Sério? Estamos falando sobre códigos QR? Essa reação é justa. Há alguns anos, os códigos QR, ou QR codes, foram uma das tecnologias que nós, profissionais de marketing, consideramos fadadas ao fracasso em nossas discussões. Afinal, como criar código QR pode ser benéfico na sua estratégia, não é?

Mas, se tem uma coisa que esse vai e volta mostra é que não existe consenso. Basta dar uma olhada nos comentários deste post e você vai ver que a eficácia dos códigos QR ainda é muito contestada. Pesquise mais sobre os dados por trás disso e vai descobrir também que cada lado da questão tem fundamento: “os códigos QR estão mortos” versus “vida longa ao código QR”.

Tudo o que você precisa saber sobre Automação de Marketing

Este post tem a missão de ajudar profissionais de marketing que estão interessados em experimentar os códigos QR em suas estratégias. Continue lendo para aprender como criar os seus e de que forma aumentar as chances de os consumidores os escanearem!

Com certeza, você tem familiaridade com os códigos de barras, certo? Eles foram criados nos anos 1970 e estão presentes em praticamente todos os produtos que compramos por aí. A partir disso, você já tem uma boa base para entender o que é e como criar código QR.

Vale dizer que o código QR contém uma série de dados que são preestabelecidos em sua criação, com capacidade de armazenar muitas informações. Essa facilidade é ainda mais vantajosa com o salto na quantidade de pessoas que têm acesso a aparelhos inteligentes.

Segundo o Centro de Tecnologia de Informação Aplicada (FGVcia) da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV EAESP), o país já tem mais de 234 milhões de smartphones em uso. Ou seja, a utilização de código QR pode atingir milhões de pessoas!

Portanto, com a grande quantidade de usuários de smartphones, o acesso e o uso de QR code sofre grande impacto. Dessa forma, a facilidade ajuda para que todos possam explorar mais conteúdos que são acessados pelo código QR.

O código QR é uma espécie de atalho que direciona o usuário com mais facilidade para onde ele escolher. Pode ser para o site de um e-commerce, uma landing page, a página de informações sobre algum produto ou serviço e muito mais.

O uso do QR code é uma forma prática e segura de aumentar o engajamento, além de melhorar o processo de comunicação. Isso sem falar que o usuário tem mais autonomia para navegar na internet!

A aplicação dos códigos também ajuda a melhorar e fortalecer o relacionamento com o público, aumentar conversões e até mesmo deixar seus clientes mais satisfeitos. São diversas utilidades e muitos benefícios para sua estratégia, viu só?

Como os códigos QR funcionam?

Trata-se de códigos de barras em preto e branco embaralhados, ou de outras cores, que costumam ter essa aparência:QR-code-2.png

Dá para encontrá-los em malas diretas, placas, outdoors e às vezes até em comerciais ou vídeos na internet e em programas de televisão. Eles foram criados no Japão para o setor automotivo, mas os profissionais de marketing os adotaram porque ofereciam uma grande capacidade de armazenamento de informação.

Mas não é só por isso. Esses códigos têm a capacidade de converter informações adicionais que vão além do que as embalagens ou conteúdo criativo podem conter. Se um consumidor vê um código QR em algum lugar, pode abrir um scanner de código QR no seu dispositivo móvel e escanear o código de barras para ter acesso a mais informações.

Sendo assim, caso você queira promover uma série de podcasts em um anúncio no ponto de ônibus, por exemplo, pode criar um código QR que encaminhe os scanners à sua página do iTunes. Faz sentido? Ótimo! Porque agora a gente vai mostrar como criar código QR na prática.

Se você não sabe como criar código QR e acredita ser uma tarefa difícil, saiba que esse é um grande engano. O processo de criação de um código QR é bastante simples. Existem muitas ferramentas de geração de QR code e, aqui, você vai ver um passo a passo para fazer o seu. Veja como começar!

1. Selecione um gerador de código QR

Há milhares de geradores de código QR disponíveis, mas alguns dos mais conhecidos são Kaywa, GOQR.me, Visualead e QR Stuff. Quando for escolher o seu, considere se você pode controlar e analisar o desempenho.

