Em busca das melhores estratégias de e-mail marketing para usar no seu negócio? Bem, então você chegou ao lugar certo!

Baixe nosso e-book e veja como criar mensagens personalizadas para seus clientes

A comunicação via e-mail está com tudo e é uma ótima forma de estreitar o relacionamento com os leads, aumentar taxa de conversão e elevar as vendas do negócio. Essa prática, inclusive, acaba sendo mais eficiente que publicações em redes sociais, pois não nos deixa tão dependentes dos algoritmos para que a mensagem chegue ao público.

Além do mais, o formato é flexível, permitindo que ajustemos o conteúdo aos nossos objetivos e ao perfil da persona.

Sendo assim, continue a leitura e veja as estratégias de e-mail marketing que separamos!

Agora, vamos descobrir algumas das melhores estratégias para criar e-mails engajadores? Confira!

1. Abandono de carrinho

Segundo pesquisa feita pela Neoatlas, em 2018, o e-commerce brasileiro tem por volta de 82,3% de carrinhos abandonados. Esse é um dos maiores pesadelos dos lojistas, pois demonstra que, apesar do sucesso na atração e no tráfego (e algum dinheiro gasto), não houve a finalização da compra.

Esse tipo de e-mail tem a finalidade, então, de lembrar a pessoa sobre seus produtos deixados para trás e tentar reengajá-la no processo de aquisição. Nesse caso, a mensagem precisa citar o nome da loja e comentar o motivo do contato: o carrinho abandonado.

Mostrar foto do produto e usar gatilhos mentais, a exemplo do senso de urgência, são boas estratégias de conseguir mais êxito. Enviar um cupom de desconto também costuma funcionar. Ah! E não se se esqueça do botão da CTA, que levará a pessoa diretamente à página do checkout!

2. Ofertas personalizadas

Em ofertas personalizadas, a ideia é mostrar ao destinatário alguns serviços ou produtos que tenham a possibilidade de gerar interesse na compra.

Dependendo do segmento da empresa, vale criar listas customizadas, de acordo com o perfil do consumidor, como gênero, estilo e idade. Por exemplo, um grande e-commerce de roupas pode enviar promoções de peças femininas separadas das masculinas.

Uma dica: ao inscrever os leads nas listas, formule um pequeno questionário, perguntando algumas preferências, e elabore as perguntas de acordo com o que a loja pode oferecer.

3. Pesquisas de satisfação

A métrica NPS (Net Promoter Score) é uma das mais famosas para mensurar o nível de satisfação dos consumidores. Por meio da clássica pergunta: “de 0 a 10, qual a probabilidade de você recomendar nossa empresa a um amigo?”, é possível ter um feedback sobre como as pessoas têm percebido suas ações.

Uma boa ideia, ainda, é deixar um campo em branco, pois o consumidor pode dar uma resposta subjetiva, justificando sua nota. Depois disso, com os resultados em mãos, podemos planejar mais melhorias.

Como vivemos todos em uma grande correria, nem sempre quem recebe esse tipo de pergunta tem paciência em reservar dois minutinhos do tempo. Então, nossa sugestão é praticar a reciprocidade: se a pessoa responde, ganha algum desconto ou concorre a um prêmio. Que tal?

4. Conteúdos relevantes

Quem trabalha com Inbound Marketing já deve estar cansado de ouvir que criar conteúdos — escritos, em vídeo ou em áudio — é uma excelente forma de atrair leads. Só que, por mais que invistamos em ótimas técnicas de SEO, nem sempre os resultados chegam tão rápido, não é mesmo?

Por isso, uma das melhores estratégias de e-mail marketing é a newsletter. Nela, encaminhamos aos inscritos na lista as últimas atualizações realizadas no blog da empresa, por exemplo.

Quer um macete para aumentar o engajamento? No e-mail, aposte em assuntos instigantes e prefira mensagens curtas, mas que, ao mesmo tempo, gerem aquela curiosidade em clicar no link do artigo e ler todo o conteúdo.

