A frase “conteúdo é rei” virou lema da maioria de empreendedores online. Entretanto, há muitos que partem do princípio “quanto mais conteúdo, melhor”. Por isso, investem na criação de conteúdo até se cansar e se desiludir do poder dessa estratégia, sem ver resultado algum.

Isso acontece porque o segredo não é a quantidade, mas o planejamento, a relevância, a consistência e o foco no resultado. Afinal, aqueles que se preocupam apenas em produzir conteúdos em escala podem deixar a qualidade em segundo plano. Com isso, correm o risco de perder oportunidades de vendas e, ainda, ter uma imagem negativa no mercado.

Ebook Grátis

Uma introdução à geração de leads

Conte-nos um pouco sobre você para acessar o conteúdo

Neste artigo, apresentaremos alguns segredos da criação de conteúdo para que você tenha sucesso na sua estratégia. Tem curiosidade para saber mais sobre o assunto? Então, é só continuar a leitura!

Segredo 1: Planejamento

O principal objetivo da criação de conteúdo sempre é geração de leads e conversão, independentemente do tipo e tamanho do seu negócio. O principal erro nessa etapa é pensar que “conversão” e “venda” são sinônimos.

Na verdade, existem muitos tipos de conversões. Antes de começar a criar conteúdo, você deve fazer uma análise detalhada do mercado para obter algumas informações essenciais. Conheça as principais!

O perfil desejado do seu lead

No primeiro passo, você tem que saber quem é o seu público. Além disso, você deve:

  • entender bem o seu comprador potencial, estudá-lo e analisá-lo;
  • conhecer quais são as suas dificuldades e os seus problemas;
  • identificar o que você pode oferecer para eles e como pode ajudá-los.

É com base nessas informações que você consegue desenvolver um conteúdo que desperte o interesse da sua audiência e que apresente resultados positivos em relação à taxa de conversão.

Alguns empreendedores fazem exatamente o oposto: criam conteúdo e ficam sentados, esperando o aumento da conversão, sem ao menos saber se estão atendendo a algum tipo de necessidade ou trazendo alguma solução que o cliente não conhece.  

O segredo não é só demonstrar que você entende as necessidades do cliente. Também é preciso convencê-lo de que a sua empresa tem a solução para essas necessidades e problemas. Para isso, primeiramente, você deve apresentar conteúdos relevantes para essas dores e, apenas na sequência, seguir com a sua oferta.

O ciclo de vida do seu lead

É importante olhar para o seu funil de marketing e vendas e refletir para quais etapas dele você quer gerar conversões nesse momento. Para isso, não tenha pressa. Avalie todos os aspectos em detalhes para identificar e corrigir lacunas. Dessa forma, é possível otimizar o processo e alcançar melhores resultados.

O tipo da conversão desejado

Você pode querer que o seu lead assine a sua newsletter, curta a sua página no Facebook, leia um artigo ou faça uma compra. Dependendo dos seus objetivos, você pode trabalhar tipos de conversões distintas em estágios de ciclo de vida de um lead diferentes.

Uma vez que você definiu o perfil desejado, o ciclo de vida de um lead e o tipo da conversão, é possível definir os conteúdos para fazer aquela tão desejada conversão. O primeiro passo para criar o conteúdo relevante para o seu cliente ideal é analisar o comportamento dele na Internet. Para isso, tente responder a perguntas como as que listamos abaixo:

  • Quais são os interesses dele?
  • Quais redes sociais ele usa e em quais horários mais acessa cada uma?
  • Quais tipos de conteúdo prefere?
  • Quais palavras-chave escolhe para pesquisar os seus produtos?

Existem várias ferramentas, como o Google Analytics e o SEMrush, que podem ajudar a descobrir quais palavras-chave são usadas para realizar uma busca e quais não devem ser utilizadas. Ao fazer essa pesquisa, tenha atenção às palavras-chave relacionadas, procure termos de cauda longa e aposte nas opções para busca semântica, certo?

Pense em todos os termos que o seu cliente potencial pode usar para falar das dificuldades, problemas e dúvidas dele. Dessa forma, fica mais fácil que o seu conteúdo seja encontrado por quem realmente tem interesse em consumir o produto ou serviço oferecido pela sua empresa. Portanto, realize as suas pesquisas com calma e defina uma estratégia que faça sentido para o seu negócio.

