Produtores de vídeo e profissionais de inbound marketing não são muito diferentes quando o assunto é criar e editar conteúdo em vídeo.

Os dois estão contando uma história, seja sobre um protagonista ou produto, e tentando cativar o público para que ele acredite nessa história.

No entanto, o que ocorre no final da história é um pouco diferente.

<< Quer gerar leads? Temos uma ferramenta gratuita para te ajudar >>

Enquanto os diretores de filme esperam que os espectadores saiam da sala de cinema sentindo ou pensando algo, os profissionais de inbound marketing esperam que eles planejem fazer algo, como assinar um blog, preencher um formulário de lead ou se inscrever para uma avaliação de produto.

A maioria dos profissionais de marketing joga em várias posições, mas entre todas elas, a de produtor de vídeo é a que menos agrada. Isso acontece porque criar vídeos pode apavorar, especialmente se você for inexperiente no assunto. 

E se você for mais um redator que um produtor de vídeo, como eu, talvez não dê tanta importância à fase de planejamento da produção do vídeo. É nesse estágio que você vai concretizar o conceito, os objetivos e o script do vídeo. Ao contrário do que eu imaginava, não dá para reescrever um post de blog e pronto. Existe uma maneira específica de escrever um script para que ele se transforme em um vídeo eficaz.

Neste post, você vai aprender a escrever um script de vídeo eficaz para garantir que o seu software de vídeo seja o melhor produto possível e tenha sucesso onde for veiculado.

Como escrever um script de vídeo

1) Comece com um briefing.

É muito fácil ignorar esta etapa, mas não vale a pena fazer isso.

O briefing ajuda você e sua equipe a documentarem as respostas para as perguntas mais importantes do projeto, assim todos os envolvidos na criação do vídeo ficam alinhados. Quando você já concluiu 75% da edição do projeto e seu chefe ou colega decide refazer toda a tomada que mostra como o produto resolve um problema, este é um grande problema. Para você.

Quando dilemas chatos como esse impedem o andamento do trabalho, você pode recorrer ao briefing que documenta os objetivos e ao plano do projeto feito por toda a equipe e dizer: “na verdade, não foi isso que ficou combinado”. 

E então pode continuar.

Ao realizar o briefing, concentre-se nos objetivos, no tópico e nas lições que o vídeo vai ensinar.

Um briefing não precisa ser sofisticado nem seguir uma fórmula específica, mas deve incluir algumas perguntas cruciais para a elaboração de um script de vídeo eficaz. 

  • Qual é o objetivo deste vídeo? Por que estamos fazendo este vídeo?

  • Quem é o público deste vídeo?

  • Qual é o tópico deste vídeo? (Quanto mais específico, melhor. Por exemplo, se você está no ramo de pintura de casas, pode escolher como tópico “a compra do pincel certo”).

  • Quais são as principais lições deste vídeo? O que os espectadores vão aprender ao assisti-lo?

  • Qual é nossa call to action? O que pretendemos que os espectadores façam depois de assistirem ao vídeo?

Você pode criar um briefing facilmente no Google Docs para servir como um modelo dinâmico que vai sendo revisado com o tempo e que aceite a colaboração da sua equipe.

2) Escreva seu script.

Depois da escolha de um tópico, chega a hora do script.

Assim como no briefing, o script do vídeo não precisa ser sofisticado. Você não vai concorrer a nenhuma premiação com ele, seu objetivo é meramente funcional. Um bom script facilita para os atores entenderem a mensagem para que soem naturais.

Escreva em forma de diálogo.

Escrever um script é diferente de escrever uma monografia ou relatório de pesquisa de marketing. Você precisa escrever o script da forma como quer que o ator fale. Se você disser “vou criar um vídeo depois de ler este post”, soará bem mais natural do que “criarei um vídeo após a leitura deste post de blog”. Use frases curtas e claras. Recomendo evitar orações compostas, se possível.

Preste atenção a todos os detalhes.

Um script não inclui apenas um diálogo. Se seu vídeo vai incluir várias tomadas, personagens ou cenas, inclua tudo isso. Acrescente todas as informações necessárias sobre o set ou ações de cena, como troca de figurino.

Basicamente, você precisa elaborar um script completo para que ele seja compreendido por qualquer pessoa que vá filmar.

