Se uma imagem vale mais que mil palavras, uma imagem impressionante do produto vale mais que mil visitas ao site.

Não tenho dados para respaldar essa afirmação (ainda). No entanto, a fotografia do produto pode ser muito valiosa para a estratégia do seu site de comércio eletrônico.

Segundo a Trellis, 51% dos americanos com acesso à Internet preferem comprar on-line, e esse segmento de compradores tende a continuar crescendo. Mas isso também significa que 49% dos americanos ainda podem se sentir mais confortáveis comprando certas coisas na loja, onde podem ver, tocar e demonstrar o produto antes de abrir a carteira.

A conveniência do comércio eletrônico não é decisiva para todos os clientes; poder procurar mercadorias no sofá da sala é apenas uma parte do que faz uma loja na Internet ser bem-sucedida. Para alcançar os 51% das pessoas que preferem comprar on-line, você também precisa apresentar ao seu público fotos claras e atraentes de seus produtos, ou é provável que esses visitantes não confiem em suas ofertas, confiança que eles podem ter entrando em uma loja e vendo o item pessoalmente.

Mas fazer uma fotografia do produto não é simplesmente apontar e apertar um botão. Até os produtos mais básicos precisam do equipamento, iluminação e espaço corretos para produzir belas imagens que atrairão consumidores logo na página de compra.

Não se preocupe: sua lista de compras não é tão grande quanto você imagina. Você já tem alguns dos itens!

Aqui está uma lista fácil de dicas e ferramentas para você começar, além de exemplos reais de fotos de produtos que ilustram esse conselho.

Seis dicas de fotografia de produto (com exemplos) para tirar fotos que vendem

1. Não tenha medo de usar a câmera do seu smartphone

Esta é a parte em que eu deveria convencer você a investir em uma câmera sofisticada, de 50 megapixels (MP), com uma lente acoplada de 100 milímetros. Mas eu não vou fazer isso. Se você já possui uma câmera que se encaixa nessa descrição, aproveite-a. Mas para muitos tipos de produtos, é totalmente aceitável tirar fotos com um smartphone.

Alguns dos primeiros smartphones tinham câmeras que operavam com menos de 4 megapixels, o que dificultava a captura de elementos visuais importantes de produtos onde cada detalhe conta.

Mas os smartphones mais novos têm lentes de 12 MP e 13 MP, além de inúmeras configurações de "temperatura" para otimizar suas fotos para os diferentes tipos de iluminação com os quais você pode fotografar (falaremos mais sobre iluminação num instante).

Aqui está uma foto do produto que (você não vai acreditar) foi tirada com apenas um iPhone 4s e um posicionamento inteligente da luminária de mesa:

Foto de produto de um relógio tirada com um iPhone 4sImagem de Andrew Griswold

2. Use um tripé para fotografar com uniformidade

Antes de falar sobre tripés, sou obrigado a começar com uma regra fundamental: não apoie o telefone em algo duro para apontar a lente para o objeto. Nessa configuração improvisada, é muito fácil o smartphone deslizar durante a captura e causar inconsistências na aparência das suas fotos. Se você apoiar a câmera, digamos, sobre uma pilha de livros, confira se esse arranjo não muda no decorrer da sessão de captura de fotos.

Não há mal nenhum em segurar a câmera você mesmo ao tirar apenas algumas fotos de produtos para o seu site de comércio eletrônico. Porém, à medida que sua empresa for crescendo e você for tirando mais fotos, pode ser difícil padronizar a orientação do produto em cada foto ao fotografar segurando a câmera com a mão.

Para assegurar a uniformidade entre seus produtos, você precisará de um tripé. E, felizmente, comprar um nem sempre é o grande investimento como era antes. Sugiro esses dois tipos de tripés e um acessório útil para fotografar com um smartphone:

Tradicional x flexível

Tripé tradicionalTripé flexível em miniatura com pernas dobráveisImages da AmazonBasics | Sunpak

O de cima é um tripé tradicional extensível e o de baixo é um mais curto, porém flexível, com pernas que você pode dobrar para atingir o ângulo de câmera desejado.

(Não dá para saber pelas duas fotos, mas o segundo tem aproximadamente 30 centímetros de altura, consideravelmente mais baixo que um tripé tradicional, que pode se estender até mais de um metro e meio de altura.)