Aprenda a definir e qualificar leads, desenhar sua própria campanha e mais! 

Segredo 2: Relevância e consistência

Chegou a hora de criar o conteúdo para chamar a atenção do seu lead em potencial. Na hora de colocar a mão na massa, não deixe de seguir as próximas.

Escolha assuntos que despertem o interesse do seu público

Antes de definir o assunto das suas postagens, utilize todas as informações que você aprendeu na hora de fazer a pesquisa de mercado e de comportamento do seu lead ideal. Dessa forma, você consegue escolher assuntos que despertem o interesse das pessoas.

Para garantir que isso aconteça, crie conteúdos relevantes, trazendo soluções, oferecendo ajuda e resolvendo problemas do seu lead. Nessa etapa, é interessante não falar muito sobre a sua empresa e suas ofertas. Pelo contrário, procure dar ênfase à necessidade do seu cliente potencial, certo?

Foque a educação do seu público

Ao investir na criação de conteúdo, você tem uma chance única de se mostrar especialista na área, resolvendo o problema ou tirando a dúvida do seu lead. Ao oferecer informações relevantes e que mostrem o seu domínio sobre determinado assunto, é possível gerar confiança e empatia com o público.

Com isso, além de educar as pessoas, você pode oferecer conselhos sobre outros possíveis problemas da área, criar necessidades e mostrar novos assuntos em que o seu negócio pode ser útil.

Utilize termos generalizados e uma linguagem clara

Você já entrou em algum site ou landing page, procurou um conteúdo e não conseguiu encontrá-lo? Saiba que isso é mais comum do que você imagina!

Quando isso acontece, se o usuário não tiver realmente o interesse de encontrar aquele conteúdo, provavelmente, ele poderá desistir e ir embora, tendo uma experiência negativa com aquela página.

Para evitar que isso aconteça, você deve usar uma linguagem clara e objetiva nos seus conteúdos e facilitar o acesso dos usuários. Além disso, é importante ter um design limpo e intuitivo para garantir um bom nível de satisfação das pessoas e, quem sabe, fazer alguma venda. Afinal, você quer atrair e converter leads, não é mesmo?

Crie conteúdos atualizados

Outra estratégia que você pode adotar na sua empresa para chamar a atenção dos usuários é a criação de conteúdos atuais, com os assuntos do momento. Afinal, sempre que algo novo está em pauta, as pessoas recorrem aos mecanismos de busca, como o Google, para se informar e saber mais sobre esse tópico.

Se o seu negócio não estiver falando sobre isso, e o seu concorrente estiver, poderá perder oportunidades de vendas. Porém, tenha em mente que é importante manter os posts mais antigos no seu site ou blog, por exemplo. Afinal, eles podem ser muito interessantes para as pessoas que estão começando o ciclo de vida como lead e que podem considerá-los muito relevantes.

Segredo 3: Foco no resultado

Agora, quando você conseguiu atrair todos os seus leads, chega a tão esperada hora da conversão. As estratégias dependem do tipo de conteúdo e conversão, mas é importante sempre manter o foco e seguir em frente com aquelas que foram bem definidas.

Para isso, estabeleça as métricas que devem ser monitoradas, avaliando quais são as melhores para compreender se a sua estratégia está dando resultados ou precisa ser ajustada.

Elas devem ser escolhidas de acordo com o tipo de conversão que você decidiu gerar. Por exemplo, o nível de envolvimento com o conteúdo nas redes sociais pode ser uma boa métrica para o empreendedor que quer aumentar a visibilidade da marca e definir a conversão como compartilhamentos, likes e comentários nas redes sociais.

A chave para o sucesso e a criação de conteúdos que convertem é focar a geração da melhor experiência possível para o usuário. Para isso, coloque-se no lugar do seu cliente em potencial e analise cada detalhe do conteúdo criado no seu site. Além disso, preste atenção aos pontos a seguir.

Linguagem e formato

“A dica é escrever para o seu público. Muitos de nós têm a mania de escrever para nós mesmos, gerar conteúdo para nós mesmos, gravar um vídeo para nós mesmos da forma como a gente quer, usando um estilo de gravação que a gente prefere, ou criar um infográfico com as cores que a gente prefere. São exemplos muito simples, mas servem para explicar que o conteúdo não deve ser criado para você, ele deve ser criado para o seu público” — diz Sara Zimmermann, fundadora e consultora da Zimmermann Pro.