Então, confira se ele permite criar um código exclusivo para sua marca e se é compatível com leitores comuns de código QR. Dessa maneira, dá para ter certeza de que seu código QR será elegível e funcionará de forma adequada.

2. Crie o código e vincule-o

A parte divertida de criar códigos QR é personalizar o design deles de acordo com a sua marca. Deseja que seu código se pareça com seu logotipo? Vá em frente. Quer que reflita o esquema de design do seu site? Sem problemas!

A personalização é um grande diferencial que deve ser adotado para chamar a atenção dos usuários. Afinal, somos seres visuais, e a prova disso é o crescimento de redes sociais como Instagram e Pinterest. Para demonstrar como é fácil, vamos selecionar o GOQR.me:

  • etapa 1 — selecione o tipo de conteúdo para o qual deseja que o código QR encaminhe o consumidor, copiando seu URL;
  • etapa 2 — insira o conteúdo, nesse caso, o URL;
  • etapa 3 — confira a visualização, personalize como quiser e baixe e/ou incorpore onde necessário.

Bastante simples, não acha? É claro que você pode personalizar ainda mais seu código QR, ajustando as cores, adicionando um logotipo, criando opções para mídias sociais e assim por diante. Quanto maior a personalização, mais especial será seu QR code e mais destaque terá entre os códigos de outras marcas.

3. Teste o código QR

No meio de toda a animação de como criar código QR, não se esqueça de verificar se ele pode ser lido corretamente. E, com a finalidade de ter certeza, é bom usar mais de um leitor para isso. Um ótimo lugar para começar é a ferramenta gratuita Google Lens, que tira uma foto e informa qual link ou item ele está lendo.

Outra excelente ferramenta gratuita é o QR Code Reader, que leva você para tudo que ela lê. O Passbook da Apple também oferece um leitor de código QR, então, você também pode usá-lo para testar se o seu código está legível.

4. Acompanhe e analise o desempenho

Assim como em qualquer campanha de marketing, você deve acompanhar todos os materiais ou campanhas que usam código QR para ver se realmente estão funcionando. Cada código específico gera quanto de tráfego? As pessoas estão escaneando o código, mas não estão resgatando a oferta quando acessam a página de entrada? Ou elas nem se sentem atraídas para escanear o seu código QR?

Essas informações ajudam a solucionar problemas e ajustar os códigos QR com mau desempenho para que funcionem como os que geram bons resultados. Recomendamos que você inclua um código de rastreamento UTM no seu URL, por exemplo, para medir melhor a performance.

Esses códigos são bem importantes se você usa a análise de marketing de circuito fechado. Afinal, eles são usados para geração de relatórios mais detalhados nas suas campanhas.

O que fazer e não fazer com seu código QR?

Agora que você viu como criar código QR é simples, vamos falar sobre as melhores práticas que ajudam a aumentar a probabilidade de ele ser usado de fato. É importante conferir essas dicas para que a aplicação seja impecável e tenha bom desempenho, combinado?

Dicas do que fazer

Quer mais certos na campanha com o QR code? Siga esses passos:

  • coloque os códigos QR em locais em que seja fácil escanear e onde haja tempo suficiente para o consumidor fazer o escaneamento. Embora seja comum vermos códigos QR em outdoors e comerciais de TV, esses locais não são exatamente os mais adequados;
  • pense em lugares e meios em que os consumidores tenham tempo de escanear o código e, de preferência, onde também haja conexão Wi-Fi. Otimize também a página para onde vai encaminhar as pessoas aos dispositivos móveis;
  • quando escanearem o código QR, os consumidores estarão com seus celulares, então, devem ser levados a uma página que proporcione uma boa experiência para usuários desses dispositivos. Para isso, inclua uma chamada para ação (CTA) no código, ou seja, diga às pessoas o que elas devem fazer quando virem o código e o que receberão caso o façam.

E aqui vai um último detalhe: nem todo mundo sabe o que é um código QR. Além do mais, aqueles que o conhecem não se sentirão motivados a escaneá-lo se não tiverem certeza de que vale a pena.

