Os dados são uma fonte fundamental de informações para melhorar as operações de marketing de qualquer empresa. Nesse contexto, você deve conhecer o big data, que ajuda a lidar com um volume grande de dados de maneira eficiente, trazendo vantagem competitiva. 

Muitas vezes, ficamos perdidos no meio de tantas informações, não sabendo o que é relevante para tomar decisões e como isso pode ser feito de forma rápida. A tecnologia deve ser utilizada como um meio de agilizar e otimizar esse processo, contribuindo de forma direta para suas escolhas e decisões. 

Aprenda a usar os dados certos para revolucionar os resultados da sua empresa!

A seguir, vamos entender o que é o big data e como ele é importante para o marketing. Além disso, mostraremos quais impactos ele traz para esse setor. Acompanhe!

O diferencial é a possibilidade de cruzar esses dados por meio de diversas fontes para informações rápidas e relevantes. A exigência dos consumidores e o aumento da competitividade em todos os mercados obriga que as empresas tenham mais precisão em seus atos, o que pode ser conseguido com base nos dados. 

1 - Volume

O volume é fundamental quando falamos dessa solução; afinal, não é interessante investir em capacidades pequenas de armazenamento de informação se a quantidade de dados produzidos cresce de forma exponencial. 

2 - Variedade

Os dados coletados e analisados podem ser estruturados ou não estruturados. Os primeiros apresentam uma definição de formato, enquanto os outros não entregam um formato padrão. O objetivo é tornar todos os tipos em informações úteis e que possam ser interpretadas. 

3 - Velocidade

A velocidade se refere à frequência com que os dados são gerados. Com a utilização de mensagens de texto e redes sociais, entre outros canais, é possível ter uma ideia sobre a quantidade de informação produzida. 

4 - Veracidade

A veracidade trata da confiabilidade das informações. A origem dos dados, o que eles representam e em qual contexto estão inseridos são alguns elementos que ajudam a atestar cada informação. O objetivo é ter segurança de que cada dado pode ser incluído nas análises sem prejuízo para a precisão. 

5 - Valor

Esse elemento tem relação direta com a função dos dados. É nesse momento que se avalia se as informações podem ser utilizadas para criar um produto, estabelecer um padrão ou tirar lições que contribuirão para o crescimento do negócio, por exemplo.

Qual é a relação com o marketing?

Você pode estar se perguntando: qual é a relação do big data com o marketing? É interessante saber que, com o uso dos dados e informações geradas por meio dele, você e sua equipe podem ampliar a precisão na tomada de decisões estratégicas do setor. 

Desse modo, é mais fácil atingir o público certo, no momento ideal e com a mensagem adequada. Isso acontece porque você terá mais informações sobre a persona, o canal e as mensagens compartilhadas, o que facilita a escolha de quais são os melhores conteúdos para o seu nicho. 

As ferramentas de automação se encaixam nesse contexto, trazendo mais precisão para os processos de marketing. Por meio do business analytics, você pode melhorar a gestão da área e conquistar resultados mais satisfatórios. 

O big data traz diversos impactos ao marketing. Conheça alguns deles!

1. Interpretação de dados acertada

O grande volume de dados muitas vezes prejudica sua interpretação, levando a conclusões que não representam a realidade ou que não são interessantes para determinados fins. 

Portanto, o big data visa interpretar os dados de maneira correta, para que eles sejam, de fato, uma fonte confiável para a tomada de decisões de um negócio. Com essas análises, é possível otimizar diversos processos.

2. Análises exclusivas

Uma das vantagens de usar o big data é a possibilidade de obter análises exclusivas, de acordo com suas necessidades. 

No passado, os profissionais da área só conseguiam ter uma noção geral acerca das principais necessidades do seu público. Por meio da tecnologia, é possível traçar exatamente as demandas de cada micromercado. Isso aumenta a precisão das campanhas, contribuindo para que as estratégias atinjam os resultados desejados. 

3. Melhora do ROI

O data-driven marketing possibilita que as empresas otimizem e monitorem suas campanhas para o desempenho. Desse modo, você pode reorganizar seus orçamentos no setor para obter o maior retorno sobre investimento (ROI).

É bastante difícil rastrear o ROI direto e saber como ter os melhores resultados. Entretanto, essa ferramenta ajuda a sua empresa a fazer compras de publicidade otimizadas em vários canais e a melhorar seus esforços continuamente por meio de análises, medições e testes.

4. Automação

Outro grande impacto desse recurso é a possibilidade de automatizar tarefas, algo que faz muita diferença dentro do dia a dia do marketing digital. Existem diversos processos que não necessitam de alguém para executá-los do começo ao fim, pois a tecnologia pode dar conta desses elementos. 

Você pode, por exemplo, automatizar a pesquisa e análise de informações e, até mesmo, fazer o rastreamento de palavras-chave. Isso poupa bastante tempo, que pode ser utilizado para outros processos que exigem mais atenção e planejamento. 

5. Aprimoramento das experiências do cliente

As informações obtidas também contribuem diretamente para melhorar a experiência dos clientes. Ao entender melhor o que eles precisam e como agem, é mais fácil criar produtos e serviços que atinjam suas necessidades e desejos. 

Isso envolve encontrar as opções ideais de canais de venda, marketing, suporte e distribuição, entre outros aspectos. Todos esses elementos tornarão a experiência do cliente mais satisfatória. 

Até aqui, você viu o que é o big data e como ele pode otimizar diversos processos relacionados ao marketing. O CRM da Hubspot traz diversos relatórios que podem facilitar o processo e trazer bons resultados para a sua empresa. Vale a pena investir nesses pontos para fortalecer suas estratégias. 

Este tema despertou seu interesse? Então, leia nosso artigo que explica como o data-driven marketing pode melhorar seu ROI!

Guia completo para o data-driven marketing
 GET HERE

Originalmente publicado 25/05/2021 08:00:00, atualizado Abril 22 2022

Temas:

Big Data Data-driven Marketing