Afinal, se você desenvolve um material baseado apenas nos seus gostos e preferências, as chances de que ele seja acessado por poucas pessoas aumentam bastante. Portanto, sempre leve em consideração as características da sua persona, certo?

Meios de comunicação

O conteúdo deve ser disponibilizado da forma que o seu público prefere, usando os meios de comunicação da sua preferência e a hora mais adequada. Portanto, não deixe de analisar as informações sobre o perfil e gostos da sua persona para acertar nessas escolhas.

Ao fazer essas análises, você terá maiores chances de sucesso de ver a quantidade de acessos ao seu conteúdo aumentar e, assim, ter maior visibilidade para o seu negócio.

Call to action

A chamada para ação é um meio de converter um lead em cliente, assinante de newsletter, comprador etc. Por isso, é tão importante usá-la em todas as etapas de conversão e atração.

As Calls to Action (CTAs) devem ser avaliadas e testadas para chamar a atenção do público à sua oferta. A principal dica na hora de criar uma chamada interessante é deixar bem claro para um lead o que ele tem que fazer.

Por exemplo, “assinar a newsletter”, “inscrever-se para o nosso webinar” etc. Além disso, avalie bem a localização das Calls to Action. O ideal é que elas sejam distribuídas ao longo do conteúdo, não só no começo ou no final do post, certo?

Clareza de oferta

Sempre pense na experiência do usuário e deixe muito claro o que o lead vai encontrar se clicar no link indicado como: assinar newsletter, inscrever-se para o webinar etc. Na hora de fazer a oferta, seja qual for o conteúdo, não distraia o seu lead.

Para isso, seja transparente quanto ao que ela se refere, o que está agregando para ele e o que é preciso ser feito para ter acesso a essa oferta. Tudo isso é importante para convencer o usuário de que ele deve executar aquela ação para ter acesso a algo que realmente vai agregar valor à sua vida.

Conteúdos introdutórios

Muitas vezes, deixamos passar os nossos conteúdos mais simples ou mais rasos, embora pudéssemos aproveitá-los e usá-los como uma introdução para um material mais específico ou mais profundo, por exemplo. Portanto, não deixe de oferecer sempre um conteúdo inicial para estimular a conversão.

Em seguida, faça vídeos ou e-books, por exemplo, para a persona se aprofundar no assunto. Dessa forma, você consegue ganhar autoridade e a confiança do lead, que são fatores decisivos na hora de conversão.

Segredo 4: Autenticidade

criação de conteúdo

Atualmente, os leads contam com uma infinidade de conteúdos disponíveis diariamente para ser consumidos. Diante dessa grande quantidade de informações, fica difícil escolher aqueles que são mais interessantes para o seu perfil e necessidades.

Além disso, mesmo que um lead se depare com o seu conteúdo, ele poderá se esquecer desse material com facilidade. Isso é muito comum quando as postagens são rasas e não apresentam informações úteis para a persona, ou quando não trazem nenhum diferencial em relação às demais.

Por isso, é essencial investir na autenticidade dos seus conteúdos. Uma dica interessante é fazer a análise dos seus concorrentes. Mas, atenção: essa pesquisa deve ser feita apenas para verificar as tendências e identificar os seus erros e acertos, não para fazer exatamente o que eles fazem, certo? Afinal, você não quer gastar tempo e dinheiro com a criação de conteúdo que não trará nenhum resultado efetivo para o seu negócio.

Portanto, pesquise bastante e sempre procure ser original nas suas postagens para atrair e converter leads para a sua empresa. Algumas dicas que você pode seguir são:

  • faça conteúdos criativos e dinâmicos;
  • use uma linguagem próxima ao leitor;
  • acompanhe as tendências do momento, adicionando um diferencial que chame atenção para o seu negócio;
  • seja original.

Segredo 5: Conhecimento das técnicas de SEO

Quando você investe na criação de conteúdo, é claro que o seu interesse é o de que ele seja visto pelo maior número de pessoas, certo? Por isso, é importante conhecer pelo menos o básico de SEO (Search Engine Optimization, em português, Otimização para os Mecanismos de Busca).