Suporte para smartphone

Você notará um parafuso na parte superior dos dois produtos. A sua câmera é aparafusada nele, o que a mantém no lugar quando você está fotografando com o tripé. A maioria das câmeras profissionais tem um orifício na parte inferior para esse fim, mas os smartphones podem usar este adaptador:

Suporte para prender o smartphone no tripéImagem da Vastar

O suporte prende as laterais do seu smartphone e pode ser aparafusado em qualquer tipo de tripé, permitindo que você opere os controles da câmera com a tela do telefone voltada para fora e na sua direção. Depois de determinar de qual tripé você vai precisar, coloque-o na frente do produto e cole três pedaços de fita adesiva no chão para marcar onde cada perna do tripé vai se posicionar no decorrer da sessão de fotografia.

3. Luz natural x luz artificial: escolha uma opção

Nunca subestime como certos tipos de luz podem melhorar (ou dificultar) a fotografia do seu produto. Lembre-se de que os compradores têm a melhor visão de um item pessoalmente, quando podem ver tudo o que precisam antes de comprar. O arranjo de iluminação correto ajuda a revelar aqueles recursos do produto cruciais para a tomada de decisões quando os visitantes do site têm apenas uma foto para continuar.

Uma única configuração de iluminação pode não funcionar para todos os produtos: um arranjo de iluminação que funciona para alguns produtos pode piorar a aparência de outros. Existem dois tipos de luz que você pode escolher como sua iluminação principal:

Luz natural

A luz natural é a luz solar. Simples assim. Também é conhecida como "luz difusa" porque o sol lança uma faixa de luz maior e mais difusa do que, por exemplo, uma lâmpada iluminando o produto diretamente. As fotos de produtos para comércio eletrônico vão bem com luz natural se:

  • O produto é fotografado em ambiente externo ou é feito para ser usado em ambientes externos.
  • O produto é usado ou fotografado com uma pessoa (a aparência das pessoas tende a ficar melhor com luz natural).
  • Você está tentando enfatizar o ambiente em vez de atributos específicos do produto.

Veja abaixo uma foto de produto atraente tirada com luz natural. O sol que vem da esquerda ilumina a bolsa perfeitamente, enquanto lança uma sombra suave nas pernas do homem que a carrega para enfatizar o produto.

Foto de produto de uma bolsa tirada com luz naturalImagem da WP Standard

Luz artificial

A luz artificial inclui velas, fogo e, mais comumente, lâmpadas. É também chamada de "luz dura" porque produz uma superfície de luz menor, porém mais focada. Esse tipo de luz é ideal para produtos com detalhes físicos que precisam ser destacados para impressionar um comprador on-line.

Esta é uma foto de produto atraente tirada com luz artificial, onde a textura e o design do mostrador do relógio são seus principais atrativos de venda.

Foto de produto de um relógio tirada com luz artificialImagem da Modahaus

Como regra geral, você deve se ater a apenas um tipo de luz por foto: natural ou artificial. A adição de luz natural a uma foto com iluminação artificial pode suavizar um produto que tinha de ter aparência mais nítida, e a adição de luz artificial a uma foto com iluminação natural pode deixar mais nítida a aparência de um produto que era para ser mais suave. Tem de ser um ou outro.

4. Preencha ou reflita a luz para suavizar sombras

Independentemente de você usar luz natural ou artificial, será necessário diminuir as sombras que qualquer luz dura em potencial projeta no lado oposto de um produto. Existem três formas de fazer isso:

Luz de preenchimento

Inclua outra fonte de luz menos intensa para complementar sua luz principal. Essa luz adicional é chamada de luz de preenchimento e é usada como um contraponto para suavizar a sombra natural que a luz principal produz atrás de um objeto. Para fazer isso, coloque a luz de preenchimento oposta à luz principal para que o produto fique entre as duas fontes de luz.

Refletor para flash

Um refletor ou rebatedor é uma pequena placa que "reflete" ou "rebate" a luz principal de volta à superfície abaixo do produto para reduzir as sombras.

Alguns refletores são fixados no flash de uma lente de câmera profissional para difundir a luz do flash da câmera. Esse refletor lança uma luz mais difusa sobre o objeto de cima do seu aparelho, em vez de direto nele, para que você não tenha longas sombras atrás do objeto que está fotografando. Veja duas versões desse item abaixo; as telas branca (esquerda) e prateada (direita) podem difundir o flash.

Dois refletores fixados no flash da câmera para difundir a luz duraImagem da Andoer

Rebatedor separado

Se você estiver fotografando com um smartphone, não poderá usar um refletor para flash, já que não há um flash físico no qual você possa fixá-lo. Em vez disso, posicione seu rebatedor separado de frente para sua fonte de luz principal. Para iniciantes em fotografia de produtos, esse rebatedor pode substituir com eficácia a luz de preenchimento, que faz um contraponto com a luz dura do flash da câmera ou da lâmpada voltada para a frente do produto.

