de forma a corrigir e manter o site ativo no buscador. Uma grande vantagem é que seus dados podem ser exportados em planilha, facilitando a sua análise. 

SEMrush

O SEMrush é uma ferramenta muito útil para analisar o seu próprio site, assim como o dos seus concorrentes e de quem você considera autoridade no assunto. Ele não dá dados precisos sobre navegação, tráfego e palavras-chave, mas oferece um relatório de tendências que ajuda você a encontrar o caminho certo para o sucesso do seu conteúdo ou da página de site. 

O SEMrush tem uma versão gratuita e uma paga, que é a ideal para um planejamento de estratégico.

Keywordtool.io

O Keyword Tool analisa a funcionalidade de autocompletar do Google. As informações geradas por essa ferramenta são muito úteis para ajudar você a encontrar variações de palavras-chave, principalmente as long tail. Dessa forma, o seu conteúdo fica muito mais interessante, pois você consegue fazer uma correlação e demonstrar de forma mais consistente a intenção do seu texto. 

Google Trends

O Google Trends é uma ferramenta que ajuda você a descobrir, a partir de uma palavra, quais são as buscas relacionadas que os pesquisadores têm feito. O melhor de tudo é que os resultados podem ser filtrados em várias categorias, o que facilita a sua análise — sem contar que é uma ferramenta gratuita.

UberSuggest

Uma ótima ferramenta para ter mais sugestões de palavra-chave é o UberSuggest. Nele, você insere o termo pretendido na barra de pesquisa, seleciona o idioma e a área em que o assunto deve ser pesquisado (web, notícias, imagens, vídeos e até receitas). Além disso, clicando nas sugestões de termos, você consegue outras palavras relacionadas para enriquecer ainda mais a sua estratégia.

Depois de seguir todos esses passos, você vai ter uma lista de palavras-chave estratégicas que vão ajudar você a definir os temas certos para o seu negócio, obtendo vitórias de curto e longo prazo. A seguir, mostramos em quais situações você pode aplicar esses termos para ter sucesso.

Como utilizar a sua lista de palavras-chave de forma útil? 

Com a sua lista de palavras-chave em mãos, é hora de estruturar a sua estratégia em torno desses termos. A aplicação deles vai garantir que o seu blog ou site alcance as melhores posições nas páginas de resultados dos mecanismos de pesquisa. 

Até aqui, você viu como escolher as palavras certas. Agora, vamos mostrar como utilizá-las. Confira!

Como utilizar a palavra-chave em conteúdos?

Utilize as palavras-chave para otimizar os conteúdos do seu blog, mas lembre-se que a prioridade deve ser resolver o problema e responder às dúvidas da sua persona sobre aquele assunto. 

Insira as palavras-chave ao longo dos seus conteúdos, nos títulos e, sempre que possível, em intertítulos, assim como na descrição das imagens. Não se esqueça que é importante manter a naturalidade e a fluidez do texto para que o leitor esteja interessado até o final. Um conteúdo que repete a palavra-chave diversas vezes fica cansativo, por isso, use variações desses termos.

Tenha sempre em mente que você está escrevendo para pessoas, e não para o Google. O seu conteúdo deve ser baseado nas dores e nos problemas da sua persona. Quanto mais relevante for o seu post para os leitores, melhor o Google vai classificar o seu artigo na hora de ordenar os resultados das suas buscas.

Como utilizar a palavra-chave em anúncios pagos?

Da mesma forma que a pesquisa de palavra-chave é muito importante para a estratégia de mídia orgânica, é essencial levar em consideração todos os passos que listamos acima para a escolha dos termos mais relevantes para os anúncios pagos. 

Um ponto que vem ganhando cada vez mais importância quando se trata de anúncios pagos é o valor de cada palavra-chave. O preço de cada termo varia de acordo com alguns fatores, como o volume de busca e o interesse das pessoas e empresas que querem anunciar utilizando aquele termo em específico. 

