gestao-de-pessoas

A gestão de pessoas assumiu contornos muito diferentes dos praticados no passado. Durante anos, funcionou a máxima do “eu mando porque posso e você me obedece porque tem juízo”.

Hoje é preciso criar um ambiente favorável para que a produtividade seja cada vez maior e melhor. E esse é o grande desafio daqueles profissionais que possuem cargos de liderança: estimular o espírito de equipe e uma boa relação com seus subordinados. Muitas vezes sem ter o devido preparo para fazê-lo.

Mesmo atualmente, ainda existem empresas cujos executivos tratam pessoas inteligentes como um simples número na planilha de custos.

Portanto, a gestão de pessoas não deve ser tarefa de um RH, mas sim do líder da equipe.

E que fique bem claro a diferença entre um líder e um chefe.

vdb-trabalhar-ate-morrer-ou-morrer-de-trabalhar-28

Um verdadeiro líder é aquele que conduz pessoas e as inspira. Ele precisa motivar sua equipe, mostrando a direção que devem seguir e, mais importante, ir junto.

Ele procura trazer o melhor de cada um à tona e valoriza as habilidades dos indivíduos, respeitando suas dificuldades e trabalhando junto com a pessoa para ajudá-la a superá-las.

O líder se responsabiliza junto com sua equipe quando algo não dá certo e divide a glória quando o objetivo é alcançado.

Problemas na gestão de pessoas

vdb-trabalhar-ate-morrer-ou-morrer-de-trabalhar-28

A grande maioria das pessoas já teve (ou tem) um chefe ruim na vida.

E se você se identificou com a frase acima é porque realmente o vê como chefe, não como líder.

Isso acontece porque existe um grave problema na gestão de pessoas em diversas empresas.

Os principais problemas são:

  1. Não reconhecer um trabalho bem feito: Todos nós adoramos elogios, principalmente, se fizermos um bom trabalho. Porém, a maioria dos chefes olham apenas defeitos e erros. Líderes olham ambos, mas lembram de valorizar um ótimo trabalho e de fazer a pessoa se sentir verdadeiramente importante.
  2. Não dar direções claras para um projeto ou tarefa: O fator “bola de cristal” é comum em empresas onde nem mesmo o executivo sabe onde quer chegar.
  3. Não ter tempo suficiente para se encontrar/conversar com o time: A equipe é o valor mais importante de uma empresa. Não ter tempo suficiente para falar com ela é negar seu ativo mais precioso.
  4. Não dar feedbacks: Seguindo o problema de comunicação, quando o chefe não oferece um retorno sobre uma ideia ou uma pergunta, ele trata a conversa como via de mão única na empresa.
  5. Tomar crédito pela ideia de outras pessoas: Essa dói. Quando alguém tem uma excelente ideia, o chefe não apenas se faz de indiferente como a utiliza futuramente se apropriando como o “dono” daquela ideia.
  6. Não lembrar do nome dos funcionários: Dale Carnegie já disse em “Como fazer amigos e influenciar pessoas” que o nome de uma pessoa é para ela o som mais doce e importante de qualquer linguagem.
  7. Não aceitar ideias / não escutar: Chefes que acreditam ser superiores não dão a devida atenção a funcionários subordinados. Líderes, por outro lado, entendem que grandes ideias não dependem de hierarquias ou posição na empresa.
  8. Favorecer empregados específicos: Eles promovem a inveja e competição desnecessariamente entre pessoas da equipe. Elegem favoritos o tempo todo, desmotivando pessoas que não estão no “gosto pessoal do chefe”.
  9. Procrastinação: A incapacidade de tomar decisões, sejam elas simples ou complexas, pode travar seu time, retardando o avanço da empresa. Típico caso em que o líder é o gargalo da empresa.
  10. Somente reclamam: Alguns chefes acreditam que apenas reclamar trará a solução mágica para resolver os problemas da empresa. Eles não sugerem, não criam e não conversam. Apenas reclamam com seus funcionários na esperança deles acharem mais rápido a solução.

Gestão Estratégica de Pessoas

vdb-trabalhar-ate-morrer-ou-morrer-de-trabalhar-28

A gestão estratégica de pessoas é muito importante para que o comandante da equipe seja visto como um líder, não um chefe.

Cometendo os erros citados acima, você será um chefe odiado. Porém, seguindo algumas dicas abaixo, você aumentará as chances de se tornar um líder admirado por sua equipe.

Como grandes líderes desenvolvem e motivam uma equipe de alta perfomance

vdb-trabalhar-ate-morrer-ou-morrer-de-trabalhar-28

  • Liste as atividades que cada um na sua equipe está desenvolvendo.
  • Analise como as habilidades que cada um possui estão sendo bem utilizadas. Ou seja, verifique se as pessoas estão fazendo o que sabem, ou se alguma habilidade está sendo desperdiçada, por exemplo. O mesmo vale para funções que exigem habilidades que as pessoas não possuem.
  • Verifique quais são os desafios apresentados a cada um no time. Esses desafios fazem sentido? Estão muito acima do que a pessoa consegue entregar? Ou talvez são muito fáceis?
  • Tenha pessoas usando suas habilidades máximas em desafios máximos. Imagine o melhor jogador disputando a final ou o artista desenvolvendo sua obra-prima. Esse é o espírito que você quer trazer para a sua equipe!
  • Conte boas histórias: Um líder bem sucedido é também um bom contador de histórias, pois ele precisa se comunicar e ser compreendido rapidamente, além de ter bons argumentos para convencer uma audiência.
  • Entenda as motivações individuais: Encontre maneiras de conversar com a individualidade de cada um da sua equipe e os motive dessa forma.
  • Pense no futuro (e pense grande): Uma visão clara para o futuro é a melhor forma de você traçar o caminho que sua empresa e sua equipe precisam traçar para chegar nesse objetivo.
  • Reconheça as boas atitudes: Grandes líderes costumam demonstrar respeito e admiração pelos trabalhos de suas equipes.
  • Apresente desafios: As pessoas não desenvolvem novos talentos se continuam fazendo a mesma coisa de sempre. Estimule novas habilidades ao apresentar tarefas desafiadoras.
  • Encoraje soluções criativas (fora do padrão): Por vezes, dar a liberdade para que a sua equipe escolha o seu próprio jeito de resolver pequenos problemas é a melhor forma de mantê-la motivada.

CONCLUINDO…

Pessoas são o motor de uma empresa. Sem talentos nenhuma organização atinge o grau máximo de excelência.

Por esse motivo a gestão eficiente de pessoas se faz tão importante.

As 10 soluções nesse artigo resumem muito bem o que tem funcionado, inclusive, para o gerenciamento da equipe do Viver de Blog, que agora tem uma equipe com 15 pessoas dedicadas e mais 6 pessoas em projetos/consultorias.

Estamos investindo forte em pessoas brilhantes para que nosso poder de transformação seja infinitamente maior.

Esse é nosso comprometimento com você em 2016.

  • Mais conteúdo
  • Mais profissionalismo
  • Mais qualidade

Estamos no início dessa jornada.

Uma jornada em busca de uma melhor qualidade de vida no trabalho.

Uma jornada em busca de ser melhor 1% todos os dias.

Uma jornada em busca de um legado memorável.

Se você gostou dessas sugestões, leia este artigo para saber mais sobre a importância da Qualidade de Vida no Trabalho e onde a gestão de pessoas dá sua contribuição.

customer-success-reter-clientes-guia

Originalmente publicado 11/02/2016 09:43:09, atualizado Fevereiro 01 2017

Temas:

Desenvolvimento Profissional