Com o uso das técnicas corretas, você conseguirá que o seu conteúdo seja bem ranqueado pelos mecanismos de busca e, assim, seja exibido para um maior número de usuários. Assim, as chances de alcançar melhores resultados em relação à sua taxa de conversão aumentam bastante.

Por mais que muitas pessoas tenham a preferência de investir em tráfego pago, por meio de links patrocinados, por exemplo, o tráfego orgânico é muito importante para ajudar o seu negócio a se tornar uma autoridade no seu segmento de atuação.

Portanto, não deixe de conhecer e utilizar as técnicas de SEO nos seus conteúdos. Algumas que você pode adotar são:

  • uso de palavras-chave;
  • escaneabilidade;
  • utilização de link building;
  • padronização de intertítulos;
  • uso de Call to Action.

Ao criar conteúdos otimizados para SEO, a sua página pode aparecer nos primeiros resultados de pesquisa dos usuários. Com isso, você consegue gerar tráfego para o seu site e, assim, impulsionar os seus resultados.

Segredo 6: Busca por inspirações e referências

Para criar conteúdos de sucesso, você deve buscar por inspirações e referências. 

O ideal é procurar ideias que possam ser adaptadas ao seu modelo de negócio e que despertem o interesse dos usuários - inspirando-se em referências e aplicando essas inspirações no seu conteúdo. Mas como fazer isso, na prática? 

 

Procure por empresas que realizem um trabalho relevante dentro do seu nicho de mercado e estude todas as estratégias utilizadas. Avalie o que funciona bem ou não, e veja de que forma você pode se inspirar para a criação de conteúdo para o seu negócio. Dessa forma, é possível oferecer materiais atrativos, aumentar a visibilidade da sua empresa e, ainda, garantir a melhoria da taxa de conversão.  

Segredo 7: Produção de conteúdos para diferentes perfis

Nem todos os leads da sua empresa têm o mesmo perfil e interesses. Por isso, é importante segmentar e qualificar leads para produzir conteúdos adequados para cada tipo de cliente.

Por exemplo, existem aqueles que preferem conteúdos visuais. Nesse caso, investir em vídeos e infográficos é uma boa opção. Por outro lado, existem os clientes que têm a preferência por conteúdos mais profundos e que forneçam informações mais detalhadas sobre determinados assuntos. Para esse perfil, é interessante oferecer e-books ou fazer posts maiores, e que tragam dados científicos, por exemplo.

O importante é conhecer bem a sua audiência e fazer uma pontuação de leads para que a sua estratégia de produção de conteúdo consiga atingir os seus interesses e, assim, aumentar a visibilidade e a taxa de conversão da sua empresa. 

Segredo 8: Investimento na automação de marketing

Atualmente, existem diversas ferramentas disponíveis no mercado que podem otimizar a sua estratégia de criação de conteúdo. Com esses softwares, você pode adotar algumas ações, como:

  • disparo de e-mails com conteúdos relevantes;
  • identificação de quais leads são potenciais compradores;
  • nutrição de leads que ainda não estão prontos para a compra;
  • investimento na comunicação personalizada.

O importante é escolher uma ferramenta de uma empresa que tenha experiência e credibilidade no mercado. A HubSpot, por exemplo, oferece diversos recursos para você automatizar não apenas o disparo de e-mails e a identificação de potenciais compradores por meio do Marketing Hub, mas chat ao vivo, anúncios no Facebook, Google e LinkedIn, formulários e muito mais. Se você quer se destacar dos seus concorrentes, saiba que esse é o caminho certo. Afinal, existem inúmeros processos que, se executados manualmente, podem tornar um negócio menos produtivo e prejudicar a sua rentabilidade. 

Como você pode perceber, investir na criação de conteúdo é uma estratégia que deve fazer parte da rotina de qualquer empresa que tem o objetivo de se destacar no mercado e alcançar melhores resultados. Para isso, é importante ter estratégia e consistência para se tornar autoridade no assunto e aumentar a taxa de conversão.

E aí, gostou deste post? Entendeu a importância de investir na criação de conteúdo para despertar o interesse da sua audiência? Aproveite e entre em contato conosco para saber como podemos ajudar nesse processo de atração e conversão de leads.

introdução à geração de leads

 Introdução à geração de leads

Originalmente publicado 02/09/2022 08:00:00, atualizado Setembro 02 2022

Temas:

Geração de Leads