O tráfego orgânico estagnado é a última coisa que você quer ver ao revisar métricas, mas é um problema que todo profissional de marketing enfrenta em algum momento.

Essas oscilações no tráfego podem vir de mudanças no setor, da forma como seu público digere o conteúdo, a quantidade (e a qualidade) do novo conteúdo que você está produzindo ou se o conteúdo antigo é mesmo relevante.

[Baixe agora] O guia definitivo para criar uma estratégia de marketing de  conteúdo

 

Muitas vezes, seu conteúdo só precisa ser atualizado e reutilizado para manter o interesse do público. Então, para inspirar suas iniciativas de reutilização, reuni abaixo alguns benefícios e exemplos. Confira aqui. 

Por que você deve reutilizar conteúdo

Um dos meus conselhos preferidos sobre marketing de conteúdo vem do fundador da Social Triggers, Derek Halpern, em um post sobre por que os blogueiros falham.

“Você não precisa criar conteúdo todos os dias. Basta trabalhar para levar o conteúdo que você já tem para mais pessoas”, explica Halpern. 

Essa é a principal ideia por trás de reutilizar conteúdo: dar uma nova roupagem a algo que você criou e deixar que ele ganhe vida própria.

Além do fato de que o trabalho pesado já está feito, veja alguns outros benefícios de reutilizar conteúdo:

Alcançar novos públicos

Quando você publica um conteúdo pela primeira vez, o desempenho pode ser mediano. No entanto, com o passar do tempo, ele pega impulso e o desempenho melhora um pouco. Quando você reutiliza o conteúdo em um novo formato e/ou atualiza, pode alcançar novos segmentos de público que, de outra forma, poderiam nunca ter acesso a ele.

<< Converta visitantes em oportunidades de vendas >>

Reforçando sua mensagem

Ao discutir os méritos de reutilizar conteúdo, Kevan Lee da Buffer aponta que a repetição é importante no marketing. A Regra dos 7 de marketing diz que os compradores precisam ouvir sua mensagem aproximadamente sete vezes antes de fecharem negócio.

Em vez de abordar um tópico uma vez e esquecê-lo na gaveta, reutilize os arquivos para transmitir a mensagem de maneira consistente para o seu público. Isso funcionará muito bem se você estiver começando com um conteúdo confiável e de alto valor. Assim é mais fácil encontrar maneiras únicas de reforçar sua mensagem.

ferramenta-gratuita

Visibilidade orgânica aprimorada

A pesquisa orgânica ainda fornece a maioria do tráfego do site. Um estudo da BrightEdge descobriu que a pesquisa orgânica tem uma participação de 51% dentre as origens de tráfego. Se essa informação estiver precisa, reutilizar conteúdo otimizado em vários formatos pode dar a você um impulso significativo em visibilidade e tráfego orgânico.

Publicar uma variedade de conteúdo dá a você mais acesso para pesquisar imóveis para consultas direcionadas. Se você publicar o conteúdo em outros sites, também poderá ter o benefício de backlinks.

Como escolher conteúdo para reutilizar

Muito provavelmente você já tem uma quantidade grande de conteúdo arquivado no seu blog. Você pode até mesmo ter muito conteúdo fora do site, por exemplo, posts convidados que podem ser aproveitados.

Em vez de se sentir assoberbado com a tarefa de analisar o conteúdo um por um para encontrar algo popular, recorra à análise. Observe métricas específicas para procurar e classificar o conteúdo que tem os melhores posts. Recomendo prestar atenção a visualizações, tempo no site e envolvimento social, mas você também pode simplificar o processo classificando conteúdo com base no número total de visualizações e como foi o declínio ao longo do tempo.

Para classificar conteúdo interno e externo, também tentei incluir fatores como a quantidade de envolvimento dos posts e a quantidade de compartilhamentos.

Tenha isso em mente ao classificar: não se baseie apenas em popularidade. Um post pode ter menos envolvimento ou tráfego do que seu primeiro conteúdo, mas se ele puder ser atualizado com dados de valor ou aproveitado de novas tendências para aprimorar a visibilidade, será a escolha certa.

Doze exemplos de reutilização estratégica de conteúdo

1) O livro Epic Content Marketing de Joe Pulizzi

Em 2013, o fundador do Content Marketing Institute, Joe Pulizzi, decidiu publicar outro livro, Epic Content Marketing, mas tinha dificuldade em encontrar tempo para escrevê-lo.

Ele precisava de 25 capítulos de cerca de 2 mil palavras cada para concluir o livro. Toda semana, ele produzia conteúdo relevante para os capítulos do livro para o LinkedIn e o blog na Content Marketing Institute. Com a aproximação do prazo, Joe conseguiu utilizar esses posts de blog para atender a todas as suas obrigações de conteúdo, incluindo o livro novo.

2) Jay Baer: Vídeos curtos em várias peças

Jay Baer, fundador da Convince and Convert, cria vídeos informativos de três minutos sobre uma variedade de tópicos, de negócios a mídias sociais. Com o objetivo de maximizar o alcance do conteúdo, sua equipe reutiliza o conteúdo em vídeo em uma variedade de formatos e peças para publicar no site. Dentre eles:

  • Podcasts de áudio no iTunes
  • Conteúdo do blog para o site da Convince and Convert
  • Conteúdo de blog para o site da Jay Today
  • Posts do Pulse no LinkedIn
  • Posts no Medium
  • Promoções em vários canais sociais

3) Copyblogger: Aproveitando apresentações de slides

A equipe da Copyblogger é conhecida pelo conteúdo de alta qualidade que produz sobre redação, marketing de conteúdo e envolvimento de público por meio do poder da palavra. Eles também estão bem familiarizados com o poder de reutilizar conteúdo. Um post de blog, A jornada em 3 etapas de um conteúdo impressionante foi transformado em um SlideShare.