Veja um rebatedor separado abaixo, posicionado atrás do cavalo em miniatura:

Rebatedor separado posicionado atrás de um cavalo em miniatura para fotografar o produto com luz difusaImagem da Photojojo

Independentemente do tipo de contraluz que você usar, seu objetivo é reduzir a sombra e ainda destacar as qualidades do seu produto que o tornam valioso para os visitantes do site. Se a fotografia for feita com a iluminação correta, você verá uma enorme diferença:

Comparação lado a lado de lâmpadas com sombra de luz dura e luz difusaImagem da GetMeAShop

5. Use um fundo infinito ou modo retrato para enfatizar o produto

Não existe uma maneira correta de posicionar seu produto, luzes e rebatedores: eles podem mudar drasticamente dependendo do fundo fotográfico. Mas não escolha um fundo com base no que é mais fácil de criar. Os fundos fotográficos devem se parecer com a forma como você quer que seus compradores percebam seu produto ao visualizá-lo on-line.

Considere primeiro se você quer um fundo branco ou um fundo mais dinâmico, do mundo real. Existe uma maneira fácil de conseguir cada um deles.

Fundo fotográfico branco: fundo infinito

Montar um fundo fotográfico branco não é simplesmente colocar uma mesa encostada em um drywall branco. Até as câmeras dos smartphones podem captar em uma parede branca pequenas manchas que você não notaria a olho nu. Para capturar um fundo branco perfeito, sem cantos ou manchas, use um fundo infinito.

Foto de produto com fundo infinito branco atrás de um cupcake

Um fundo infinito pode ser uma grande folha de papel dobrável, cuja parte inferior atua como a superfície abaixo do produto e se curva formando uma parede branca atrás do produto. Na câmera, a curva do fundo infinito é invisível, enfatizando os principais detalhes do produto e permitindo que o item capte toda a atenção do visitante do site. Aqui está uma comparação lado a lado, mostrando por que o fundo infinito é importante:

Comparação lado a lado de um cupcake com e sem fundo infinito brancoImagens de Taylor Mathis

Fundo do mundo real: modo retrato

Fundos dinâmicos do mundo real são muito atraentes para fotografar produtos que tenham um uso específico ou que estejam sendo modelados por uma pessoa, como você viu na foto da bolsa, anteriormente neste guia. Mas é fácil um fundo do mundo real roubar o foco da foto, não deixando claro qual item da foto você está vendendo.

Dê profundidade e ênfase ao seu produto com o modo retrato, uma configuração de imagem existente na maioria das câmeras profissionais e também disponível em muitos smartphones novos. Essa configuração desfoca o plano de fundo para que o contexto do produto seja claro, mas não concorra com o produto.

Veja abaixo uma foto incrível de uma caneta da HubSpot tirada no modo retrato com um smartphone Google Pixel 2 (eu mesmo tirei essa foto). Você pode dizer que a caneta está em uma mesa com um computador atrás dela, mas a caneta ainda é o ponto focal de quem vê:

Foto de produto de uma caneta da HubSpot tirada em modo retrato com um smartphone Google Pixel 2

"A foto é incrível, Braden. Também quero ter minha própria caneta da HubSpot agora mesmo." Compre a sua aqui!

6. Fotografe uma variedade de imagens

Minha última dica de fotografia para comércio eletrônico para você é não parar em uma foto por produto. Assim como seus clientes olham, seguram, usam e até experimentam mercadorias em uma loja, seu site deve capturar uma variedade de imagens para simular essa mesma experiência.

Se você estiver fotografando roupas, por exemplo, capture a peça sozinha, ou seja, colocada sobre uma superfície branca, mas também em um manequim cuja cor contraste com a cor do produto. Em seguida, tire fotos adicionais com uma pessoa vestindo a peça de roupa, o que lhe permite tirar fotos do produto com a pessoa em diferentes poses e ângulos.

Não se sinta obrigado a investir em todas as dicas e equipamentos de uma só vez. Aplique essas dicas de fotografia de produtos gradualmente para ver o que torna sua loja mais apresentável e mude sua abordagem à medida que suas fotos forem melhorando.

imagens-gratis

Originalmente publicado 16/out/2019 9:30:00, atualizado Outubro 16 2019