Ao configurar a sua conta no Google Ads, você tem três opções de pagamento do seu anúncio: 

  • por cada clique (CPC, ou custo por clique);
  • por impressão (CPM, ou custo por cada mil impressões);
  • por conversão (CPA, ou custo por aquisição).

O valor de cada palavra-chave representa o preço máximo que pode ser pago por aquele anúncio. Cada vez que o usuário clicar no seu anúncio, por exemplo, desconta-se uma porcentagem do seu preço máximo. Quando alcançar o limite estipulado para o dia, a oferta não será mais exibida até o dia seguinte, quando o orçamento é restabelecido.

Se você está começando agora uma estratégia de anúncios pagos, o melhor a fazer é procurar termos que tenham pouca concorrência e valores estimados baixos, para que o anúncio seja exibido mais vezes e para mais pessoas — ao fazerem uma busca relacionada ao tema, independentemente do orçamento estipulado. 

Se a sua estratégia já estiver mais aprofundada, é importante investir em grupos de anúncios com variações de palavras-chave, de forma a aumentar o nível de abrangência das pesquisas da persona. Nesse caso, você vai precisar de um orçamento maior para ter sucesso. 

Como utilizar as palavras-chave nas redes sociais?

As redes sociais têm um papel importantíssimo na estratégia de Marketing Digital. Além de serem ótimas para divulgar os conteúdos publicados e interagir com a persona, elas ajudam no momento de definição das palavras-chave. 

Por isso, é bom encontrar o seu público nas principais redes sociais e pesquisar as formas como essas pessoas se comunicam e procuram sanar as suas dúvidas sobre os temas. Isso ajuda você a definir questões importantes sobre linguagem, bem como a encontrar possíveis dúvidas que o seu público tem e que podem se tornar oportunidades de conteúdo. 

Existe uma estratégia que está se popularizando cada vez mais nas redes sociais: o conceito das hashtags. Conteúdos publicados nas redes sociais, como anexos, imagens e legendas, não são indexados pelos buscadores. A única forma de fazer essa indexação acontecer é por meio das hashtags. 

Elas são uma espécie de palavra-chave com hiperlink, muito utilizadas pelo público jovem e por pessoas que se consideram heavy users das redes sociais. 

Ao inserir hashtags nas suas publicações, é possível fazer uma indexação do conteúdo, ao mesmo tempo em que a sua marca se aproxima da linguagem do público e cria um relacionamento mais próximo com essas pessoas. 

É importante tomar alguns cuidados. As hashtags utilizadas devem ser condizentes com o texto publicado. Se você usar termos que têm um grande volume de pesquisa nas redes sociais sem que eles se relacionem com o seu conteúdo, o público pode interpretar que você só quer ter mais visualizações, sem se importar com o teor das suas publicações. 

Escolha as palavras-chave e expressões que sejam valiosas para a sua persona. Crie e fortaleça hashtags institucionais, que abordem assuntos como os costumes e os valores da sua empresa. 

Assim você consegue criar uma comunidade em torno da utilização dessa hashtag, incentivando o uso dela por parte dos seus seguidores e criando um relacionamento com as pessoas que decidirem acompanhar a sua marca. 

Neste artigo selecionamos informações importantes sobre o poder da palavra-chave na sua estratégia de Marketing Digital. Lembre-se que é preciso reavaliar essas palavras-chave com frequência para manter o seu conteúdo atualizado e relevante para os buscadores. Conforme você for ganhando mais autoridade, adicione mais e mais palavras-chave à sua lista e aumente a sua presença na internet.

Quer ficar por dentro de outras dicas para fortalecer a sua estratégia de Marketing? Siga-nos nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades do nosso blog. Estamos no Facebook, no YouTube e no Twitter!

Website Grader
 Como otimizar o desempenho do seu site para ter mais tráfego e leads

Originalmente publicado 13/04/2022 06:30:00, atualizado Maio 19 2022

Temas:

Inbound Marketing