A apresentação no SlideShare rendeu mais de 38 mil visualizações até o momento.

4) Ben Hardy/Goinswriter: Expandindo para novas plataformas

Ben começou o blog em maio de 2015 com a meta de expandir seu público. Ele sabia que ter um grande público leitor o ajudaria a chamar a atenção de uma editora tradicional, então começou a postar no próprio blog e reutilizou esse conteúdo no Medium.

Alguns conteúdos viralizaram no Medium, gerando um aumento enorme de tráfego para o site. Ele adicionou uma call to action para seus artigos no Medium para as pessoas se inscreverem e assinarem o blog e, em 6 meses, aumentou a lista de assinantes de zero para 20 mil.

5) Videofruit: Reutilizar conteúdo para criar um novo produto

Lançar um novo produto pode ser um desafio e criar um produto totalmente novo é ainda mais difícil. Mas Bryan Harris simplificou o lançamento de novos produtos com marketing de conteúdo.

Buscando conteúdo de seus posts mais populares, ele conseguiu compilar dados que revelavam as necessidades e os interesses de seus seguidores para desenvolver um novo produto que eles teriam mais probabilidade de comprar. O resultado: ele conseguiu US$ 10.000 apenas 24 horas depois do lançamento.

6) Internet Business Mastery: Criando blogs de áudio para aumentar os downloads

Jeremy e Jason apresentavam o podcast da Internet Business Mastery, mas eles também mantinham blogs individuais. Eles decidiram realizar um experimento onde liam e gravavam os posts mais populares e faziam upload para o podcast. Esses blogs de áudio tinham de 60 a 100% mais downloads do que os podcasts de destaque. 

7) ProBlogger: De blog para e-book

Darren Rowse, fundador da ProBlogger, recebia muito feedback positivo sobre sua série “31 dias para criar um blog melhor”. Para simplificar o conteúdo e monetizá-lo, Rowse transformou a série em um e-book e começou a vendê-lo por US$ 29,99. Mesmo anos depois do lançamento, o livro ainda está disponível e ele é adquirido e usado como material em cursos on-line.

8) Matthew Woodward: Conquistando assinantes com o LinkedIn

Em 2015, o profissional de SEO Matthew Woodward começou a usar o LinkedIn como uma plataforma de publicação para expandir o alcance de público. Sua estratégia era reutilizar conteúdo que tinha sido divulgado anteriormente e criar artigos de acompanhamento para seu conteúdo popular. Com a reciclagem de alguns de seus posts populares, ele rapidamente conseguiu mais de 300 novos assinantes em uma taxa de conversão de 76,15%.

9) Matthew Barby: Para a capa do BuzzFeed

Matthew Barby, diretor de crescimento da HubSpot, conseguiu chegar à página de capa do BuzzFeed não apenas uma vez, mas duas. Em vez de criar conteúdo novo, ele reutilizou conteúdo em uma lista que apresentava receitas vegetarianas de alto valor proteico. Com um pequeno impulso social pago, ele atraiu a atenção de editores e conseguiu mais de 140.000 exibições.

10) Backlinko: Expandindo o tráfego orgânico

Brian Dean da Backlinko recebeu um ótimo estudo de caso de um usuário, mas, em vez de promovê-lo sozinho, ele o adicionou a um post mais antigo e promoveu esse conteúdo atualizado para seus seguidores e assinantes de mídias sociais. Com uma atualização simples e uma promoção rápida, esse post antigo teve um aumento de 111,37% em tráfego orgânico.

11) Moz: Whiteboard Fridays

A equipe da Moz sempre cria vídeos da Whiteboard Friday para oferecer demonstração visual e envolvimento a seu público. Esses vídeos são distribuídos individualmente, mas também são transformados em posts de blog com transcrições. Essa é uma receita perfeita para a otimização e o tráfego orgânico.

12) Buffer: O desafio de “não ter conteúdo novo”

A equipe da Buffer realizou um experimento rápido em 2015 para ver o que poderia acontecer se eles parassem de produzir conteúdo novo e apenas reutilizasse/atualizasse o conteúdo existente. Essa estratégia envolvia a reutilização de duas a três peças novas toda semana durante um mês. No final do experimento, o tráfego de pesquisa orgânica cresceu mais de 4%. Novas apresentações do SlideShare renderam quase 200.000 exibições e um post do Medium teve 2.888 exibições, o que o colocou nas primeiras 20 posições por um dia.

Escreva menos, promova mais

Reutilizar conteúdo gera muitos benefícios e é uma maneira fácil de suprir a necessidade de criar conteúdo porque a maior parte do trabalho já foi feita.

Examine seus dados, descubra o conteúdo de melhor desempenho e o transforme em algo novo que aumentará seu tráfego orgânico e seus leads. Siga os exemplos de todos os casos de sucesso que listei aqui: é muito mais fácil do que você imagina.

Artigo originalmente escrito em inglês por Aaron Aigus para HubSpot.

planejando-marketing-conteudo
 marketing de conteúdo

Originalmente publicado 24/05/2018 08:00:00, atualizado Junho 08 2022

Temas:

Marketing de Conteúdo