Dicas do que não fazer

Aprender com erros também é um aprendizado. Então, confira os caminhos a não serem seguidos:

  • nunca exija do usuário um scanner de código QR especial. Seu QR code deve ser neutro em todos os aplicativos, assim, ele poderá ser lido com qualquer leitor. Quanto menos obstáculos à entrada das pessoas, mais provável será o sucesso;
  • além disso, não use um código QR apenas por usar. Por exemplo, é comum os profissionais de marketing pensarem: “como posso vincular a experiência offline à online?” Hummm... QR code!" Isso não está errado, mas, nem sempre dá certo;
  • se você tem conteúdo que faz sentido enviar ao usuário de dispositivos móveis e tem um veículo apropriado para isso, é mais provável que seu código QR gere resultados.

Na Coreia do Sul, por exemplo, a cadeia de supermercados Tesco teve um enorme crescimento nacional com códigos QR nas estações de metrô ao permitir que passageiros fizessem compras enquanto esperavam.

Esse é um exemplo excelente do uso de códigos QR para o objetivo correto, no local e no momento certos. Se gostou do case de sucesso dos coreanos, este artigo do Search Engine Journal tem mais alguns bons exemplos de uso de códigos QR.

Como o código QR pode ajudar na campanha de marketing?

Já ficou claro como criar código QR? Ele é um importante aliado na sua estratégia! As variadas possibilidades da aplicação do QR code permitem que a sua empresa se conecte com o público e aumente a interatividade.

Nesse sentido, por ter um funcionamento bastante simples, o código QR tem a proposta de aprofundar o relacionamento do público com a sua marca. Imagine só: você cria uma campanha instigante e que desperta a curiosidade do usuário. Então, coloca um QR code para que ele continue a sua jornada de descoberta.

O código QR é, nesse cenário, uma ferramenta de proximidade e interatividade, pois exige que o público tome uma ação. Porém, é preciso corresponder à expectativa criada. Por isso, estude como criar código QR em suas campanhas pode gerar ótimos resultados na sua estratégia de marketing.

Dados mais apurados

Uma das principais funções do QR code é entregar dados mais apurados ao público. O código pode ser usado para direcionar o usuário para links informativos sobre seus produtos e serviços, por exemplo.

Em vez de criar campanhas cheias de informações que poluem o design, opte pelo uso de um código QR que direciona o usuário a uma página que contenha um material auxiliar. Assim, o público tira suas dúvidas com um conteúdo mais apurado e alinhado.

Contato direto

A qualidade do atendimento é determinante para a satisfação dos clientes. Por isso, o uso de código QR tem a vantagem de promover um relacionamento mais qualificado, que agiliza o contato entre consumidor e marca.

Dessa forma, criar um QR Code que direciona o usuário para o atendimento tem resultados bastante interessantes. A automação contribui com a simplificação desse processo e entrega resultados mais satisfatórios.

Interação e acessibilidade

Facilitar o acesso para que conteúdos sejam mais acessíveis é a grande jogada do código QR. Você vai perceber a diferença quando analisar as métricas das campanhas, pois é possível aumentar o engajamento, captar leads, gerar mais conversões e outras vantagens.

Por ser flexível, rastreável e universal, os resultados com o código QR costumam ser bem positivos. Além disso, você vai se surpreender com o custo-benefício desse tipo de ação.

Viu só como criar código QR é uma boa aposta? Se quiser uma ótima maneira de conectar o mundo offline ao online, adicione em sua peça criativa um URL curto e fácil de memorizar, que as pessoas possam digitar com facilidade em seus celulares.

Agora que você sabe como criar código QR e as suas principais funções na sua estratégia de marketing, talvez seja a hora de começar a implementar o QR code nas suas campanhas. Aspectos como a integração de processos são essenciais para a fidelização de clientes. Portanto, aplique as dicas deste post e perceba a diferença.

Quer saber mais dicas de como potencializar a sua estratégia de marketing digital e vendas? Assine a nossa newsletter e receba conteúdos incríveis como este no seu e-mail!

Nova chamada à ação
 GET HERE

Originalmente publicado 31/03/2022 06:30:00, atualizado Março 31 2022

Temas:

Mobile Marketing