Escreva para o público e a plataforma.

Seu público é formado por adolescentes, profissionais adultos ou aposentados? O vídeo será publicado no Instagram, YouTube ou no seu site? Ele deve parecer uma conversa com as pessoas com as quais você quer se conectar e confira a adequação de humor, tom e entonação. Além disso, se você estiver escrevendo um vídeo curto para o Facebook, prefira um script mais recortado, com fragmentos de frases. Mas, se estiver criando um vídeo mais longo e explicativo para seu site, seja o mais completo possível.

Diferencie a narrativa principal da secundária, de sobreposições de texto e voiceovers usando formatação ou legendas diferentes.

Se seu vídeo terá uma transição da pessoa falando o texto principal para um close no produto com uma sobreposição de texto, diferencie esses elementos no script para que o leitor saiba o que deve ser lido na tela e o que deve ser incorporado ao processo de edição.

Veja abaixo como o pessoal da Wistia fez isso no script de vídeo das Dicas de criação de script da Wistia. A sobreposição de texto está destacada com a palavra “TEXT” em maiúsculas e negrito, o áudio é mostrado em todas maiúsculas (REWIND SOUND) e o texto secundário ou detalhes adicionais são mostrados em itálico (with glasses on). (Observação: Talvez seja melhor ver o vídeo antes para que esse trecho do script faça sentido).

how_to_write_a_video_script_example_keep_conversational

Fonte: Wistia

Coloque todas as palavras no script.

É comum achar que se pode apenas incluir uma lista com bullets em um script e depois começar a filmar, especialmente se você conhece bem o assunto. Essa abordagem dificulta a comunicação da mensagem de um jeito claro e conciso (o que deve ser seu objetivo em todos os vídeos que você cria) e acaba gerando muito retrabalho.

Por isso, sugerimos colocar todas as palavras no script. Confie em mim: dessa maneira você vai se manter organizado durante a filmagem e poupar muito trabalho depois.

Seja breve.

Em marketing, os vídeos mais curtos são mais convincentes que os longos e, para fazer vídeos curtos, você precisa de scripts curtos. Não use mais que duas páginas. Se conseguir manter tudo em uma página, será melhor ainda. Também vale a pena realizar duas ou três rodadas de revisão para enxugar o que for desnecessário no texto. Leia o texto em voz alta para encontrar maneiras de deixar a linguagem mais oral e encurtar as frases.

O resultado será um vídeo sucinto, envolvente e que simplifica o processo de edição.

Use este modelo de script.

É muito mais difícil escrever um script do zero do que se basear em um exemplo. Para se inspirar, baixe este modelo de script de vídeo em um documento do Word que usamos para criar este vídeo com a Wistia:

Seu script está pronto? Ótimo. Veja o que fazer agora.

3) Ensaie o script.

Agora que você já sabe como escrever um script, chegou a hora de fazer uma leitura em grupo. É nesse momento que você dá vida a ele em frente à câmera.

Por que ensaiar? Porque algumas palavras ficam ótimas no papel, mas quando você as lê em voz alta, não soam bem. Na leitura em grupo, você faz os ajustes do tom e retira o que parece muito formal, informal, robótico ou inapropriado para a mensagem que você quer passar.

Confira no vídeo abaixo como fazer uma leitura em grupo:

Uma última dica:

Na hora de gravar, use um laptop e uma cadeira como teleprompter.

Como você não precisa de um script sofisticado, também não precisa de um teleprompter sofisticado para ler o texto. Mas precisa se lembrar dele. Você pode usar duas coisas que já tem: uma cadeira e um laptop para conseguir ler o texto durante a filmagem.

Para ler mais dicas sobre como fazer um filme de marketing de sucesso, confira nosso guia em vídeo para fazer vídeos com um iPhone.

 

Você tem outras dicas para os profissionais de marketing de vídeo criarem um script incrível? Compartilhe seu conselho abaixo!

Nota do editor: Este post foi publicado originalmente em novembro de 2013 e foi atualizado para aumentar a precisão e a abrangência.

ferramenta-gratuita

 

  guia gratuito para criação de vídeo para mídias sociais
 ferramenta-gratuita

Originalmente publicado 22/05/2018 08:00:00, atualizado Outubro 21 2020