5. Materiais ricos

Materiais ricos são aqueles conteúdos nos quais investimos um pouco mais em sua produção, como ebooks e webinares. A estratégia mais utilizada aqui é a de fluxo de nutrição e ter esse material como início de contato com o lead.

Para isso, podemos começar com uma landing page atrativa e um pequeno formulário, que peça o endereço eletrônico. A partir daí, criamos um fluxo com uma quantidade de e-mails a serem disparados.

A ideia é, a partir daquilo que levantou o interessante do lead, enviar conteúdos relacionados ao tema. O objetivo é encaminhá-lo na jornada de compras, fazendo com que chegue à última etapa, na qual apresentamos um ótimo produto ou serviço.

6. Novidades

Quem não curte uma novidade? Nesse tipo de e-mail marketing, a finalidade é manter o lead engajado no relacionamento com a marca. Podemos colocar em prática várias ações diferentes, a depender do segmento da empresa.

Por exemplo, podemos apresentar um produto novo do e-commerce ou, até, comentar sobre uma notícia interessante da mídia, relacionada ao tema de um serviço oferecido por nós. Resumindo: essa é uma espécie de newsletter, mas com um tom de boas novas.

7. Comemorações sazonais

Aniversário, Natal, Dia dos Namorados, Dia do Rock, Dia do Estudante. Existem vários motivos para criar uma comemoração especial, ajudar a reforçar a relação com o consumidor e incentivar uma compra.

Uma das práticas mais utilizadas é enviar cupons de descontos válidos por um tempo. Para ter sucesso nessa tática, nossa sugestão é ressaltar o limite temporário. Mostrar, no corpo do e-mail, os produtos ou serviços do interesse do lead também ajuda a aumentar a vontade na aquisição.

Quais as ferramentas ideais para criar estratégias de e-mail marketing?

Desenhar boas estratégias é importante, mas também vale apostar na ajuda da tecnologia. Com boas ferramentas, conseguimos acompanhar cada ação implementada e verificar se elas têm dado resultados. Separamos as seguintes!

Disparador de e-mail

Essa ferramenta de e-mail marketing automatiza o serviço, permitindo segmentar as listas e escolher os dias e os horários do envio. Algumas vêm com template, o que facilita a estruturação das mensagens. Um exemplo é a MailChimp, cujo plano gratuito permite até 12.000 disparos a 2.000 leads por mês. A da HubSpot também tem a versão free e disponibiliza diversos recursos.

CRM

Uma ferramenta CRM é bastante relevante para avaliar dados importantes da persona e mapear a jornada do cliente. Ela também permite acompanhar as atividades dos e-mails, podendo dizer, por exemplo, quantas aberturas tiveram e quantas pessoas tomaram a ação desejada.

Analytics

Ferramentas de Analytics podem medir, coletar e produzir relatórios de dados, o que nos ajuda a tomar decisões mais acertadas. Elas nos mostram, por exemplo, quantas visualizações uma página recebeu e quanto tempo os visitantes permaneceram nela, sendo, assim, uma ótima forma de complementar a análise das ações.

Bem, listamos aqui 7 boas estratégias de e-mail marketing para você praticar. Não se esqueça de acompanhar os resultados, pois isso também faz parte do planejamento. É a partir disso que entendemos o que precisa ser otimizado para a conversão aumentar, combinado?

Como você demonstrou interesse neste conteúdo, separamos uma sugestão que provavelmente você vai gostar: tenha um gerador de assinatura e deixe seus e-mails ainda mais cativantes!

Como criar mensagens perfeitas para clientes em qualquer época do ano
 Como criar mensagens perfeitas para clientes em qualquer época do ano

Originalmente publicado 26/01/2022 04:00:00, atualizado Janeiro 26 2022

Temas:

E-mail Marketing